Brainfarma Tefin

10mg/g, caixa com 1 bisnaga com 20g de creme de uso dermatológico

Princípio ativo
:
Cloridrato De Butenafina
Classe Terapêutica
:
Antifúngicos Dermatológicos Tópicos
Requer Receita
:
Sim, necessita de Receita
Tipo de prescrição
:
Isento de Prescrição Médica
Categoria
:
Antifúngico
Especialidade
:
Dermatologia

Bula do medicamento

Tefin, para o que é indicado e para o que serve?

Tefin® creme é indicado para o tratamento de micoses superficiais da pele, como:

Pitiríase versicolor (micose de praia), tinea pedis (pé-de-atleta), tinea corporis (micose do corpo) e tinea cruris (micose da virilha).

Como o Tefin funciona?

{"tag":"hr","value":" <p>Tefin<sup>&#xAE;</sup> creme &#xE9; uma prepara&#xE7;&#xE3;o t&#xF3;pica antif&#xFA;ngica para a pele, utilizada no tratamento de diversas micoses, pois seu princ&#xED;pio ativo apresenta efeito <a href=\"https://consultaremedios.com.br/antifungico/c\" target=\"_blank\">antif&#xFA;ngico</a>, inibindo a s&#xED;ntese de um componente essencial da membrana do fungo.</p> <p>O in&#xED;cio da a&#xE7;&#xE3;o antif&#xFA;ngica &#xE9; de aproximadamente 6 horas ap&#xF3;s a aplica&#xE7;&#xE3;o.</p> "}

Quais as contraindicações do Tefin?

Não utilize Tefin® creme se você já teve alergia ou alguma reação incomum a qualquer um dos componentes da fórmula do produto.

Este medicamento é contraindicado para menores de 12 anos.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas ou amamentando sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Informe imediatamente seu médico ou cirurgião-dentista em caso de suspeita de gravidez ou se iniciar amamentação durante o tratamento ou após o seu término.

Como usar o Tefin?

Para a correta utilização de Tefin® creme, devem-se seguir as seguintes recomendações:

Antes do uso, bata levemente a bisnaga em superfície plana e macia com a tampa virada para cima, para que o conteúdo do produto esteja na parte inferior da bisnaga e não ocorra desperdício ao se retirar a tampa.

  • <li>Lavar bem as m&#xE3;os depois de aplicar a medica&#xE7;&#xE3;o na &#xE1;rea afetada. Evitar contato com os olhos, nariz, boca e outras mucosas. Tefin<sup>&#xAE;</sup> creme destina-se exclusivamente para uso externo.</li> <li>Secar bem a(s) &#xE1;rea(s) afetada(s) antes da aplica&#xE7;&#xE3;o, se desejar aplicar Tefin<sup>&#xAE;</sup> creme depois do banho.</li> <li>Usar a medica&#xE7;&#xE3;o pelo tempo recomendado, mesmo que os sintomas tenham melhorado.</li> <li>Informar ao m&#xE9;dico se a &#xE1;rea de aplica&#xE7;&#xE3;o apresentar sinais de aumento da irrita&#xE7;&#xE3;o, eritema (vermelhid&#xE3;o), prurido (coceira), queima&#xE7;&#xE3;o, bolhas, <a href="https://minutosaudavel.com.br/o-que-e-edema-tipos-cerebral-pulmonar-etc-e-tratamento/" rel="noopener" target="_blank">edema</a> (incha&#xE7;o) ou secre&#xE7;&#xE3;o.</li> <li>Evitar cobrir com <a href="https://consultaremedios.com.br/b/curativo-oclusivo" target="_blank">curativo oclusivo</a>, a &#xE1;rea afetada que est&#xE1; sendo tratada, exceto se orientado pelo m&#xE9;dico.</li> <li>N&#xE3;o utilizar esta medica&#xE7;&#xE3;o para outras doen&#xE7;as que n&#xE3;o sejam aquelas para as quais foi indicada.</li>

Tefin® creme destina-se exclusivamente para uso externo. Não se destina ao uso oftálmico, oral ou intravaginal.

Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico.

Não desaparecendo os sintomas, procure orientação de seu médico ou cirurgião-dentista.

