Baldacci Capilarema

75mg, caixa com 60 comprimidos

Princípio ativo
:
Aminaftona
Classe Terapêutica
:
Vasoprotetores Sistêmicos
Requer Receita
:
Sim, necessita de Receita
Tipo de prescrição
:
Branca Comum (Venda Sob Prescrição Médica)
Categoria
:
Sistema Cardiovascular (Circulação)
Especialidade
:
Geriatria, Ginecologia e Clínica Médica

Bula do medicamento

Capilarema, para o que é indicado e para o que serve?

Este medicamento é destinado ao tratamento de situações nas quais as estruturas e funções dos vasos sanguíneos estão alteradas, seja por causa de uma doença, de um trauma ou uma cirurgia.

Capilarema® normaliza estes vasos sanguíneos, aliviando os sintomas (sensação de peso nas pernas, dor, dificuldade para caminhar, inchaço, cãibras, sensação de dor, comichão e coceira), diminuindo a obstrução e melhorando a chegada do sangue em quantidade suficiente para oxigenar os músculos. Também pode ser usado como agente preventivo onde os vasos e tecidos possam estar comprometidos devido à fragilidade dos vasos sanguíneos.

Como o Capilarema funciona?

{"tag":"hr","value":" <p>Capilarema<sup>&#xAE;</sup> normaliza a permeabilidade e aumenta a resist&#xEA;ncia dos vasos capilares diminuindo os sintomas decorrentes da insufici&#xEA;ncia vascular perif&#xE9;rica, que &#xE9; causada por uma obstru&#xE7;&#xE3;o das art&#xE9;rias dos membros, impedindo a chegada do sangue em quantidade suficiente para oxigenar os m&#xFA;sculos. &#xC9; estimado um tempo inferior a 30 dias para o in&#xED;cio da a&#xE7;&#xE3;o farmacol&#xF3;gica do medicamento.</p> "}

Quais as contraindicações do Capilarema?

Você não deve tomar Capilarema® se tiver alergia à aminaftona ou aos outros componentes da fórmula.

Este medicamento é contraindicado para uso por pessoas com diminuição de uma enzima chamada glicose-6-fosfato-desidrogenase.

Como usar o Capilarema?

Você deve tomar os comprimidos por via oral, sem mastigar e com líquido suficiente para engolir.

Para uma dose de ataque

2 comprimidos, 2 vezes ao dia, durante 5 dias ou a critério médico.

Para uma dose de manutenção

1 comprimido, 2 vezes ao dia ou a critério médico.

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

Este medicamento não deve ser partido ou mastigado.

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar o&nbsp;Capilarema?

{"tag":"hr","value":" <p>Voc&#xEA; pode tomar a dose seguinte como de costume, isto &#xE9;, na hora regular e sem dobrar a dose.</p> <p><strong>Em caso de d&#xFA;vidas, procure orienta&#xE7;&#xE3;o do farmac&#xEA;utico ou de seu m&#xE9;dico, ou cirurgi&#xE3;o-dentista.</strong></p> "}

Quais cuidados devo ter ao usar o Capilarema?

A sua urina poderá ter uma coloração ligeiramente vermelha, pois a maior parte da eliminação da aminaftona ocorre pela urina.

É muito importante que você informe ao seu médico os problemas de saúde que você tenha e todos os medicamentos que estiver utilizando.

Capilarema® comprimidos não contém açúcar, podendo ser utilizado por pacientes diabéticos.

Não foram efetuados estudos sobre a habilidade de dirigir ou operar máquinas.

Não há estudos dos efeitos de Capilarema® administrado por vias não recomendadas, portanto, para sua segurança e eficácia, utilize somente por via oral.

Gravidez

Não há informações disponíveis para aminaftona em pacientes grávidas. Capilarema® portanto, não é recomendado para uso durante a gravidez.

Lactação

Não há informações se aminaftona é excretada no leite humano, que é, portanto, contraindicado durante a amamentação.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista. (Categoria de risco na gravidez: categoria B).

Capilarema® pode ser usado por pessoas acima de 65 anos de idade, desde que observadas as precauções do produto.

Quais as reações adversas e os efeitos colaterais do Capilarema?

A aminaftona é geralmente bem tolerada. Este medicamento pode causar reações desagradáveis ocasionais não graves, de leve intensidade como: enjoos, azias, tonturas e dores de cabeça.

As reações adversas a este medicamento muito raramente foram relatadas, entre os quais casos extremamente raros de crise hemolítica em indivíduos com defeito genético da glicose-6-fosfato-desidrogenase (G6PD) nos eritrócitos para os quais o medicamento é contraindicado.

As reações adversas notificadas, vindas principalmente de ensaios clínicos, estão listadas abaixo por classe de sistema de órgãos e frequência.

Reações muito comuns (ocorrem em 10% dos pacientes que utilizam este medicamento)

  • <li>Sistema gastrointestinal: Enjoos, azias, tonturas e dores de cabe&#xE7;a.</li>

Reações comuns (ocorrem entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento)

  • <li>Sistema gastrointestinal: Dispepsia (sensa&#xE7;&#xE3;o de <a href="https://minutosaudavel.com.br/dispepsia-indigestao-o-que-e-sintomas-remedios-e-tipos/" rel="noopener" target="_blank">indigest&#xE3;o</a>).</li>

Reações incomuns (ocorrem entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento)

  • <li>Doen&#xE7;as do sistema nervoso: tonturas, <a href="https://consultaremedios.com.br/dor-febre-e-contusao/dor-de-cabeca-e-enxaqueca/c" target="_blank">dor de cabe&#xE7;a</a>.</li> <li>Sistema gastrintestinal: dor abdominal superior, <a href="https://consultaremedios.com.br/aparelho-digestivo/nauseas/c" target="_blank">n&#xE1;useas</a>.</li>

Reações muito raras (ocorrem em menos de 0,01% dos pacientes que utilizam este medicamento)

  • <li>Da pele e dist&#xFA;rbios do tecido subcut&#xE2;neo: erup&#xE7;&#xF5;es na pele, comich&#xE3;o.</li> <li><a href="https://consultaremedios.com.br/doencas-do-sangue/c" target="_blank">Doen&#xE7;as do sangue</a> e do sistema linf&#xE1;tico: <a href="https://consultaremedios.com.br/b/anemia-hemolitica" target="_blank"/><a href="https://consultaremedios.com.br/doencas-do-sangue/anemia/c" target="_blank">anemia</a> hemol&#xED;tica &#x2013; favismo (em indiv&#xED;duos com defici&#xEA;ncia de G6PD).</li> <li>Doen&#xE7;as do <a href="https://consultaremedios.com.br/sistema-imunologico/c" target="_blank">sistema imunol&#xF3;gico</a>: hipersensibilidade.</li>

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

Qual a composição do Capilarema?

