Cosmed Trinida

500mg, caixa com 6 comprimidos revestidos

Princípio ativo
:
Nitazoxanida
Classe Terapêutica
:
Outros Antiparasitários
Requer Receita
:
Sim, necessita de Receita
Tipo de prescrição
:
Branca Comum (Venda Sob Prescrição Médica)
Categoria
:
Antiparasitários
Especialidade
:
Gastroenterologia, Ginecologia, Pediatria e Clínica Médica

Bula do medicamento

Trinida, para o que é indicado e para o que serve?

Trinida é indicado no tratamento das seguintes infecções:

  • <li>Gastroenterites virais provocadas por rotav&#xED;rus e norov&#xED;rus;</li> <li>Helmint&#xED;ases provocadas por nemat&#xF3;deos, cest&#xF3;deos e tremat&#xF3;deos, como: <em>Enterobius vermicularis</em>, <em>Ascaris lumbricoides, Strongyloides stercolaris, Ancylostoma duodenale, Necator americanus, Trichuris trichiura, Taenia sp </em>e<em> Hymenolepis nana</em>;</li> <li><a href="https://minutosaudavel.com.br/o-que-e-amebiase-sintomas-tratamento-prevencao-remedio-e-cura/" rel="noopener" target="_blank">Ameb&#xED;ase</a>, para tratamento da diarreia por ameb&#xED;ase intestinal aguda ou <a href="https://consultaremedios.com.br/aparelho-digestivo/diarreia/c" target="_blank">disenteria</a> amebiana causada pelo complexo<em> Entamoeba histolytica/d&#xED;spar</em>;</li> <li><a href="https://minutosaudavel.com.br/tudo-sobre-giardiase-o-que-e-sintomas-tratamento-prevencao-e-mais/" rel="noopener" target="_blank">Giard&#xED;ase</a>, para tratamento da diarreia causada por <em>Giardia lamblia </em>ou <em>Giardia intestinalis</em>;</li> <li>Criptosporid&#xED;ase, para tratamento da diarreia causada por <em>Cryptosporidium parvum</em>;</li> <li>Blastocistose, balantid&#xED;ase e isospor&#xED;ase, causadas, respectivamente, por <em>Blastocistis hominis, Balantidium coli e Isospora belli</em>.</li>

Como o&nbsp;Trinida funciona?

{"tag":"hr","value":" <p>Trinida age contra protozo&#xE1;rios por meio da inibi&#xE7;&#xE3;o de uma enzima indispens&#xE1;vel &#xE0; vida do parasita. O mesmo parece ocorrer em rela&#xE7;&#xE3;o aos vermes, embora outros mecanismos, ainda n&#xE3;o totalmente esclarecidos, possam estar envolvidos.</p> <p>A a&#xE7;&#xE3;o sobre v&#xED;rus se d&#xE1; atrav&#xE9;s da inibi&#xE7;&#xE3;o da s&#xED;ntese da estrutura viral, bloqueando a habilidade do v&#xED;rus em se multiplicar.</p> <p>O tempo m&#xE9;dio de a&#xE7;&#xE3;o do medicamento est&#xE1; estimado entre duas a quatro horas ap&#xF3;s a sua administra&#xE7;&#xE3;o.</p> "}

Quais as contraindicações do Trinida?

Você não deve utilizar Trinida na presença das seguintes condições:

  • <li><a href="https://consultaremedios.com.br/sistema-cardiovascular-circulacao/diabetes/c" target="_blank">Diabetes</a>, doen&#xE7;as hep&#xE1;ticas (no <a href="https://consultaremedios.com.br/aparelho-digestivo/figado/c" target="_blank">f&#xED;gado</a>) ou doen&#xE7;a renal;</li> <li>Hipersensibilidade (alergia) a qualquer um dos componentes da f&#xF3;rmula.</li>

Este medicamento é contraindicado para menores de 12 anos.

Como usar o Trinida?

Trinida deve ser administrado com alimentos, o que garante uma elevada absorção do medicamento.