Posologia do&nbsp;Tefin

{"tag":"hr","value":" <h3>Aplicar Tefin<sup>&#xAE;</sup> creme sobre a &#xE1;rea da pele afetada e ao seu redor da seguinte maneira:</h3> <h4> <em>Pitir&#xED;ase versicolor</em> (micose de praia)</h4> <p>Aplicar 1 vez ao dia, durante 2 semanas.</p> <h4> <em>Tinea pedis interdigital</em> (p&#xE9;-de-atleta)</h4> <p>Aplicar 1 vez ao dia, durante 4 semanas.</p> <h4> <em>Tinea corporis </em>(micose do corpo) ou <em>tinea cruris</em> (micose da virilha)</h4> <p>Aplicar 1 vez ao dia, durante 2 semanas.</p> <h2>O que devo fazer quando eu me esquecer de usar o&amp;nbsp;Tefin?</h2> <hr> <p>Se voc&#xEA; se esquecer de aplicar Tefin<sup>&#xAE;</sup> creme sobre a pele afetada, aplique assim que lembrar, conforme recomendado (1 vez ao dia).</p> <p><strong>Em caso de d&#xFA;vidas, procure orienta&#xE7;&#xE3;o do farmac&#xEA;utico ou de seu m&#xE9;dico, ou cirurgi&#xE3;o-dentista.</strong></p> </hr>"}

Quais cuidados devo ter ao usar o Tefin?

Tefin® creme só deve ser aplicado externamente. Deve-se evitar o contato com os olhos, nariz, boca e outras mucosas. Tefin® creme não é indicado para o uso nos olhos (oftálmico), na boca ou intravaginal.

Caso ocorra desenvolvimento de irritação ou sensibilidade com o uso de Tefin® creme, o médico deverá ser comunicado.

Os pacientes sensíveis a antifúngicos da classe alilamina devem usar Tefin® creme com cautela, devido à possibilidade de ocorrência de reações cruzadas. Avise seu médico desta eventualidade.

Uso na gravidez e amamentação

A segurança para o uso tópico de antifúngicos durante a gravidez e a amamentação não está estabelecida.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas ou amamentando sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Informe imediatamente seu médico ou cirurgião-dentista em caso de suspeita de gravidez ou se iniciar amamentação durante o tratamento ou após o seu término.

Deve-se evitar cobrir a área que está sendo tratada com curativos oclusivos.

Quais as reações adversas e os efeitos colaterais do Tefin?

Tefin® creme pode causar alguns efeitos não desejados. Apesar de nem todas essas reações adversas ocorrerem, você deve procurar atendimento médico caso alguma delas venha a ocorrer.

Foram relatadas as seguintes reações adversas relacionadas ao Tefin® Creme:

Reações Incomuns (ocorrem entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento)

Sensação de queimação ou formigamento, coceira ou piora do quadro clínico. Nenhum paciente tratado com Tefin® interrompeu o tratamento por causa de um evento adverso.

Reações Comuns (ocorrem entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento)

Alergia, vermelhidão, irritação e coceira.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

Qual a composição do Tefin?

Cada grama de creme contém:

{"tag":"table","value":{"heading":["<table border=\"1\" cellpadding=\"1\" cellspacing=\"1\" style=\"width:100%\"> <tbody> <tr> <td style=\"width:677px\"> <p style=\"text-align:center\"><a href=\"https://consultaremedios.com.br/cloridrato-de-butenafina/bula\" target=\"_blank\">Cloridrato de butenafina</a></p> </td> <td style=\"width:549px\"> <p style=\"text-align:center\">10mg</p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:677px\"> <p style=\"text-align:center\">Excipiente q.s.p</p> </td> <td style=\"width:549px\"> <p style=\"text-align:center\">1 grama</p> </td> </tr> </tbody> </table>"],"rows":[]}}

Excipiente:&nbsp;álcool benzílico, álcool cetílico, álcool etílico, benzoato de sódio, cera autoemulsionante, edetato dissódico, estearato peg-40, petrolato líquido, polissorbato 60, propilenoglicol, simeticona, petrolato branco, hidróxido de sódio e água.

Apresentação do&nbsp;Tefin

{"tag":"hr","value":" <p>Creme. Embalagem contendo 1 bisnaga de 20g.</p> <p><strong>Via de administra&#xE7;&#xE3;o: dermatol&#xF3;gica.</strong></p> <p><strong>Uso adulto e pedi&#xE1;trico acima de 12 anos.</strong></p> "}

Superdose: o que acontece se tomar uma dose do Tefin maior do que a recomendada?

Este medicamento deve ser usado somente na dose recomendada.

Até o momento não são conhecidos casos de superdose com o produto.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001 se você precisar de mais orientações.