Cada comprimido de Capilarema® contém:

{"tag":"table","value":{"heading":["<table border=\"1\" cellpadding=\"1\" cellspacing=\"1\" style=\"width:100%\"> <tbody> <tr> <td> <p style=\"text-align:center\">Aminaftona</p> </td> <td> <p style=\"text-align:center\">75 mg</p> </td> </tr> <tr> <td> <p style=\"text-align:center\">Excipientes q.s.p</p> </td> <td> <p style=\"text-align:center\">1 comprimido</p> </td> </tr> </tbody> </table>"],"rows":[]}}

Excipientes: amido, celulose microfina, estearato de magnésio e povidona.

Apresentação do&nbsp;Capilarema

{"tag":"hr","value":" <p>Capilarema<sup>&#xAE;</sup> 75 mg com 15, 30 ou 60 comprimidos.</p> <p><strong>Via oral.</strong></p> <p><strong>Uso adulto.</strong></p> "}

Superdose: o que acontece se tomar uma dose do Capilarema maior do que a recomendada?

Não existem relatos de intoxicação por superdosagem de Capilarema®. Em caso de administrar acidentalmente uma dose maior que a recomendada em bula, deve procurar um médico ou um centro de intoxicação imediatamente. O apoio médico imediato é fundamental, mesmo se os sinais e sintomas de intoxicação não estejam presentes.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

Interação medicamentosa: quais os efeitos de tomar Capilarema com outros remédios?

Não são conhecidas quaisquer restrições ao uso de Capilarema® juntamente com outros medicamentos e alimentos. A aminaftona não interage com os derivados de cumarina, nem com as substâncias antifibrinolíticas. Experimentalmente foi observada uma inibição parcial da atividade heparínica.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

Qual a ação da substância do Capilarema (Aminaftona)?

Resultados de Eficácia

{"tag":"hr","value":" <p>Um estudo em pacientes com &#xFA;lceras de origem venosa nos membros inferiores, verificou-se uma diminui&#xE7;&#xE3;o da secre&#xE7;&#xE3;o sero-sanguinolenta, hemorragia da <a href=\"https://consultaremedios.com.br/aparelho-digestivo/ulcera/c\" target=\"_blank\">&#xFA;lcera</a> e melhora da cicatriza&#xE7;&#xE3;o, utilizando uma dosagem de 75 mg a cada 6 horas. Conclui-se que o tratamento com aminaftona tem uma a&#xE7;&#xE3;o eficaz estatisticamente significativa manifestada pela redu&#xE7;&#xE3;o m&#xE9;dia da secre&#xE7;&#xE3;o em 78,32% (com limites aproximados de 70% e 86%) e redu&#xE7;&#xE3;o do sangramento em 82,77% (com limites aproximados de 70% e 95%). (Mayall R.C., Mayall A.C., Jannuzzi J.C., Medina W.H., Fernandes C.R. - The aminaphtone in the post-phlebitic syndrome. Rev. Bras. Med., vol41(3), 118-24, 1984).</p> <p>Foi realizado um estudo com 67 pacientes ambulatorialmente, 56 casos com flebologia mural cr&#xF4;nica (FMC) e 11 casos com s&#xED;ndrome p&#xF3;s fleb&#xED;tica (SPF), de grau vari&#xE1;vel e sem les&#xE3;o cr&#xF4;nica, mas com hipodermoesclerose e <a href=\"https://consultaremedios.com.br/pele-e-mucosa/eczema/c\" target=\"_blank\">eczema</a>, apresentando graus vari&#xE1;veis de sintomas e sinais cl&#xED;nicos (dor, peso, <a href=\"https://minutosaudavel.com.br/cansaco/\" rel=\"noopener\" target=\"_blank\">cansa&#xE7;o</a>, parentesias, c&#xE3;ibras, claudica&#xE7;&#xE3;o venosa). Foram tratados com 150 mg de aminaftona por dia num per&#xED;odo de 75 dias. Os sintomas de peso, cansa&#xE7;o, parestesias, melhoraram em 100% dos casos. As c&#xE3;ibras foram abolidas em 70% dos casos e reduzidas nos outros 30%. O edema desapareceu em 100% dos pacientes com FMC e teve acentuada redu&#xE7;&#xE3;o nos pacientes com SPF, em mais de 50%.</p> <p>Desaparecimento do prurido em todos os casos e a melhora da <a href=\"https://consultaremedios.com.br/pele-e-mucosa/dermatites/c\" target=\"_blank\">dermatite</a> de estase e do eczema em 52% dos casos. A claudica&#xE7;&#xE3;o venosa foi eliminada em 85% dos pacientes e com boa melhora nos outros 15%. Estes pacientes foram submetidos a exame cl&#xED;nico e instrumental (oscilometria, dopplerometria e fotopletismografia). Os resultados foram considerados excelentes e a toler&#xE2;ncia muito boa. (Degni M., Kardosh C.B., Bolanho E. &#x2013; Study of 67 patients with post-phlebitic syndrome and chronic phlebitis treated with aminaftone. Separata da Rev. Bras. Med., vol 41 (4), 174-80, 1984).</p> <h2>Caracter&#xED;sticas Farmacol&#xF3;gicas</h2> <hr> <h3>Farmacocin&#xE9;tica</h3> <p>Aminaftona &#xE9; eliminado na urina na forma de aminaftona e fiticol, no m&#xE1;ximo em 72 horas. O n&#xED;vel m&#xE1;ximo de excre&#xE7;&#xE3;o foi observado ap&#xF3;s 6 horas de administra&#xE7;&#xE3;o.</p> <h3>Farmacodin&#xE2;mica</h3> <p>Aminaftona, princ&#xED;pio ativo do medicamento Aminaftona, &#xE9; um agente flebot&#xF4;nico. Sua nomenclatura qu&#xED;mica &#xE9; 2-hidroxi-3 metil-1,4- naftohidroquinona-2- p-aminobenzoato.</p> <p>Aminaftona normaliza a permeabilidade aumentando a resist&#xEA;ncia capilar, reduzindo a estase venosa, proporcionando o al&#xED;vio dos sintomas decorrentes dos dist&#xFA;rbios da microcircula&#xE7;&#xE3;o. Sua a&#xE7;&#xE3;o foi demonstrada atrav&#xE9;s do prolongamento do tempo de passagem do &#x201C;Tripan Blue&#x201D; e desaparecimento dos sinais de fragilidade capilar, com as provas de &#x201C;Rumpel-Leede&#x201D; ou com a do torniquete, protegendo os tecidos da a&#xE7;&#xE3;o danosa dos radicais livres e toxinas do sangue. Previne ou retarda a forma&#xE7;&#xE3;o de p&#xFA;rpuras imunol&#xF3;gicas e preserva a mucosa g&#xE1;strica das les&#xF5;es hemorr&#xE1;gicas induzidas por droga. Favorece a a&#xE7;&#xE3;o hemocin&#xE9;tica, facilitando o retorno venoso, avaliado pela t&#xE9;cnica reogr&#xE1;fica e pela inibi&#xE7;&#xE3;o da agrega&#xE7;&#xE3;o eritrocit&#xE1;ria no n&#xED;vel da microcircula&#xE7;&#xE3;o. Reduz o tempo e a intensidade da hemorragia capilar, sem exercer efeito direto ou indireto sobre a coagula&#xE7;&#xE3;o; de fato, n&#xE3;o modifica o tempo de coagula&#xE7;&#xE3;o nem o de protrombina; n&#xE3;o tem nenhum efeito sobre a agrega&#xE7;&#xE3;o plaquet&#xE1;ria e nem sobre o tra&#xE7;ado tromboelastogr&#xE1;fico; n&#xE3;o desenvolve a&#xE7;&#xE3;o vitam&#xED;nica K.</p> <h3>Dados Pr&#xE9;-Cl&#xED;nicos</h3> <p>Estudos de toxicidade foram realizados com ratos, camundongos, coelhos e c&#xE3;es. Estudos de toxicidade aguda (4 esp&#xE9;cies de animais utilizando 3g/kg), subaguda (2 esp&#xE9;cies animais utilizando 100mg/kg por 90 dias) e cr&#xF4;nica (50mg/kg por 280 dias), demonstraram que a aminaftona, administrada por via oral, possui baixa toxicidade. O uso de aminaftona em animais n&#xE3;o revelou efeitos sobre os processos de reprodu&#xE7;&#xE3;o e n&#xE3;o apresentou efeitos mutag&#xEA;nicos e teratog&#xEA;nicos.</p> </hr>"}

