Aché Filgrastim

300mcg, caixa com 5 frascos-ampola com 1mL de solução de uso intravenoso ou subcutâneo

Princípio ativo
:
Filgrastim
Classe Terapêutica
:
Fatores Estimulantes De Colônias
Requer Receita
:
Sim, necessita de Receita
Tipo de prescrição
:
Branca Comum (Dispensação Sob Prescrição Médica Restrito a Hospitais)
Categoria
:
Câncer
Especialidade
:
Oncologia

Bula do medicamento

Filgrastim, para o que é indicado e para o que serve?

Filgrastim está indicado:

  • <li>Em pacientes com <a href="https://consultaremedios.com.br/cancer/c" target="_blank">c&#xE2;ncer</a> que recebem quimioterapia mielossupressora, ou seja, que afeta a produ&#xE7;&#xE3;o de c&#xE9;lulas sangu&#xED;neas na medula;</li> <li>Em pacientes com c&#xE2;ncer submetidos a transplante de medula &#xF3;ssea;</li> <li>Em pacientes com neutropenia cr&#xF4;nica grave (neutropenia cong&#xEA;nita grave, neutropenia c&#xED;clica ou neutropenia idiop&#xE1;tica), ou seja, com diminui&#xE7;&#xE3;o cr&#xF4;nica das c&#xE9;lulas de defesa do sangue;</li> <li>Na neutropenia (diminui&#xE7;&#xE3;o das c&#xE9;lulas de defesa do sangue) associada a <a href="https://consultaremedios.com.br/infectologia/dsts/hiv-aids/c" target="_blank">AIDS</a>.</li>

Quais as contraindicações do Filgrastim?

O filgrastim não deve ser administrado em pacientes com alergia ao filgrastim, às proteínas derivadas da E. coli e/ou a qualquer outro componente do medicamento.

Não deve ser administrado em pacientes portadores de neutropenia congênita grave (Síndrome de Kostman) que apresentam anomalias citogenéticas.

Não deve administrado 24 horas (1 dia) antes ou após a quimioterapia ou radioterapia.

Como usar o Filgrastim?

Instruções de uso

Seu médico irá prescrever a dose exata e irá lhe dizer com que frequência você deve tomá-la.

O filgrastim pode ser administrado por injeção intravenosa ou subcutânea. Uma enfermeira, você ou outra pessoa treinada pode ser responsável pela aplicação da injeção.

Para ser eficaz, este produto deve ser utilizado seguindo todas as recomendações de seu médico, principalmente quanto ao modo de usar e duração do tratamento.

Se você for fazer a aplicação, certifique-se que entendeu corretamente as instruções de como o filgrastim deve ser aplicado:
  • <li>N&#xE3;o use maior quantidade ou mais frequentemente que o recomendado pelo seu m&#xE9;dico.</li> <li>Aplique o medicamento sempre em locais diferentes do seu corpo.</li> <li>N&#xE3;o agite o frasco. N&#xE3;o utilize o medicamento caso voc&#xEA; observe alguma part&#xED;cula dentro do frasco.</li> <li>Troque sempre a seringa a cada aplica&#xE7;&#xE3;o. Voc&#xEA; n&#xE3;o deve utilizar a seringa e a agulha mais de uma vez.</li> <li>N&#xE3;o reutilizar o frasco-ampola ap&#xF3;s retirar a dose a ser administrada. Desprezar o resto do produto.</li>

Instruções de diluição

Se necessário, o filgrastim pode ser diluído em solução de glicose a 5%. Uma vez diluído, o produto pode ser adsorvido por vidro ou materiais plásticos. Entretanto, se a diluição for realizada conforme as instruções a seguir, o preparado é compatível com vidro e com uma variedade de materiais plásticos, como PVC, poliolefina (copolímero do polipropileno e polietileno) e polipropileno.

Quando o produto for diluído a uma concentração inferior a 1,5 MUI/ml (15 mcg/ml) de filgrastim, devese adicionar albumina sérica humana até uma concentração final de 2 mg/ml.

Por exemplo: para um volume de injeção final de 20 ml, deve-se adicionar 0,2 ml de uma solução de albumina humana a 20% a doses de filgrastim inferiores a 30 MUI (300 mcg).

Não se recomenda diluir a uma concentração final inferior a 0,2 MUI/ml (2 mcg/ml).

Nunca diluir o produto com solução salina, já que pode precipitar.

Não reutilizar o frasco-ampola após retirar a dose a ser administrada. Desprezar o resto do produto.