Interação medicamentosa: quais os efeitos de tomar Tefin com outros remédios?

Até o momento não são conhecidas interações de Tefin® Creme com outros medicamentos.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Qual a ação da substância do Tefin (Cloridrato de Butenafina)?

Resultados de Eficácia

{"tag":"hr","value":" <p>Neste estudo duplo-cego, aleatorizado controlado para avalia&#xE7;&#xE3;o da butenafina no tratamento da <em>tinea pedis</em>, dos 80 pacientes com culturas de fungos positivos, em 40 foi aplicado butenafina creme a 1% e nos outros 40 aplicado ve&#xED;culo na &#xE1;rea afetada, uma vez ao dia durante 4 semanas. A efic&#xE1;cia foi avaliada durante o tratamento e ap&#xF3;s 4 semanas. Houve cura micol&#xF3;gica significativamente maior em pacientes que utilizaram butenafina do que nos que utilizaram ve&#xED;culo (butenafina, 88%; ve&#xED;culo, 33%) e de resposta cl&#xED;nica eficaz (butenafina, 78%; ve&#xED;culo, 35%). As diferen&#xE7;as entre os grupos de tratamento foram superiores (p &lt; 0,001) 4 semanas ap&#xF3;s o tratamento. Butenafina aplicado uma vez ao dia durante 4 semanas resultou numa resposta cl&#xED;nica eficaz e cura micol&#xF3;gica de <em>tinea pedis</em>, durante o tratamento. Os pacientes continuaram a melhorar, pelo menos, 4 semanas ap&#xF3;s o tratamento.<sup>1</sup></p> <p>Butenafina &#xE9; um agente <a href=\"https://consultaremedios.com.br/antifungico/c\" target=\"_blank\">antif&#xFA;ngico</a> sint&#xE9;tico benzilamina que pode ser fungicida contra organismos sens&#xED;veis, por exemplo, dermat&#xF3;fitos. Butenafina pode ser eficaz e seguro no tratamento da <em>tinea pedis</em> <em>interdigital </em>(aplicar duas vezes ao dia durante 1 semana ou uma vez ao dia durante 4 semanas), <em>tinea corporis / tinea cruris</em> (aplicar duas vezes ao dia, durante 2 semanas) e<em> pitir&#xED;ase versicolor</em> (aplicar uma vez ao dia por duas semanas). A efic&#xE1;cia da droga persiste por pelo menos 4 semanas ap&#xF3;s a descontinua&#xE7;&#xE3;o da terapia, sugerindo que h&#xE1; alguma reten&#xE7;&#xE3;o do f&#xE1;rmaco na pele ap&#xF3;s a suspens&#xE3;o do tratamento ativo.<sup>2</sup></p> <p>Butenafina, um derivado de benzilamina com uma potente atividade fungicida &#xE9; uma nova gera&#xE7;&#xE3;o de composto antimic&#xF3;tico que demonstrou ser extremamente eficaz contra <em>tinea pedis</em> experimentalmente induzida em cobaias, em situa&#xE7;&#xE3;o que se assemelha a esta patologia em humanos.</p> <p>Butenafina, com uma estrutura qu&#xED;mica e modo de a&#xE7;&#xE3;o semelhante ao das alilaminas, demonstra uma atividade fungicida superior, <em>in vitro</em>, contra dermat&#xF3;fitos e atividade fungist&#xE1;tica superior &#xE0; naftilina e terbinafina para C&#xE2;ndida albicans. <em>In vitro</em>, os dados farmacodin&#xE2;micos mostraram que a m&#xE9;dia geom&#xE9;trica dos valores de concentra&#xE7;&#xE3;o inibit&#xF3;rios m&#xED;nimos para butenafina eram comparativamente mais baixos do que aqueles de naftifina e <a href=\"https://consultaremedios.com.br/clotrimazol/bula\" target=\"_blank\">clotrimazol</a> contra isolados cl&#xED;nicos para muitos dermat&#xF3;fitos. Nas avalia&#xE7;&#xF5;es farmacocin&#xE9;ticas butenafina alcan&#xE7;a e mant&#xEA;m elevadas concentra&#xE7;&#xF5;es e tempo de reten&#xE7;&#xE3;o na pele. Em ensaios cl&#xED;nicos controlados, quando