Aché Vita E

400mg, caixa contendo 30 cápsulas gelatinosas moles

Princípio ativo
:
Vitamina E (Acetato De Racealfatocoferol)
Classe Terapêutica
:
Vitamina E Pura
Requer Receita
:
Não
Tipo de prescrição
:
Isento de Prescrição Médica
Categoria
:
Vitaminas E Minerais
Especialidade
:
Nutricionista e Clínica Médica

Bula do medicamento

Vita E, para o que é indicado e para o que serve?

Vita E é destinado como suplemento vitamínico com ação antioxidante (redução dos radicais livres do organismo). Está indicado na deficiência de vitamina E, em dietas restritivas (restrição de alguns alimentos importantes para o organismo) e inadequadas.

Quais as contraindicações do Vita E?

Vita E é contraindicado para uso por pacientes que apresentem hipersensibilidade (alergia) a quaisquer componentes de sua fórmula.

Como usar o Vita E?

A dose recomendada é de uma cápsula de 400 mg diariamente.

Você deve ingerir a cápsula com um pouco de líquido, sem mastigá-la, de preferência junto com alimentos gordurosos.

A dose máxima diária não deverá ultrapassar 2 cápsulas.

A duração do tratamento deve ser a critério médico.

Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação de seu médico ou cirurgião-dentista.

Este medicamento não deve ser partido, aberto ou mastigado.

Como o Vita E funciona?

A vitamina E é uma vitamina lipossolúvel (solúvel em gorduras) que não é produzida pelo organismo humano e necessita ser ingerida via alimentação ou suplementação. A vitamina E previne a oxidação dos ácidos graxos poli-insaturados e atua contra os radicais livres que causam dano oxidativo na membrana celular, contribuindo para diminuir os riscos da oxidação. Os danos oxidativos estão associados ao envelhecimento, à arteriosclerose e a outras doenças degenerativas. O Vita E atua na falta de vitamina E que é rara, mas pode desenvolver-se quando a ingestão alimentar é inadequada ou associada a algumas doenças, tais como: fibrose cística (alteração nas secreções de algumas glândulas), atresia biliar (fechamento dos ductos biliares), absorção inadequada de gorduras e anormalidades do transporte de gorduras.

Quais cuidados devo ter ao usar o Vita E?

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Este produto contém o corante amarelo de tartrazina que pode causar reações de natureza alérgica, entre as quais asma brônquica, especialmente se você é alérgico ao ácido acetilsalicílico (AAS).

Quais as reações adversas e os efeitos colaterais do Vita E?

O uso prolongado e em altas doses de vitamina E (maior que 800UI/dia) tem sido associado com sangramento em pacientes com deficiência de vitamina K.

Pode ocorrer o desenvolvimento de tromboflebite (formação de coágulo em veias), que geralmente desaparece com a sua suspensão.

Podem ocorrer sintomas de dor de cabeça, fadiga e cansaço, bem como distúrbios gastrintestinais passageiros, tais como: náuseas (enjoos), flatulência (gases) e diarreia, quando a vitamina E é utilizada, por longos períodos, em doses maiores que 800UI/dia.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

O que eu devo fazer quando esquecer de usar o Vita E?

Retomar o tratamento de acordo com a dose recomendada.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

Qual a composição do Vita E?

Cada cápsula de Vita E contém:

Acetato de racealfatocoferol 400 mg.

Excipientes: óleo de soja, gelatina, glicerol, água purificada, metilparabeno, propilparabeno, azul brilhante, amarelo de tartrazina e vermelho de ponceau.

Superdose: o que acontece se tomar uma dose do Vita E maior do que a recomendada?

Suspenda a suplementação de vitamina E caso ocorram sinais de toxicidade, tais como: náusea (enjoo), diarreia, flatulência (gases), fraqueza muscular e/ou sangramentos sem causa aparente.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

Interação medicamentosa: quais os efeitos de tomar Vita E com outros remédios?

O uso concomitante com antiácidos contendo hidróxido de alumínio diminui a absorção das vitaminas lipossolúveis. O uso simultâneo com anticoagulantes derivados da cumarina pode levar à hipoprotrombinemia (baixas quantidades de protrombina, que é um elemento da coagulação do sangue).

O uso ao mesmo tempo de Vita E com suplementos de ferro altera a resposta hematológica (do sangue) em pacientes com anemia por deficiência de ferro.

Caso você tenha deficiência de vitamina K ou utiliza anticoagulante, por exemplo, a varfarina, o uso de Vita E ao mesmo tempo, pode causar sangramento e atrasar a cicatrização.

A ingestão concomitante com álcool ou alimento não altera a absorção, nem potencializa os efeitos de Vita E.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Qual a ação da substância do Vita E (Vitamina E (Acetato de Racealfatocoferol))?