Incompatibilidade: não se deve diluir o fligrastim em soluções salinas.

Posologia do Filgrastim

{"tag":"hr","value":" <h3>Pacientes submetidos a quimioterapia mielossupressora</h3> <p>A dose recomendada de filgrastim &#xE9; de 0,5 MUI (5 mcg)/kg/dia. A dose inicial de filgrastim deve ser administrada apenas 24 horas ap&#xF3;s a quimioterapia citot&#xF3;xica. O filgrastim &#xE9; administrado por via subcut&#xE2;nea ou infus&#xE3;o intravenosa (30 minutos). Deve-se continuar a administra&#xE7;&#xE3;o di&#xE1;ria de filgrastim at&#xE9; que a contagem de neutr&#xF3;filos tenha se normalizado ap&#xF3;s superar o nadir de neutr&#xF3;filos esperado. Em geral o tempo de tratamento &#xE9; de 14 dias, podendo variar de acordo com o tipo, dose e protocolo da quimioterapia citot&#xF3;xica aplicada. Os pacientes submetidos a quimioterapia citot&#xF3;xica apresentam um aumento t&#xED;pico e transit&#xF3;rio dos neutr&#xF3;filos 1-2 dias ap&#xF3;s o in&#xED;cio do tratamento com filgrastim.</p> <p>Entretanto, para manter a resposta terap&#xEA;utica, o tratamento com filgrastim n&#xE3;o deve ser interrompido at&#xE9; que a contagem de neutr&#xF3;filos tenha se normalizado ap&#xF3;s superar o nadir de neutr&#xF3;filos esperado. A descontinua&#xE7;&#xE3;o prematura do tratamento com filgrastim antes de alcan&#xE7;ar o nadir neutrof&#xED;lico n&#xE3;o &#xE9; recomendada.</p> <p>Se necess&#xE1;rio, pode-se aumentar a dose em incrementos de 5 mcg/kg por cada ciclo de quimioterapia.</p> <h3>Pacientes submetidos a transplante aut&#xF3;logo de medula &#xF3;ssea</h3> <p>A dose inicial recomendada de filgrastim &#xE9; de 1,0 MUI (10 mcg)/kg/dia, por infus&#xE3;o intravenosa (foram utilizadas diversas dura&#xE7;&#xF5;es: cerca de 30 minutos, 4 horas ou 24 horas) ou subcut&#xE2;nea (24 horas), usualmente por at&#xE9; 21 dias, come&#xE7;ando 2 a 4 horas ap&#xF3;s a infus&#xE3;o da medula &#xF3;ssea, mas n&#xE3;o antes de 24 horas ap&#xF3;s a &#xFA;ltima dose de quimioterapia. N&#xE3;o se conhece a efic&#xE1;cia e seguran&#xE7;a da administra&#xE7;&#xE3;o de filgrastim durante per&#xED;odos superiores a 28 dias neste grupo de pacientes.</p> <p>Uma vez superada a contagem mais baixa das c&#xE9;lulas de defesa, quando a mesma retorna a n&#xED;veis de 1,0 x 10<sup>9</sup>/l, a dose di&#xE1;ria de filgrastim pode ser reduzida para 0,5 MUI (5 mcg)/kg/dia.</p> <p>Se a contagem dos neutr&#xF3;filos exceder 1,0 x 109 /l por mais de tr&#xEA;s dias consecutivos, a terapia com filgrastim deve ser descontinuada.</p> <p>Se a contagem de neutr&#xF3;filos diminuir para abaixo deste valor, pode-se manter a dose em 5 mcg/kg/ dia. Se a contagem de neutr&#xF3;filos diminuir para menos de 1,0 x 10<sup>9</sup>/l, enquanto o paciente recebe uma dose de 5 mcg/kg/dia, esta pode ser aumentada para 1,0 MUI (10 mcg)/kg/dia.</p> <h3>Pacientes com neutropenia cr&#xF4;nica grave</h3> <h4>Neutropenia cong&#xEA;nita</h4> <p>A dose recomendada &#xE9; de 1,2 MUI (12 mcg)/kg/dia em uma &#xFA;nica dose ou em doses divididas por via subcut&#xE2;nea. Ajustar de acordo com a resposta obtida.</p> <h4>Neutropenia c&#xED;clica ou idiop&#xE1;tica</h4> <p>A dose recomendada &#xE9; de 0,5 MUI (5 mcg)/kg/dia. &#xC9; necess&#xE1;rio realizar ajustes peri&#xF3;dicos da dose para manter a contagem de neutr&#xF3;filos entre 1.500 e 10.000 neutr&#xF3;filos/mm<sup>3</sup>.</p> <h3>Pacientes com neutropenia associada a AIDS</h3> <p>A dose inicial recomendada &#xE9; de 0,1 MUI (1 mcg)/kg/dia, aumentando, se necess&#xE1;rio, at&#xE9; que a contagem de neutr&#xF3;filos alcance valores normais (usualmente at&#xE9; um m&#xE1;ximo de 0,4 MUI/kg/dia). Em seguida, ajustar a dose at&#xE9; manter a contagem de neutr&#xF3;filos dentro dos valores normais.</p> <p><strong>Siga a orienta&#xE7;&#xE3;o de seu m&#xE9;dico, respeitando sempre os hor&#xE1;rios, as doses e a dura&#xE7;&#xE3;o do tratamento. N&#xE3;o interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu m&#xE9;dico.</strong></p> "}