aplicada topicamente, butenafina parece ser bem tolerada, com uma sensa&#xE7;&#xE3;o de queima&#xE7;&#xE3;o leve subjetiva no local da aplica&#xE7;&#xE3;o. N&#xE3;o houve retiradas do estudo. Butenafina &#xE9; moderadamente sol&#xFA;vel em &#xE1;gua, mas facilmente sol&#xFA;vel em metanol, etanol, diclorometano e clorof&#xF3;rmio. Se adequadamente incorporada em prepara&#xE7;&#xF5;es t&#xF3;picas semi-s&#xF3;lidas, com um ve&#xED;culo equilibrado, o cloridrato de butenafina &#xE9; um potente agente antimic&#xF3;tico e uma alternativa promissora para o tratamento de<em> tinea pedis</em>. <sup>3</sup></p> <p>Neste estudo, comparou-se a efic&#xE1;cia e seguran&#xE7;a do cloridrato de butenafina e seu ve&#xED;culo quando utilizado uma vez ao dia, durante 2 semanas para tratar <em>tinea cruris</em>. Os pacientes (n = 93) com<em> tinea cruris</em> foram inscritos com exame positivo de hidr&#xF3;xido de pot&#xE1;ssio e cultura micol&#xF3;gica. Dos 76 pacientes avaliados quanto &#xE0; efic&#xE1;cia, sendo que 37 aplicaram butenafina e 39 aplicaram ve&#xED;culo uma vez ao dia, durante 2 semanas. As avalia&#xE7;&#xF5;es foram realizadas no final do per&#xED;odo de tratamento de 2 semanas e 4 semanas ap&#xF3;s o final do tratamento.</p> <p>Os pacientes no grupo de butenafina tiveram uma maior taxa de cura micol&#xF3;gica no 7&#xBA; dia (66 % vs 13 %, p &lt; 0,0001), com acentuada melhoria em 4 semanas ap&#xF3;s o final do tratamento (81% versus 13%, p &lt; 0,0001). Tiveram tamb&#xE9;m uma taxa mais elevada de efic&#xE1;cia no 7&#xBA; dia (29% vs 5%, p &lt; 0,01) e 4 semanas ap&#xF3;s o tratamento (73% versus 5%, p &lt; 0,0001 ). Os eventos adversos relacionados com o tratamento com butenafina foram limitadas a um caso de sensa&#xE7;&#xE3;o de <a href=\"https://minutosaudavel.com.br/queimaduras/\" rel=\"noopener\" target=\"_blank\">queimadura</a>, ap&#xF3;s a aplica&#xE7;&#xE3;o. Concluiu-se que a butenafina aplicada uma vez ao dia durante 2 semanas &#xE9; eficaz no tratamento da <em>tinea cruris</em>. A propor&#xE7;&#xE3;o de pacientes curados aumentou entre o final do tratamento e 4 semanas ap&#xF3;s o tratamento.<sup>4</sup></p> <p><em>Tinea cruris</em> e<em> tinea corporis</em> podem ser tratados por imidaz&#xF3;licos t&#xF3;picos (clotrimazol) ou agentes t&#xF3;picos mais recentes como a butenafina, um derivado benzilamina com atividade fungicida. A efic&#xE1;cia terap&#xEA;utica destes dois agentes foi comparada neste estudo. Oitenta pacientes, diagnosticados clinicamente com <em>tinea cruris</em> localizada ou <em>tinea corporis</em>, confirmado em exame&amp;nbsp;KOH, foram aleatoriamente designados para um dos dois grupos de tratamento, de forma duplo- cego; butenafina uma vez ao dia durante 2 semanas ou clotrimazol duas vezes ao dia durante 4 semanas. O acompanhamento foi feito em 1, 2, 4 e 8 semanas. Escore de avalia&#xE7;&#xE3;o cl&#xED;nica e exame KOH foram realizados em cada visita. Os pacientes que receberam a butenafina exibiram maior cura cl&#xED;nica, em compara&#xE7;&#xE3;o com os pacientes que receberam clotrimazol no final de uma semana (26,5% versus 2,9%), bem como maior cura micol&#xF3;gica (61,7% vs 17,6%). No entanto, essa diferen&#xE7;a n&#xE3;o foi significativa em 4 e 8 semanas.