Como devo armazenar o Capilarema?

Você deve conservar Capilarema® em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C), protegido da luz e da umidade.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Características do medicamento

Os comprimidos de Capilarema® são de cor bege, circulares, planos e lisos.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Fontes consultadas

  • <li><em>Bula do Profissional do Medicamento Capilarema<sup>&#xAE;</sup>.</em></li>

Dizeres Legais do Capilarema

M.S. Nº 1.0146.0010

Farm. Resp.:
Dr. Celso Kaminsk Franceschini
CRF-SP n° 24.024

Laboratórios Baldacci LTDA:
Rua Pedro de Toledo, 520 - Vl. Clementino - São Paulo - SP
CNPJ: 61.150.447/0001-31
Indústria Brasileira


Venda sob prescrição médica.

75mg, caixa com 30 comprimidos

Princípio ativo
:
Aminaftona
Classe Terapêutica
:
Vasoprotetores Sistêmicos
Requer Receita
:
Sim, necessita de Receita
Tipo de prescrição
:
Branca Comum (Venda Sob Prescrição Médica)
Categoria
:
Sistema Cardiovascular (Circulação)
Especialidade
:
Geriatria, Ginecologia e Clínica Médica

Bula do medicamento

Capilarema, para o que é indicado e para o que serve?

Este medicamento é destinado ao tratamento de situações nas quais as estruturas e funções dos vasos sanguíneos estão alteradas, seja por causa de uma doença, de um trauma ou uma cirurgia.

Capilarema® normaliza estes vasos sanguíneos, aliviando os sintomas (sensação de peso nas pernas, dor, dificuldade para caminhar, inchaço, cãibras, sensação de dor, comichão e coceira), diminuindo a obstrução e melhorando a chegada do sangue em quantidade suficiente para oxigenar os músculos. Também pode ser usado como agente preventivo onde os vasos e tecidos possam estar comprometidos devido à fragilidade dos vasos sanguíneos.

Como o&nbsp;Capilarema funciona?

{"tag":"hr","value":" <p>Capilarema<sup>&#xAE;</sup> normaliza a permeabilidade e aumenta a resist&#xEA;ncia dos vasos capilares diminuindo os sintomas decorrentes da insufici&#xEA;ncia vascular perif&#xE9;rica, que &#xE9; causada por uma obstru&#xE7;&#xE3;o das art&#xE9;rias dos membros, impedindo a chegada do sangue em quantidade suficiente para oxigenar os m&#xFA;sculos. &#xC9; estimado um tempo inferior a 30 dias para o in&#xED;cio da a&#xE7;&#xE3;o farmacol&#xF3;gica do medicamento.</p> "}

Quais as contraindicações do Capilarema?

Você não deve tomar Capilarema® se tiver alergia à aminaftona ou aos outros componentes da fórmula.