Resultados de Eficácia

{"tag":"hr","value":" <p>Num estudo duplo-cego, placebo-controlado, com 32 (trinta e dois) volunt&#xE1;rios sadios (idosos) foram acompanhados por 30 (trinta) dias e randomizados para tratamento com Vitamina E (Acetato de Racealfatocoferol) (800 UI/dia) ou placebo. Ao t&#xE9;rmino do estudo, observou se eleva&#xE7;&#xE3;o do conte&#xFA;do de Vitamina E (Acetato de Racealfatocoferol) no plasma e nos leuc&#xF3;citos polimorfonucleares (P &lt; 0,0001) dos pacientes que receberam o tratamento com a Vitamina E (Acetato de Racealfatocoferol).<sup>(1)</sup></p> <p><strong>Refer&#xEA;ncias Bibliogr&#xE1;ficas</strong></p> <p><span style=\"font-size:11px\">1. Meydani SN, Barklund MP, Liu S, Meydani M, Miller RA, Cannon JG, et al. Vitamin E supplementation enhances cell-mediated immunity in healthy elderly subjects. Am J Clin Nutr. 1990;52(3):557-63.</span></p> <h2>Caracter&#xED;sticas Farmacol&#xF3;gicas</h2> <hr> <p>A Vitamina E (Acetato de Racealfatocoferol) participa da forma&#xE7;&#xE3;o de todos os tecidos de origem mesod&#xE9;rmica (fibras col&#xE1;genas e el&#xE1;sticas do tecido conjuntivo, musculatura lisa e estriada, vasos, etc.), e da manuten&#xE7;&#xE3;o de suas fun&#xE7;&#xF5;es. Na c&#xE9;lula, a Vitamina E (Acetato de Racealfatocoferol) participa do metabolismo dos &#xE1;cidos nucleicos, bem como da cadeia respirat&#xF3;ria.</p> <p>A Vitamina E (Acetato de Racealfatocoferol) &#xE9; o principal antioxidante biol&#xF3;gico do organismo e combate &#xE0;s esp&#xE9;cies reativas de oxig&#xEA;nio, tamb&#xE9;m conhecidas como radicais livres. Devido &#xE0;s suas propriedades lipof&#xED;licas, a Vitamina E (Acetato de Racealfatocoferol) acumula-se nas membranas celulares, protegendo-as sob o aspecto funcional, principalmente quanto &#xE0; inibi&#xE7;&#xE3;o que exerce na peroxida&#xE7;&#xE3;o dos lip&#xED;dios. A Vitamina E (Acetato de Racealfatocoferol) contribui, de forma especial, para a estabiliza&#xE7;&#xE3;o das membranas lisossomais, mitocondriais e dos capilares e, consequentemente, para a manuten&#xE7;&#xE3;o da resist&#xEA;ncia normal dos eritr&#xF3;citos. Ainda baseada nessa a&#xE7;&#xE3;o, a Vitamina E (Acetato de Racealfatocoferol) promove um aumento da atividade fagocit&#xE1;ria.</p> <p>A Vitamina E (Acetato de Racealfatocoferol) interv&#xE9;m em diferentes fases da s&#xED;ntese do &#xE1;cido araquid&#xF4;nico e, portanto, atua no metabolismo das prostaglandinas.</p> <p><strong>O uso da <a href=\"https://minutosaudavel.com.br/vitamina-c/\" rel=\"noopener\" target=\"_blank\">vitamina C</a> potencializa os efeitos antioxidantes da Vitamina E (Acetato de Racealfatocoferol).</strong></p> <p>O acetato de racealfatocoferol, administrado por via oral, &#xE9; absorvido nas por&#xE7;&#xF5;es intermedi&#xE1;rias do intestino delgado. A melhor absor&#xE7;&#xE3;o s&#xF3; &#xE9; poss&#xED;vel na presen&#xE7;a de sucos biliares pancre&#xE1;ticos. No sangue, a maior parte da Vitamina E (Acetato de Racealfatocoferol) liga-se &#xE0; fra&#xE7;&#xE3;o das beta-lipoprote&#xED;nas. Sua elimina&#xE7;&#xE3;o se faz essencialmente pelas fezes.</p> </hr>"}

Como devo armazenar o Vita E?

Este medicamento deve ser mantido em temperatura ambiente (entre 15 e 30°C). Proteger da luz e umidade.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Características do medicamento

Este medicamento se apresenta na forma de cápsula de gelatina mole oval, de coloração verde transparente contendo líquido oleoso amarelo.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Apresentações do Vita E

Cápsulas gelatinosas de 400 mg

Frasco com 30 cápsulas.

Uso oral.

Uso adulto.

Dizeres Legais do Vita E

MS - 1.0573.0137

Farmacêutica Responsável:
Gabriela Mallmann
CRF-SP nº 30.138

Registrado por:
Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A.
Av. Brigadeiro Faria Lima, 201 - 20º andar
São Paulo - SP
CNPJ 60.659.463/0029-92
Indústria Brasileira




Fabricado por:
Catalent Brasil Ltda.
Sorocaba – SP

Embalado por:
Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A.
Guarulhos – SP

Siga corretamente o modo de usar, não desaparecendo os sintomas procure orientação médica.

Fabricante: Aché

© 2021 Medicamento Lab.