<sup>5</sup></p> <p><strong>Refer&#xEA;ncias bibliogr&#xE1;ficas:&#x200B;&#x200B;&#x200B;&#x200B;&#x200B;&#x200B;&#x200B;</strong></p> <p><span style=\"font-size:11px\">1. Tschen E, Elewshi B, Gorsulowsky DC, et al. Treatment of interdigital <em>tinea pedis</em> with a 4 week once-daily regimen of butenafine hydrochloride 1% cream. J Am Acad Dermatol. 1997; 36 (2 Pt 1): S9-14.<br> 2. Gupta AK. Butenafine: an update of its use in superficial mycoses. Skin Therapy Lett. 2002;7(7):1-2, 5.<br> 3. Syed TA, Maibach HI. Butenafine hydrochloride: for the treatment of interdigital <em>tinea pedis</em>. Expert Opin Pharmacother. 2000;1(3):467-73.<br> 4. Lesher JL Jr, Babel DE, Stewart DM, et al. Butenafine 1% cream in the treatment of <em>tinea cruris</em>: a multicenter, vehicle-controlled, double-blind trial. J Am Acad Dermatol. 1997;36(2 Pt 1):S20-4.<br> 5. Singal A, Pandhi D, Agrawal S, et al. Comparative efficacy of topical 1% butenafine and 1% clotrimazole in <em>tinea cruris </em>and<em> tinea corporis</em>: a randomized, double-blind trial. J Dermatolog Treat. 2005;16(5-6):331-5.</br></br></br></br></span></p> <h2>Caracter&#xED;sticas Farmacol&#xF3;gicas</h2> <hr> <h3>Farmacocin&#xE9;tica</h3> <p>Em um estudo conduzido em indiv&#xED;duos saud&#xE1;veis durante 14 dias, 6g da prepara&#xE7;&#xE3;o do cloridrato de butenafina na forma de creme foram aplicados uma vez ao dia no dorso da pele (3.000cm<sup>2</sup> ) de 7 indiv&#xED;duos e 20g foram aplicados uma vez ao dia nos bra&#xE7;os, no tronco e na regi&#xE3;o inguinal (10.000cm<sup>2</sup> ) de outros 12 indiv&#xED;duos. Depois de 14 dias de tratamento, o grupo com dose de 6g apresentou uma m&#xE9;dia de concentra&#xE7;&#xE3;o plasm&#xE1;tica m&#xE1;xima, C<sub>m&#xE1;x</sub>, de 1,4 + 0,8ng/mL com um T<sub>m&#xE1;x</sub>, de 15 + 8 horas.</p> <p>No grupo com dose de 20g, a m&#xE9;dia C<sub>m&#xE1;x </sub>foi de 5,0 + 2,0ng/mL, com uma m&#xE9;dia T<sub>m&#xE1;x</sub> de 6 + 6 horas e m&#xE9;dia AUC0-24h de 87,8 + 45,3ng.h/mL. Observou-se uma queda bif&#xE1;sica das concentra&#xE7;&#xF5;es plasm&#xE1;ticas do cloridrato de butenafina com as meias-vidas estimadas, respectivamente, em 35 horas e maiores que 150 horas. Setenta e duas horas depois da aplica&#xE7;&#xE3;o da &#xFA;ltima dose, as concentra&#xE7;&#xF5;es plasm&#xE1;ticas m&#xE9;dias reduziram-se para 0,3 + 0,2ng/mL para o grupo com dose de 6g e 1,1 + 0,9ng/mL para o grupo com dose de 20g. Baixos n&#xED;veis de cloridrato de butenafina permaneceram no plasma 7 dias ap&#xF3;s a aplica&#xE7;&#xE3;o da &#xFA;ltima dose (m&#xE9;dia: 0,1 + 0,2ng/mL para o grupo com dose de 6g e 0,7 + 0,5ng/mL para o grupo com dose de 20g). A quantidade total (ou porcentagem da dose) do cloridrato de butenafina absorvido atrav&#xE9;s da pele para a circula&#xE7;&#xE3;o sist&#xEA;mica n&#xE3;o foi quantificada. Determinou-se que o metab&#xF3;lito prim&#xE1;rio na urina foi obtido atrav&#xE9;s de hidroxila&#xE7;&#xE3;o na cadeia terminal t-butil lateral.</p> <p>Em 11 pacientes com <em>tinea pedis</em>, a prepara&#xE7;&#xE3;o de cloridrato de butenafina foi aplicada nos pacientes at&#xE9; cobrir a &#xE1;rea de pele afetada e a &#xE1;rea imediatamente adjacente, uma vez ao dia durante 4 semanas, e uma &#xFA;nica amostra de sangue foi coletada entre 10 e 20 horas depois da administra&#xE7;&#xE3;o, 1, 2 e 4 semanas ap&#xF3;s o tratamento. A concentra&#xE7;&#xE3;o plasm&#xE1;tica do cloridrato de butenafina variou de indetect&#xE1;vel a 0,3ng/mL.