Este medicamento é contraindicado para uso por pessoas com diminuição de uma enzima chamada glicose-6-fosfato-desidrogenase.

Como usar o Capilarema?

Você deve tomar os comprimidos por via oral, sem mastigar e com líquido suficiente para engolir.

Para uma dose de ataque

2 comprimidos, 2 vezes ao dia, durante 5 dias ou a critério médico.

Para uma dose de manutenção

1 comprimido, 2 vezes ao dia ou a critério médico.

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

Este medicamento não deve ser partido ou mastigado.

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar o&nbsp;Capilarema?

{"tag":"hr","value":" <p>Voc&#xEA; pode tomar a dose seguinte como de costume, isto &#xE9;, na hora regular e sem dobrar a dose.</p> <p><strong>Em caso de d&#xFA;vidas, procure orienta&#xE7;&#xE3;o do farmac&#xEA;utico ou de seu m&#xE9;dico, ou cirurgi&#xE3;o-dentista.</strong></p> "}

Quais cuidados devo ter ao usar o Capilarema?

A sua urina poderá ter uma coloração ligeiramente vermelha, pois a maior parte da eliminação da aminaftona ocorre pela urina.

É muito importante que você informe ao seu médico os problemas de saúde que você tenha e todos os medicamentos que estiver utilizando.

Capilarema® comprimidos não contém açúcar, podendo ser utilizado por pacientes diabéticos.

Não foram efetuados estudos sobre a habilidade de dirigir ou operar máquinas.

Não há estudos dos efeitos de Capilarema® administrado por vias não recomendadas, portanto, para sua segurança e eficácia, utilize somente por via oral.

Gravidez

Não há informações disponíveis para aminaftona em pacientes grávidas. Capilarema® portanto, não é recomendado para uso durante a gravidez.

Lactação

Não há informações se aminaftona é excretada no leite humano, que é, portanto, contraindicado durante a amamentação.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista. (Categoria de risco na gravidez: categoria B).

Capilarema® pode ser usado por pessoas acima de 65 anos de idade, desde que observadas as precauções do produto.

Quais as reações adversas e os efeitos colaterais do Capilarema?

A aminaftona é geralmente bem tolerada. Este medicamento pode causar reações desagradáveis ocasionais não graves, de leve intensidade como: enjoos, azias, tonturas e dores de cabeça.

As reações adversas a este medicamento muito raramente foram relatadas, entre os quais casos extremamente raros de crise hemolítica em indivíduos com defeito genético da glicose-6-fosfato-desidrogenase (G6PD) nos eritrócitos para os quais o medicamento é contraindicado.

As reações adversas notificadas, vindas principalmente de ensaios clínicos, estão listadas abaixo por classe de sistema de órgãos e frequência.

Reações muito comuns (ocorrem em 10% dos pacientes que utilizam este medicamento)

  • <li>Sistema gastrointestinal: Enjoos, azias, tonturas e dores de cabe&#xE7;a.</li>

Reações comuns (ocorrem entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento)

  • <li>Sistema gastrointestinal: Dispepsia (sensa&#xE7;&#xE3;o de <a href="https://minutosaudavel.com.br/dispepsia-indigestao-o-que-e-sintomas-remedios-e-tipos/" rel="noopener" target="_blank">indigest&#xE3;o</a>).</li>

Reações incomuns (ocorrem entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento)

  • <li>Doen&#xE7;as do sistema nervoso: tonturas, <a href="https://consultaremedios.com.br/dor-febre-e-contusao/dor-de-cabeca-e-enxaqueca/c" target="_blank">dor de cabe&#xE7;a</a>.</li> <li>Sistema gastrintestinal: dor abdominal superior, <a href="https://consultaremedios.com.br/aparelho-digestivo/nauseas/c" target="_blank">n&#xE1;useas</a>.</li>

Reações muito raras (ocorrem em menos de 0,01% dos pacientes que utilizam este medicamento)

  • <li>Da pele e dist&#xFA;rbios do tecido subcut&#xE2;neo: erup&#xE7;&#xF5;es na pele, comich&#xE3;o.</li> <li><a href="https://consultaremedios.com.br/doencas-do-sangue/c" target="_blank">Doen&#xE7;as do sangue</a> e do sistema linf&#xE1;tico: <a href="https://consultaremedios.com.br/b/anemia-hemolitica" target="_blank"/><a href="https://consultaremedios.com.br/doencas-do-sangue/anemia/c" target="_blank">anemia</a> hemol&#xED;tica &#x2013; favismo (em indiv&#xED;duos com defici&#xEA;ncia de G6PD).</li> <li>Doen&#xE7;as do <a href="https://consultaremedios.com.br/sistema-imunologico/c" target="_blank">sistema imunol&#xF3;gico</a>: hipersensibilidade.</li>

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

Qual a composição do Capilarema?

Cada comprimido de Capilarema® contém:

{"tag":"table","value":{"heading":["<table border=\"1\" cellpadding=\"1\" cellspacing=\"1\" style=\"width:100%\"> <tbody> <tr> <td> <p style=\"text-align:center\">Aminaftona</p> </td> <td> <p style=\"text-align:center\">75 mg</p> </td> </tr> <tr> <td> <p style=\"text-align:center\">Excipientes q.s.p</p> </td> <td> <p style=\"text-align:center\">1 comprimido</p> </td> </tr> </tbody> </table>"],"rows":[]}}

Excipientes: amido, celulose microfina, estearato de magnésio e povidona.

Apresentação do&nbsp;Capilarema

{"tag":"hr","value":" <p>Capilarema<sup>&#xAE;</sup> 75 mg com 15, 30 ou 60 comprimidos.</p> <p><strong>Via oral.</strong></p> <p><strong>Uso adulto.</strong></p> "}

Superdose: o que acontece se tomar uma dose do Capilarema maior do que a recomendada?

Não existem relatos de intoxicação por superdosagem de Capilarema®. Em caso de administrar acidentalmente uma dose maior que a recomendada em bula, deve procurar um médico ou um centro de intoxicação imediatamente. O apoio médico imediato é fundamental, mesmo se os sinais e sintomas de intoxicação não estejam presentes.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

Interação medicamentosa: quais os efeitos de tomar Capilarema com outros remédios?