Como o Filgrastim funciona?

O filgrastim é um estimulante do sangue que auxilia a produção de células brancas sanguíneas, o que irá ajudar a prevenir infecções durante o tratamento do câncer (quimioterapia).

O filgrastim aumenta consideravelmente o número de células brancas chamadas neutrófilos no sangue periférico 24 horas após sua administração.

Quais cuidados devo ter ao usar o Filgrastim?

Avise ao seu médico se você possui alguma doença do sangue ou problemas de pele como psoríase.

Este medicamento pode causar reações alérgicas graves que podem ameaçar a vida e necessitar de intervenção médica imediata. Avise ao seu médico imediatamente se você apresentar rash (vermelhidão), coceira, inchaço da face, língua e garganta, dificuldade para respirar ou dor no peito após a injeção.

Você deverá fazer exames de sangue rotineiramente enquanto estiver usando este medicamento.

Esse medicamento pode causar ruptura no baço em raras ocasiões. Avise ao seu médico imediatamente caso você apresente dor na parte superior esquerda da barriga, ou dor no ombro/costas do lado esquerdo, pois podem ser sinais de aumento ou ruptura do baço.

Em pacientes com anemia falciforme, o uso de filgrastim pode gerar a manifestação de crises graves de falcização.

Este medicamento algumas vezes é usado para auxiliar a prevenção de infecções durante o tratamento do câncer.

Se você acha que tem uma infecção ou apresenta febre, avise ao seu médico imediatamente. Alguns sinais de infecção são: febre, calafrios, cansaço, fraqueza ou dor de garganta.

Gravidez e lactação

Não é conhecido se filgrastim é excretado no leite materno. A administração durante a amamentação não é recomendada.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Quais as reações adversas e os efeitos colaterais do Filgrastim?

Avise ao seu médico imediatamente se você observar qualquer um destes eventos adversos:

  • <li>Rea&#xE7;&#xF5;es al&#xE9;rgicas: coceira ou <a href="https://minutosaudavel.com.br/urticaria/" rel="noopener" target="_blank">urtic&#xE1;ria</a>, incha&#xE7;o na face ou m&#xE3;os, incha&#xE7;o ou <a href="https://minutosaudavel.com.br/parestesia/" rel="noopener" target="_blank">formigamento</a> da boca ou garganta, aperto no peito, dificuldade para respirar.</li> <li>L&#xED;ngua ou unhas azuis.</li> <li>Altera&#xE7;&#xE3;o na quantidade ou frequ&#xEA;ncia que voc&#xEA; urina.</li> <li>Dor no peito.</li> <li>Batimentos card&#xED;acos r&#xE1;pidos, lentos ou irregulares.</li> <li>Febre.</li> <li>Atordoamento ou <a href="https://minutosaudavel.com.br/desmaio/" rel="noopener" target="_blank">desmaio</a>.</li> <li>Dor no lado esquerdo ou ombro ou sensa&#xE7;&#xE3;o de sentir-se cheio.</li> <li>Urina vermelha ou marrom-escura.</li> <li>Respira&#xE7;&#xE3;o lenta ou curta ou <a href="https://consultaremedios.com.br/gripes-e-resfriados/tosse/c" target="_blank">tosse</a> com sangue.</li> <li>Dor no est&#xF4;mago.</li> <li>Incha&#xE7;o nas m&#xE3;os, tornozelos ou p&#xE9;s.</li> <li>Sangramentos incomuns, machucados ou fraqueza.</li> <li>Amarelamento da pele ou do branco dos olhos.</li>