</p> <p>Em 24 pacientes com <em>tinea cruris</em> a prepara&#xE7;&#xE3;o de cloridrato de butenafina foi aplicada pelos pr&#xF3;prios pacientes at&#xE9; cobrir a &#xE1;rea de pele afetada e a &#xE1;rea imediatamente adjacente, uma vez ao dia durante 2 semanas (dose di&#xE1;ria m&#xE9;dia: 1,3 + 0,2g). Uma &#xFA;nica amostra de sangue foi coletada entre 0,5 e 65 horas depois da &#xFA;ltima dose e a concentra&#xE7;&#xE3;o plasm&#xE1;tica do cloridrato de butenafina variou de indetect&#xE1;vel a 2,52ng/mL (m&#xE9;dia + DP: 0,91 + 0,15ng/mL). Quatro semanas depois da interrup&#xE7;&#xE3;o do tratamento, a concentra&#xE7;&#xE3;o plasm&#xE1;tica do cloridrato de butenafina variou de indetect&#xE1;vel at&#xE9; 0,28ng/mL.</p> <h4>Microbiologia</h4> <p>O cloridrato de butenafina &#xE9; um derivado de benzilamina com um modo de a&#xE7;&#xE3;o semelhante ao da classe alilamina de drogas antif&#xFA;ngicas. A hip&#xF3;tese &#xE9; de que o cloridrato de butenafina age inibindo a epoxida&#xE7;&#xE3;o de escaleno, bloqueando assim a bioss&#xED;ntese de ergosterol, um componente essencial das membranas das c&#xE9;lulas f&#xFA;ngicas. Os derivados de benzilamina, como as alilaminas, agem em um&amp;nbsp;passo mais inicial na bioss&#xED;ntese de ergosterol do que a classe dos az&#xF3;licos de drogas antif&#xFA;ngicas.</p> <p>Considerando as similaridades entre as estruturas e caracter&#xED;sticas funcionais entre a butenafina e drogas da classe alilamina, um potencial mecanismo <a href=\"https://consultaremedios.com.br/dor-febre-e-contusao/anti-inflamatorios/c\" target=\"_blank\">anti-inflamat&#xF3;rio</a> pode ser compartilhado entre as duas classes. O cloridrato de butenafina demonstra inerente propriedade anti-inflamat&#xF3;ria, <em>in vivo</em>, conforme demonstrado pela redu&#xE7;&#xE3;o da resposta eritematosa cut&#xE2;nea ap&#xF3;s irradia&#xE7;&#xE3;o UVB.</p> <p>Dependendo da concentra&#xE7;&#xE3;o da droga e da esp&#xE9;cie do fungo testado, o cloridrato de butenafina age como um agente fungicida tanto <em>in vitro</em> quanto <em>in vivo</em>.</p> <h5>O cloridrato de butenafina demonstrou ser ativo contra a maioria das cepas dos seguintes microorganismos, tanto <em>in vitro</em> quanto em infec&#xE7;&#xF5;es cl&#xED;nicas:</h5> <ul> <li><em>Epidermophyton floccosum.</em></li> <li><em>Malassezia furfur.</em></li> <li><em>Trichophyton mentagrophytes.</em></li> <li><em>Trichophyton rubrum.</em></li> <li><em>Trichophyton tonsurans.</em></li> </ul> </hr>"}

Como devo armazenar o Tefin?

Tefin® creme deve ser conservado em temperatura ambiente (entre 15 e 30° C).

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Características do medicamento

Tefin® creme apresenta-se na forma de creme branco e uniforme.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Dizeres Legais do Tefin

M.S. nº 1.5584.0042

Farm. Resp.:
Rodrigo Molinari Elias
CRF-GO nº 3.234

Registrado por:
Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica S.A.
VPR 3 - Quadra 2- C - Módulo 01 - B - DAIA - Anápolis - GO
CEP 75132- 015
C.N.P.J.: 05.161.069/0001-10
Indústria Brasileira




Fabricado por:
Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica S.A
VPR 1 - Quadra 2- A - Módulo 4
DAIA - Anápolis - GO
CEP 75132-020



Siga corretamente o modo de usar, não desaparecendo os sintomas procure orientação médica.

Fabricante: Brainfarma

© 2021 Medicamento Lab.