Não são conhecidas quaisquer restrições ao uso de Capilarema® juntamente com outros medicamentos e alimentos. A aminaftona não interage com os derivados de cumarina, nem com as substâncias antifibrinolíticas. Experimentalmente foi observada uma inibição parcial da atividade heparínica.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

Qual a ação da substância do Capilarema (Aminaftona)?

Resultados de Eficácia

{"tag":"hr","value":" <p>Um estudo em pacientes com &#xFA;lceras de origem venosa nos membros inferiores, verificou-se uma diminui&#xE7;&#xE3;o da secre&#xE7;&#xE3;o sero-sanguinolenta, hemorragia da <a href=\"https://consultaremedios.com.br/aparelho-digestivo/ulcera/c\" target=\"_blank\">&#xFA;lcera</a> e melhora da cicatriza&#xE7;&#xE3;o, utilizando uma dosagem de 75 mg a cada 6 horas. Conclui-se que o tratamento com aminaftona tem uma a&#xE7;&#xE3;o eficaz estatisticamente significativa manifestada pela redu&#xE7;&#xE3;o m&#xE9;dia da secre&#xE7;&#xE3;o em 78,32% (com limites aproximados de 70% e 86%) e redu&#xE7;&#xE3;o do sangramento em 82,77% (com limites aproximados de 70% e 95%). (Mayall R.C., Mayall A.C., Jannuzzi J.C., Medina W.H., Fernandes C.R. - The aminaphtone in the post-phlebitic syndrome. Rev. Bras. Med., vol41(3), 118-24, 1984).</p> <p>Foi realizado um estudo com 67 pacientes ambulatorialmente, 56 casos com flebologia mural cr&#xF4;nica (FMC) e 11 casos com s&#xED;ndrome p&#xF3;s fleb&#xED;tica (SPF), de grau vari&#xE1;vel e sem les&#xE3;o cr&#xF4;nica, mas com hipodermoesclerose e <a href=\"https://consultaremedios.com.br/pele-e-mucosa/eczema/c\" target=\"_blank\">eczema</a>, apresentando graus vari&#xE1;veis de sintomas e sinais cl&#xED;nicos (dor, peso, <a href=\"https://minutosaudavel.com.br/cansaco/\" rel=\"noopener\" target=\"_blank\">cansa&#xE7;o</a>, parentesias, c&#xE3;ibras, claudica&#xE7;&#xE3;o venosa). Foram tratados com 150 mg de aminaftona por dia num per&#xED;odo de 75 dias. Os sintomas de peso, cansa&#xE7;o, parestesias, melhoraram em 100% dos casos. As c&#xE3;ibras foram abolidas em 70% dos casos e reduzidas nos outros 30%. O edema desapareceu em 100% dos pacientes com FMC e teve acentuada redu&#xE7;&#xE3;o nos pacientes com SPF, em mais de 50%.</p> <p>Desaparecimento do prurido em todos os casos e a melhora da <a href=\"https://consultaremedios.com.br/pele-e-mucosa/dermatites/c\" target=\"_blank\">dermatite</a> de estase e do eczema em 52% dos casos. A claudica&#xE7;&#xE3;o venosa foi eliminada em 85% dos pacientes e com boa melhora nos outros 15%. Estes pacientes foram submetidos a exame cl&#xED;nico e instrumental (oscilometria, dopplerometria e fotopletismografia). Os resultados foram considerados excelentes e a toler&#xE2;ncia muito boa. (Degni M., Kardosh C.B., Bolanho E. &#x2013; Study of 67 patients with post-phlebitic syndrome and chronic phlebitis treated with aminaftone. Separata da Rev. Bras. Med., vol 41 (4), 174-80, 1984).</p> <h2>Caracter&#xED;sticas Farmacol&#xF3;gicas</h2> <hr> <h3>Farmacocin&#xE9;tica</h3> <p>Aminaftona &#xE9; eliminado na urina na forma de aminaftona e fiticol, no m&#xE1;ximo em 72 horas. O n&#xED;vel m&#xE1;ximo de excre&#xE7;&#xE3;o foi observado ap&#xF3;s 6 horas de administra&#xE7;&#xE3;o.</p> <h3>Farmacodin&#xE2;mica</h3> <p>Aminaftona, princ&#xED;pio ativo do medicamento Aminaftona, &#xE9; um agente flebot&#xF4;nico. Sua nomenclatura qu&#xED;mica &#xE9; 2-hidroxi-3 metil-1,4- naftohidroquinona-2- p-aminobenzoato.</p> <p>Aminaftona normaliza a permeabilidade aumentando a resist&#xEA;ncia capilar, reduzindo a estase venosa, proporcionando o al&#xED;vio dos sintomas decorrentes dos dist&#xFA;rbios da microcircula&#xE7;&#xE3;o. Sua a&#xE7;&#xE3;o foi demonstrada atrav&#xE9;s do prolongamento do tempo de passagem do &#x201C;Tripan Blue&#x201D; e desaparecimento dos sinais de fragilidade capilar, com as provas de &#x201C;Rumpel-Leede&#x201D; ou com a do torniquete, protegendo os tecidos da a&#xE7;&#xE3;o danosa dos radicais livres e toxinas do sangue. Previne ou retarda a forma&#xE7;&#xE3;o de p&#xFA;rpuras imunol&#xF3;gicas e preserva a mucosa g&#xE1;strica das les&#xF5;es hemorr&#xE1;gicas induzidas por droga. Favorece a a&#xE7;&#xE3;o hemocin&#xE9;tica, facilitando o retorno venoso, avaliado pela t&#xE9;cnica reogr&#xE1;fica e pela inibi&#xE7;&#xE3;o da agrega&#xE7;&#xE3;o eritrocit&#xE1;ria no n&#xED;vel da microcircula&#xE7;&#xE3;o. Reduz o tempo e a intensidade da hemorragia capilar, sem exercer efeito direto ou indireto sobre a coagula&#xE7;&#xE3;o; de fato, n&#xE3;o modifica o tempo de coagula&#xE7;&#xE3;o nem o de protrombina; n&#xE3;o tem nenhum efeito sobre a agrega&#xE7;&#xE3;o plaquet&#xE1;ria e nem sobre o tra&#xE7;ado tromboelastogr&#xE1;fico; n&#xE3;o desenvolve a&#xE7;&#xE3;o vitam&#xED;nica K.</p> <h3>Dados Pr&#xE9;-Cl&#xED;nicos</h3> <p>Estudos de toxicidade foram realizados com ratos, camundongos, coelhos e c&#xE3;es. Estudos de toxicidade aguda (4 esp&#xE9;cies de animais utilizando 3g/kg), subaguda (2 esp&#xE9;cies animais utilizando 100mg/kg por 90 dias) e cr&#xF4;nica (50mg/kg por 280 dias), demonstraram que a aminaftona, administrada por via oral, possui baixa toxicidade. O uso de aminaftona em animais n&#xE3;o revelou efeitos sobre os processos de reprodu&#xE7;&#xE3;o e n&#xE3;o apresentou efeitos mutag&#xEA;nicos e teratog&#xEA;nicos.</p> </hr>"}