Avise ao seu médico se você observar estes eventos adversos menos graves:

  • <li>Dor nos ossos, articula&#xE7;&#xF5;es ou m&#xFA;sculos.</li> <li><a href="https://consultaremedios.com.br/saude-do-homem/queda-de-cabelo-e-calvicie/c" target="_blank">Queda de cabelo</a>.</li> <li><a href="https://consultaremedios.com.br/dor-febre-e-contusao/dor-de-cabeca-e-enxaqueca/c" target="_blank">Dor de cabe&#xE7;a</a>.</li> <li>N&#xE1;usea, v&#xF4;mito.</li> <li>Dor, vermelhid&#xE3;o, coceira, queima&#xE7;&#xE3;o, incha&#xE7;o ou caro&#xE7;o embaixo da sua pele no lugar da aplica&#xE7;&#xE3;o.</li> <li> <em>Rash</em> cut&#xE2;neo ou coceira.</li>

Avise ao seu médico se você observar outros eventos adversos que você acha que foram causados por este medicamento.

Os eventos adversos relatados com maior frequência foram: febre, fadiga, dor de cabeça e dor muscular.

A febre e a fadiga foram geralmente reversíveis após 72 horas da interrupção do tratamento. As reações adversas listadas na Tabela 1 baseiam-se nas experiências em estudos clínicos e pós-comercialização.

A seguinte convenção foi utilizada para classificar as frequências:

  • <li>Muito comum (ocorre em mais de 10% dos pacientes que utilizam este medicamento);</li> <li>Comum (ocorre entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento);</li> <li>Rara (ocorre entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento);</li> <li>Muito rara (ocorre em menos de 0,01% dos pacientes que utilizam este medicamento);</li> <li>Desconhecida.</li>

Os eventos adversos são apresentados por ordem decrescente de gravidade dentro de cada classe de frequência.

Tabela 1 - Reações adversas notificadas durante estudos clínicos ou pós- comercialização do filgrastim