Como devo armazenar o Capilarema?

Você deve conservar Capilarema® em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C), protegido da luz e da umidade.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Características do medicamento

Os comprimidos de Capilarema® são de cor bege, circulares, planos e lisos.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Fontes consultadas

  • <li><em>Bula do Profissional do Medicamento Capilarema<sup>&#xAE;</sup>.</em></li>

Dizeres Legais do Capilarema

M.S. Nº 1.0146.0010

Farm. Resp.:
Dr. Celso Kaminsk Franceschini
CRF-SP n° 24.024

Laboratórios Baldacci LTDA:
Rua Pedro de Toledo, 520 - Vl. Clementino - São Paulo - SP
CNPJ: 61.150.447/0001-31
Indústria Brasileira


Venda sob prescrição médica.

75mg, caixa com 15 comprimidos

Princípio ativo
:
Aminaftona
Classe Terapêutica
:
Vasoprotetores Sistêmicos
Requer Receita
:
Sim, necessita de Receita
Tipo de prescrição
:
Branca Comum (Venda Sob Prescrição Médica)
Categoria
:
Sistema Cardiovascular (Circulação)
Especialidade
:
Geriatria, Ginecologia e Clínica Médica

Bula do medicamento

Capilarema, para o que é indicado e para o que serve?

Este medicamento é destinado ao tratamento de situações nas quais as estruturas e funções dos vasos sanguíneos estão alteradas, seja por causa de uma doença, de um trauma ou uma cirurgia.

Capilarema® normaliza estes vasos sanguíneos, aliviando os sintomas (sensação de peso nas pernas, dor, dificuldade para caminhar, inchaço, cãibras, sensação de dor, comichão e coceira), diminuindo a obstrução e melhorando a chegada do sangue em quantidade suficiente para oxigenar os músculos. Também pode ser usado como agente preventivo onde os vasos e tecidos possam estar comprometidos devido à fragilidade dos vasos sanguíneos.

Como o&nbsp;Capilarema funciona?

{"tag":"hr","value":" <p>Capilarema<sup>&#xAE;</sup> normaliza a permeabilidade e aumenta a resist&#xEA;ncia dos vasos capilares diminuindo os sintomas decorrentes da insufici&#xEA;ncia vascular perif&#xE9;rica, que &#xE9; causada por uma obstru&#xE7;&#xE3;o das art&#xE9;rias dos membros, impedindo a chegada do sangue em quantidade suficiente para oxigenar os m&#xFA;sculos. &#xC9; estimado um tempo inferior a 30 dias para o in&#xED;cio da a&#xE7;&#xE3;o farmacol&#xF3;gica do medicamento.</p> "}

Quais as contraindicações do Capilarema?

Você não deve tomar Capilarema® se tiver alergia à aminaftona ou aos outros componentes da fórmula.

Este medicamento é contraindicado para uso por pessoas com diminuição de uma enzima chamada glicose-6-fosfato-desidrogenase.

Como usar o Capilarema?

Você deve tomar os comprimidos por via oral, sem mastigar e com líquido suficiente para engolir.

Para uma dose de ataque

2 comprimidos, 2 vezes ao dia, durante 5 dias ou a critério médico.

Para uma dose de manutenção

1 comprimido, 2 vezes ao dia ou a critério médico.

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

Este medicamento não deve ser partido ou mastigado.

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar o&nbsp;Capilarema?

{"tag":"hr","value":" <p>Voc&#xEA; pode tomar a dose seguinte como de costume, isto &#xE9;, na hora regular e sem dobrar a dose.</p> <p><strong>Em caso de d&#xFA;vidas, procure orienta&#xE7;&#xE3;o do farmac&#xEA;utico ou de seu m&#xE9;dico, ou cirurgi&#xE3;o-dentista.</strong></p> "}

Quais cuidados devo ter ao usar o Capilarema?

A sua urina poderá ter uma coloração ligeiramente vermelha, pois a maior parte da eliminação da aminaftona ocorre pela urina.

É muito importante que você informe ao seu médico os problemas de saúde que você tenha e todos os medicamentos que estiver utilizando.

Capilarema® comprimidos não contém açúcar, podendo ser utilizado por pacientes diabéticos.

Não foram efetuados estudos sobre a habilidade de dirigir ou operar máquinas.

Não há estudos dos efeitos de Capilarema® administrado por vias não recomendadas, portanto, para sua segurança e eficácia, utilize somente por via oral.

Gravidez

Não há informações disponíveis para aminaftona em pacientes grávidas. Capilarema® portanto, não é recomendado para uso durante a gravidez.

Lactação

Não há informações se aminaftona é excretada no leite humano, que é, portanto, contraindicado durante a amamentação.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista. (Categoria de risco na gravidez: categoria B).

Capilarema® pode ser usado por pessoas acima de 65 anos de idade, desde que observadas as precauções do produto.