{"tag":"table","value":{"heading":["<table border=\"1\" cellpadding=\"1\" cellspacing=\"1\" style=\"width:100%\"> <tbody> <tr> <td colspan=\"2\"> <p style=\"text-align:center\"><strong>Afec&#xE7;&#xF5;es hematol&#xF3;gicas e do sistema linf&#xE1;tico</strong></p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:619px\"> <p style=\"text-align:center\">Muito comum</p> </td> <td style=\"width:607px\"> <p style=\"text-align:center\"><a href=\"https://consultaremedios.com.br/doencas-do-sangue/anemia/c\" target=\"_blank\">Anemia</a>, leucocitose, s&#xED;ndrome mielodispl&#xE1;sica, <a href=\"https://minutosaudavel.com.br/trombocitopenia/\" rel=\"noopener\" target=\"_blank\">trombocitopenia</a></p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:619px\"> <p style=\"text-align:center\">Desconhecida</p> </td> <td style=\"width:607px\"> <p style=\"text-align:center\">Crise de falciza&#xE7;&#xE3;o em pacientes predispostos, histiocitose</p> </td> </tr> <tr> <td colspan=\"2\"> <p style=\"text-align:center\"><strong>Afec&#xE7;&#xF5;es do <a href=\"https://consultaremedios.com.br/sistema-imunologico/c\" target=\"_blank\">sistema imunol&#xF3;gico</a></strong></p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:619px\"> <p style=\"text-align:center\">Rara</p> </td> <td style=\"width:607px\"> <p style=\"text-align:center\">Rea&#xE7;&#xE3;o al&#xE9;rgica ao filgrastim</p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:619px\"> <p style=\"text-align:center\">Desconhecida</p> </td> <td style=\"width:607px\"> <p style=\"text-align:center\"><a href=\"https://minutosaudavel.com.br/o-que-e-anafilaxia-reacao-anafilatica-sintomas-e-tratamento/\" rel=\"noopener\" target=\"_blank\">Anafilaxia</a></p> </td> </tr> <tr> <td colspan=\"2\"> <p style=\"text-align:center\"><strong>Afec&#xE7;&#xF5;es do sistema end&#xF3;crino</strong></p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:619px\"> <p style=\"text-align:center\">Comum</p> </td> <td style=\"width:607px\"> <p style=\"text-align:center\">Hiperuricemia (aumento do &#xE1;cido &#xFA;rico)</p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:619px\"> <p style=\"text-align:center\">Desconhecida</p> </td> <td style=\"width:607px\"> <p style=\"text-align:center\"><a href=\"https://consultaremedios.com.br/tireoide/hipotireoidismo/c\" target=\"_blank\">Hipotireoidismo</a> (diminui&#xE7;&#xE3;o da fun&#xE7;&#xE3;o da tire&#xF3;ide)</p> </td> </tr> <tr> <td colspan=\"2\"> <p style=\"text-align:center\"><strong>Afec&#xE7;&#xF5;es do sistema nervoso</strong></p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:619px\"> <p style=\"text-align:center\">Muito comum</p> </td> <td style=\"width:607px\"> <p style=\"text-align:center\">Dor de cabe&#xE7;a</p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:619px\"> <p style=\"text-align:center\">Desconhecida</p> </td> <td style=\"width:607px\"> <p style=\"text-align:center\">Leucoencefalopatia</p> </td> </tr> <tr> <td colspan=\"2\"> <p style=\"text-align:center\"><strong><a href=\"https://consultaremedios.com.br/sistema-cardiovascular-circulacao/c\" target=\"_blank\">Sistema Cardiovascular</a></strong></p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:619px\"> <p style=\"text-align:center\">Desconhecida</p> </td> <td style=\"width:607px\"> <p style=\"text-align:center\"><a href=\"https://minutosaudavel.com.br/arritmia-cardiaca-o-que-e-sintomas-tratamento-tem-cura/\" rel=\"noopener\" target=\"_blank\">Arritmia card&#xED;aca</a>, press&#xE3;o baixa, <a href=\"https://minutosaudavel.com.br/infarto/\" rel=\"noopener\" target=\"_blank\">infarto</a> agudo do mioc&#xE1;rdio, altera&#xE7;&#xE3;o eletrocardiogr&#xE1;fica (altera&#xE7;&#xE3;o ST), desmaio</p> </td> </tr> <tr> <td colspan=\"2\"> <p style=\"text-align:center\"><strong>Afec&#xE7;&#xF5;es respirat&#xF3;rias, tor&#xE1;cicas e do mediastino</strong></p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:619px\"> <p style=\"text-align:center\">Muito comum</p> </td> <td style=\"width:607px\"> <p style=\"text-align:center\">Epistaxe (sangramento nasal)</p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:619px\"> <p style=\"text-align:center\">Desconhecida</p> </td> <td style=\"width:607px\"> <p style=\"text-align:center\">S&#xED;ndrome do desconforto respirat&#xF3;rio agudo, hemoptise (sangue no escarro), hemorragia pulmonar, toxicidade pulmonar</p> </td> </tr> <tr> <td colspan=\"2\"> <p style=\"text-align:center\"><strong>Afec&#xE7;&#xF5;es gastrintestinais</strong></p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:619px\"> <p style=\"text-align:center\">Muito comum</p> </td> <td style=\"width:607px\"> <p style=\"text-align:center\">N&#xE1;useas e <a href=\"https://consultaremedios.com.br/aparelho-digestivo/nauseas/c\" target=\"_blank\">v&#xF4;mitos</a></p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:619px\"> <p style=\"text-align:center\">Rara</p> </td> <td style=\"width:607px\"> <p style=\"text-align:center\">Altera&#xE7;&#xE3;o de paladar</p> </td> </tr> <tr> <td colspan=\"2\"> <p style=\"text-align:center\"><strong>Afec&#xE7;&#xF5;es hepatobiliares</strong></p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:619px\"> <p style=\"text-align:center\">Comum</p> </td> <td style=\"width:607px\"> <p style=\"text-align:center\">Aumento de DHL e fosfatase alcalina</p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:619px\"> <p style=\"text-align:center\">Desconhecida</p> </td> <td style=\"width:607px\"> <p style=\"text-align:center\">Hepatotoxicidade</p> </td> </tr> <tr> <td colspan=\"2\"> <p style=\"text-align:center\"><strong>Afec&#xE7;&#xF5;es dos tecidos cut&#xE2;neos e subcut&#xE2;neos</strong></p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:619px\"> <p style=\"text-align:center\">Desconhecida</p> </td> <td style=\"width:607px\"> <p style=\"text-align:center\">Abscesso, <a href=\"https://minutosaudavel.com.br/eritema-nodoso/\" rel=\"noopener\" target=\"_blank\">eritema nodoso</a>, <a href=\"https://consultaremedios.com.br/pele-e-mucosa/foliculite/c\" target=\"_blank\">foliculite</a>, erup&#xE7;&#xE3;o liquen&#xF3;ide, <a href=\"https://minutosaudavel.com.br/celulite-e-celulite-infecciosa-o-que-e-tratamento-remedios-e-cremes/\" rel=\"noopener\" target=\"_blank\">celulite</a>, psor&#xED;ase, pioderma gangrenoso, <em>rash</em>, vasculite da pele</p> </td> </tr> <tr> <td colspan=\"2\"> <p style=\"text-align:center\"><strong>Afec&#xE7;&#xF5;es musculoesquel&#xE9;ticas e dos tecidos conjuntivos</strong></p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:619px\"> <p style=\"text-align:center\">Muito comum</p> </td> <td style=\"width:607px\"> <p style=\"text-align:center\">Dor &#xF3;ssea</p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:619px\"> <p style=\"text-align:center\">Desconhecida</p> </td> <td style=\"width:607px\"> <p style=\"text-align:center\">Osteopenia (perda de c&#xE1;lcio nos ossos)</p> </td> </tr> <tr> <td colspan=\"2\"> <p style=\"text-align:center\"><strong>Afec&#xE7;&#xF5;es renais e urin&#xE1;rias</strong></p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:619px\"> <p style=\"text-align:center\">Desconhecida</p> </td> <td style=\"width:607px\"> <p style=\"text-align:center\">Fal&#xEA;ncia renal, <a href=\"https://minutosaudavel.com.br/glomerulonefrite/\" rel=\"noopener\" target=\"_blank\">glomerulonefrite</a> rapidamente progressiva</p> </td> </tr> <tr> <td colspan=\"2\"> <p style=\"text-align:center\"><strong>Afec&#xE7;&#xF5;es gerais</strong></p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:619px\"> <p style=\"text-align:center\">Muito comum</p> </td> <td style=\"width:607px\"> <p style=\"text-align:center\">Febre</p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:619px\"> <p style=\"text-align:center\">Desconhecida</p> </td> <td style=\"width:607px\"> <p style=\"text-align:center\"><a href=\"https://minutosaudavel.com.br/esplenomegalia/\" rel=\"noopener\" target=\"_blank\">Esplenomegalia</a> (aumento do ba&#xE7;o), ruptura de ba&#xE7;o</p> </td> </tr> </tbody> </table>"],"rows":[]}}

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

População Especial

Uso em crianças

Não foram realizados estudos adequados sobre a relação entre a idade e o uso do filgrastim em crianças.

Os estudos realizados em crianças não mostraram diferenças na farmacocinética do filgrastim comparados com os resultados obtidos a partir de estudos em adultos.

Uso em idosos

Não foram realizados estudos sobre a relação entre a idade e o uso do filgrastim em pacientes idosos. No entanto, os estudos normalmente incluem pacientes idosos e não foram observados problemas específicos da idade que limitem o uso deste medicamento em pessoas idosas.

O que eu devo fazer quando esquecer de usar o Filgrastim?

É importante que você receba cada dose deste medicamento de acordo com o esquema posológico. Avise seu médico, farmacêutico, clínica ou enfermeira para instruções se você esqueceu uma dose.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

Qual a composição do Filgrastim?

Cada frasco-ampola de Filgrastim contém:

300 mcg de Filgrastim.

Excipientes: sorbitol, polissorbato 80, ácido acético, hidróxido de sódio e água para injetáveis.

Superdose: o que acontece se tomar uma dose do Filgrastim maior do que a recomendada?

Em pacientes com câncer que recebem filgrastim como complemento da quimioterapia mielossupressora, recomenda-se evitar o risco potencial de leucocitose excessiva. Deve-se descontinuar o filgrastim se a contagem das células de defesa superar os 10 x 109/l, após ter alcançado o ponto de maior redução das células de defesa induzido por quimioterapia. O uso de filgrastim além de 10 x 109/l, pode não resultar em nenhum benefício clínico adicional.

Não foi determinada a dose máxima tolerada de filgrastim. Em alguns casos, a administração de doses de até 70 mcg/kg/dia de filgrastim foram eficazes e bem toleradas.

Efeitos clínicos da superdose

Não são conhecidos os efeitos da superdose de filgrastim.

Baseados na sua relevância clínica foram selecionados os seguintes efeitos potenciais (possíveis sinais e sintomas entre parênteses):
Agudos e crônicos

Apresentações do Filgrastim

Solução injetável 300 mcg

Embalagem com 5 frascos-ampola com 1 mL cada.

Uso subcutâneo ou intravenoso.

Uso adulto.

Fabricante: Aché

© 2021 Medicamento Lab.