Quais as reações adversas e os efeitos colaterais do Capilarema?

A aminaftona é geralmente bem tolerada. Este medicamento pode causar reações desagradáveis ocasionais não graves, de leve intensidade como: enjoos, azias, tonturas e dores de cabeça.

As reações adversas a este medicamento muito raramente foram relatadas, entre os quais casos extremamente raros de crise hemolítica em indivíduos com defeito genético da glicose-6-fosfato-desidrogenase (G6PD) nos eritrócitos para os quais o medicamento é contraindicado.

As reações adversas notificadas, vindas principalmente de ensaios clínicos, estão listadas abaixo por classe de sistema de órgãos e frequência.

Reações muito comuns (ocorrem em 10% dos pacientes que utilizam este medicamento)

  • <li>Sistema gastrointestinal: Enjoos, azias, tonturas e dores de cabe&#xE7;a.</li>

Reações comuns (ocorrem entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento)

  • <li>Sistema gastrointestinal: Dispepsia (sensa&#xE7;&#xE3;o de <a href="https://minutosaudavel.com.br/dispepsia-indigestao-o-que-e-sintomas-remedios-e-tipos/" rel="noopener" target="_blank">indigest&#xE3;o</a>).</li>

Reações incomuns (ocorrem entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento)

  • <li>Doen&#xE7;as do sistema nervoso: tonturas, <a href="https://consultaremedios.com.br/dor-febre-e-contusao/dor-de-cabeca-e-enxaqueca/c" target="_blank">dor de cabe&#xE7;a</a>.</li> <li>Sistema gastrintestinal: dor abdominal superior, <a href="https://consultaremedios.com.br/aparelho-digestivo/nauseas/c" target="_blank">n&#xE1;useas</a>.</li>

Reações muito raras (ocorrem em menos de 0,01% dos pacientes que utilizam este medicamento)

  • <li>Da pele e dist&#xFA;rbios do tecido subcut&#xE2;neo: erup&#xE7;&#xF5;es na pele, comich&#xE3;o.</li> <li><a href="https://consultaremedios.com.br/doencas-do-sangue/c" target="_blank">Doen&#xE7;as do sangue</a> e do sistema linf&#xE1;tico: <a href="https://consultaremedios.com.br/b/anemia-hemolitica" target="_blank"/><a href="https://consultaremedios.com.br/doencas-do-sangue/anemia/c" target="_blank">anemia</a> hemol&#xED;tica &#x2013; favismo (em indiv&#xED;duos com defici&#xEA;ncia de G6PD).</li> <li>Doen&#xE7;as do <a href="https://consultaremedios.com.br/sistema-imunologico/c" target="_blank">sistema imunol&#xF3;gico</a>: hipersensibilidade.</li>

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

Qual a composição do Capilarema?

Cada comprimido de Capilarema® contém:

{"tag":"table","value":{"heading":["<table border=\"1\" cellpadding=\"1\" cellspacing=\"1\" style=\"width:100%\"> <tbody> <tr> <td> <p style=\"text-align:center\">Aminaftona</p> </td> <td> <p style=\"text-align:center\">75 mg</p> </td> </tr> <tr> <td> <p style=\"text-align:center\">Excipientes q.s.p</p> </td> <td> <p style=\"text-align:center\">1 comprimido</p> </td> </tr> </tbody> </table>"],"rows":[]}}

Excipientes: amido, celulose microfina, estearato de magnésio e povidona.

Apresentação do&nbsp;Capilarema

{"tag":"hr","value":" <p>Capilarema<sup>&#xAE;</sup> 75 mg com 15, 30 ou 60 comprimidos.</p> <p><strong>Via oral.</strong></p> <p><strong>Uso adulto.</strong></p> "}

Superdose: o que acontece se tomar uma dose do Capilarema maior do que a recomendada?

Não existem relatos de intoxicação por superdosagem de Capilarema®. Em caso de administrar acidentalmente uma dose maior que a recomendada em bula, deve procurar um médico ou um centro de intoxicação imediatamente. O apoio médico imediato é fundamental, mesmo se os sinais e sintomas de intoxicação não estejam presentes.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

Interação medicamentosa: quais os efeitos de tomar Capilarema com outros remédios?

Não são conhecidas quaisquer restrições ao uso de Capilarema® juntamente com outros medicamentos e alimentos. A aminaftona não interage com os derivados de cumarina, nem com as substâncias antifibrinolíticas. Experimentalmente foi observada uma inibição parcial da atividade heparínica.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

Qual a ação da substância do Capilarema (Aminaftona)?

Resultados de Eficácia

{"tag":"hr","value":" <p>Um estudo em pacientes com &#xFA;lceras de origem venosa nos membros inferiores, verificou-se uma diminui&#xE7;&#xE3;o da secre&#xE7;&#xE3;o sero-sanguinolenta, hemorragia da <a href=\"https://consultaremedios.com.br/aparelho-digestivo/ulcera/c\" target=\"_blank\">&#xFA;lcera</a> e melhora da cicatriza&#xE7;&#xE3;o, utilizando uma dosagem de 75 mg a cada 6 horas. Conclui-se que o tratamento com aminaftona tem uma a&#xE7;&#xE3;o eficaz estatisticamente significativa manifestada pela redu&#xE7;&#xE3;o m&#xE9;dia da secre&#xE7;&#xE3;o em 78,32% (com limites aproximados de 70% e 86%) e redu&#xE7;&#xE3;o do sangramento em 82,77% (com limites aproximados de 70% e 95%). (Mayall R.C., Mayall A.C., Jannuzzi J.C., Medina W.H., Fernandes C.R. - The aminaphtone in the post-phlebitic syndrome. Rev. Bras. Med., vol41(3), 118-24, 1984).</p> <p>Foi realizado um estudo com 67 pacientes ambulatorialmente, 56 casos com flebologia mural cr&#xF4;nica (FMC) e 11 casos com s&#xED;ndrome p&#xF3;s fleb&#xED;tica (SPF), de grau vari&#xE1;vel e sem les&#xE3;o cr&#xF4;nica, mas com hipodermoesclerose e <a href=\"https://consultaremedios.com.br/pele-e-mucosa/eczema/c\" target=\"_blank\">eczema</a>, apresentando graus vari&#xE1;veis de sintomas e sinais cl&#xED;nicos (dor, peso, <a href=\"https://minutosaudavel.com.br/cansaco/\" rel=\"noopener\" target=\"_blank\">cansa&#xE7;o</a>, parentesias, c&#xE3;ibras, claudica&#xE7;&#xE3;o venosa). Foram tratados com 150 mg de aminaftona por dia num per&#xED;odo de 75 dias. Os sintomas de peso, cansa&#xE7;o, parestesias, melhoraram em 100% dos casos. As c&#xE3;ibras foram abolidas em 70% dos casos e reduzidas nos outros 30%. O edema desapareceu em 100% dos pacientes com FMC e teve acentuada redu&#xE7;&#xE3;o nos pacientes com SPF, em mais de 50%.</p> <p>Desaparecimento do prurido em todos os casos e a melhora da <a href=\"https://consultaremedios.com.br/pele-e-mucosa/dermatites/c\" target=\"_blank\">dermatite</a> de estase e do eczema em 52% dos casos. A claudica&#xE7;&#xE3;o venosa foi eliminada em 85% dos pacientes e com boa melhora nos outros 15%. Estes pacientes foram submetidos a exame cl&#xED;nico e instrumental (oscilometria, dopplerometria e fotopletismografia). Os resultados foram considerados excelentes e a toler&#xE2;ncia muito boa. (Degni M., Kardosh C.B., Bolanho E. &#x2013; Study of 67 patients with post-phlebitic syndrome and chronic phlebitis treated with aminaftone. Separata da Rev. Bras. Med., vol 41 (4), 174-80, 1984).</p> <h2>Caracter&#xED;sticas Farmacol&#xF3;gicas</h2> <hr> <h3>Farmacocin&#xE9;tica</h3> <p>Aminaftona &#xE9; eliminado na urina na forma de aminaftona e fiticol, no m&#xE1;ximo em 72 horas. O n&#xED;vel m&#xE1;ximo de excre&#xE7;&#xE3;o foi observado ap&#xF3;s 6 horas de administra&#xE7;&#xE3;o.</p> <h3>Farmacodin&#xE2;mica</h3> <p>Aminaftona, princ&#xED;pio ativo do medicamento Aminaftona, &#xE9; um agente flebot&#xF4;nico. Sua nomenclatura qu&#xED;mica &#xE9; 2-hidroxi-3 metil-1,4- naftohidroquinona-2- p-aminobenzoato.</p> <p>Aminaftona normaliza a permeabilidade aumentando a resist&#xEA;ncia capilar, reduzindo a estase venosa, proporcionando o al&#xED;vio dos sintomas decorrentes dos dist&#xFA;rbios da microcircula&#xE7;&#xE3;o. Sua a&#xE7;&#xE3;o foi demonstrada atrav&#xE9;s do prolongamento do tempo de passagem do &#x201C;Tripan Blue&#x201D; e desaparecimento dos sinais de fragilidade capilar, com as provas de &#x201C;Rumpel-Leede&#x201D; ou com a do torniquete, protegendo os tecidos da a&#xE7;&#xE3;o danosa dos radicais livres e toxinas do sangue. Previne ou retarda a forma&#xE7;&#xE3;o de p&#xFA;rpuras imunol&#xF3;gicas e preserva a mucosa g&#xE1;strica das les&#xF5;es hemorr&#xE1;gicas induzidas por droga. Favorece a a&#xE7;&#xE3;o hemocin&#xE9;tica, facilitando o retorno venoso, avaliado pela t&#xE9;cnica reogr&#xE1;fica e pela inibi&#xE7;&#xE3;o da agrega&#xE7;&#xE3;o eritrocit&#xE1;ria no n&#xED;vel da microcircula&#xE7;&#xE3;o. Reduz o tempo e a intensidade da hemorragia capilar, sem exercer efeito direto ou indireto sobre a coagula&#xE7;&#xE3;o; de fato, n&#xE3;o modifica o tempo de coagula&#xE7;&#xE3;o nem o de protrombina; n&#xE3;o tem nenhum efeito sobre a agrega&#xE7;&#xE3;o plaquet&#xE1;ria e nem sobre o tra&#xE7;ado tromboelastogr&#xE1;fico; n&#xE3;o desenvolve a&#xE7;&#xE3;o vitam&#xED;nica K.</p> <h3>Dados Pr&#xE9;-Cl&#xED;nicos</h3> <p>Estudos de toxicidade foram realizados com ratos, camundongos, coelhos e c&#xE3;es. Estudos de toxicidade aguda (4 esp&#xE9;cies de animais utilizando 3g/kg), subaguda (2 esp&#xE9;cies animais utilizando 100mg/kg por 90 dias) e cr&#xF4;nica (50mg/kg por 280 dias), demonstraram que a aminaftona, administrada por via oral, possui baixa toxicidade. O uso de aminaftona em animais n&#xE3;o revelou efeitos sobre os processos de reprodu&#xE7;&#xE3;o e n&#xE3;o apresentou efeitos mutag&#xEA;nicos e teratog&#xEA;nicos.</p> </hr>"}

Como devo armazenar o Capilarema?

Você deve conservar Capilarema® em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C), protegido da luz e da umidade.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Características do medicamento

Os comprimidos de Capilarema® são de cor bege, circulares, planos e lisos.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Fontes consultadas

  • <li><em>Bula do Profissional do Medicamento Capilarema<sup>&#xAE;</sup>.</em></li>

Dizeres Legais do Capilarema

M.S. Nº 1.0146.0010

Farm. Resp.:
Dr. Celso Kaminsk Franceschini
CRF-SP n° 24.024

Laboratórios Baldacci LTDA:
Rua Pedro de Toledo, 520 - Vl. Clementino - São Paulo - SP
CNPJ: 61.150.447/0001-31
Indústria Brasileira


Venda sob prescrição médica.

Fabricante: Baldacci

© 2021 Medicamento Lab.