Posologia do&nbsp;Trinida

{"tag":"hr","value":" <table border=\"1\" cellpadding=\"1\" cellspacing=\"1\" style=\"width:100%\"> <tbody> <tr> <td style=\"width:425px\"> <p style=\"text-align:center\"><strong>Indica&#xE7;&#xE3;o</strong></p> </td> <td style=\"text-align:center; width:423px\"><strong>Dosagem</strong></td> <td style=\"width:373px\"> <p style=\"text-align:center\"><strong>Dura&#xE7;&#xE3;o</strong></p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:425px\"> <p style=\"text-align:center\">Gastroenterites virais causadas por rotav&#xED;rus e norov&#xED;rus</p> </td> <td style=\"text-align:center; width:423px\">Um comprimido revestido (500mg), duas vezes por dia (a cada 12 horas)</td> <td style=\"width:373px\"> <p style=\"text-align:center\">3 dias consecutivos</p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:425px\"> <p style=\"text-align:center\">Helmint&#xED;ases, ameb&#xED;ase, giard&#xED;ase, isospor&#xED;ase, balantid&#xED;ase, blastocistose</p> </td> <td style=\"text-align:center; width:423px\">Um comprimido revestido (500mg), duas vezes por dia (a cada 12 horas)</td> <td style=\"width:373px\"> <p style=\"text-align:center\">3 dias consecutivos</p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:425px\"> <p style=\"text-align:center\">Criptosporid&#xED;ase em pacientes sem imunodepress&#xE3;o</p> </td> <td style=\"text-align:center; width:423px\">Um comprimido revestido (500mg), duas vezes por dia (a cada 12 horas)</td> <td style=\"width:373px\"> <p style=\"text-align:center\">3 dias consecutivos</p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:425px\"> <p style=\"text-align:center\">Criptosporid&#xED;ase em pacientes imunodeprimidos, se a contagem de CD4 for superior a 50 c&#xE9;lulas/mm<sup>3</sup></p> </td> <td style=\"text-align:center; width:423px\">Um ou dois comprimidos revestidos (500mg a 1000mg), duas vezes por dia (a cada 12 horas)</td> <td style=\"width:373px\"> <p style=\"text-align:center\">14 dias consecutivos</p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:425px\"> <p style=\"text-align:center\">Criptosporid&#xED;ase em pacientes imunodeprimidos, se a contagem de CD4 for inferior a 50 c&#xE9;lulas/mm<sup>3</sup></p> </td> <td style=\"text-align:center; width:423px\">Um ou dois comprimidos revestidos (500mg a 1000mg), duas vezes por dia (a cada 12 horas)</td> <td style=\"width:373px\"> <p style=\"text-align:center\">Deve-se manter a medica&#xE7;&#xE3;o por, no m&#xED;nimo, oito semanas ou at&#xE9; a resolu&#xE7;&#xE3;o dos sintomas e negativa&#xE7;&#xE3;o dos oocistos</p> </td> </tr> </tbody> </table> <p><strong>Siga a orienta&#xE7;&#xE3;o de seu m&#xE9;dico, respeitando sempre os hor&#xE1;rios, as doses e a dura&#xE7;&#xE3;o do tratamento. N&#xE3;o interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu m&#xE9;dico. </strong></p> <p><strong>Este medicamento n&#xE3;o deve ser partido, aberto ou mastigado.</strong></p> <h2>O que devo fazer quando eu me esquecer de usar o&amp;nbsp;Trinida?</h2> <hr> <p>Em caso de esquecimento, tomar o comprimido revestido esquecido imediatamente e continuar o tratamento regularmente. Caso j&#xE1; esteja perto do hor&#xE1;rio da pr&#xF3;xima dose, desconsiderar o comprimido revestido esquecido e continuar o tratamento tomando o pr&#xF3;ximo comprimido revestido no hor&#xE1;rio habitual. N&#xE3;o duplique as doses para compensar eventuais esquecimentos.</p> <p><strong>Em caso de d&#xFA;vidas, procure orienta&#xE7;&#xE3;o do farmac&#xEA;utico ou de seu m&#xE9;dico, ou cirurgi&#xE3;o-dentista.</strong></p> </hr>"}

Quais cuidados devo ter ao usar o Trinida?

As seguintes medidas higiênicas são recomendadas para combater as parasitoses:

  • <li>Lavar bem as frutas e verduras;</li> <li>Lavar bem os utens&#xED;lios dom&#xE9;sticos;</li> <li>Manter os alimentos e dep&#xF3;sitos de &#xE1;gua cobertos;</li> <li>Manter as m&#xE3;os sempre limpas e as unhas cortadas, evitar lev&#xE1;-las a boca e lav&#xE1;-las antes das refei&#xE7;&#xF5;es e ap&#xF3;s ir ao banheiro;</li> <li>Utilizar &#xE1;gua tratada, filtrada ou fervida e n&#xE3;o beber &#xE1;gua em recipientes impr&#xF3;prios;</li> <li>Manter local adequado para dep&#xF3;sito de fezes humanas ou de animais (fossas e latrinas), evacuar em local apropriado (vaso sanit&#xE1;rio) e manter as instala&#xE7;&#xF5;es sanit&#xE1;rias limpas;</li> <li>N&#xE3;o utilizar fezes humanas como adubo;</li> <li>N&#xE3;o comer carne su&#xED;na e/ou bovina crua ou mal cozida;</li> <li>N&#xE3;o adquirir carne de proced&#xEA;ncia duvidosa;</li> <li>N&#xE3;o andar descal&#xE7;o em locais possivelmente infectados.</li>

Lactação (amamentação)

Trinida somente deve ser utilizado por mulheres que estejam amamentando se o médico avaliar que os benefícios justificam o risco potencial para o lactente (criança que está sendo amamentada).

Gravidez

Trinida somente deve ser utilizado durante a gravidez se o médico avaliar que os benefícios justificam o risco potencial para o feto.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Atenção: este medicamento contém açúcar, portanto, deve ser usado com cautela em portadores de Diabetes.

Quais as reações adversas e os efeitos colaterais do Trinida?

Reações comuns (ocorrem entre 1% e 10 % dos pacientes que utilizam este medicamento)

Dor abdominal do tipo cólica, diarreia, náusea (enjoo), vômito e dor de cabeça.

Reações incomuns (ocorrem entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento)

Reação alérgica, aumento dos níveis sanguíneos de transaminase glutâmica pirúvica (uma enzima do fígado), anemia, aumento do apetite, aumento da creatinina no sangue, hiperidrose (transpiração excessiva), tontura, coloração amarelo claro no olho, febre, flatulência (gases), hipertensão (aumento da pressão arterial), prurido (coceira), rinite, aumento das glândulas salivares, taquicardia (aceleração dos batimentos cardíacos), coloração amarelada ou amarelo-esverdeada da urina ou esperma.

Trinida pode produzir alteração da cor dos fluidos fisiológicos (ex.: urina e esperma) para amarelo esverdeado, sem qualquer significado clínico. Isto se deve à coloração de alguns dos componentes da fórmula. Se a cor alterada persistir após o término do uso do medicamento, procure o médico.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

Qual a composição do Trinida?

Cada comprimido revestido contém:

{"tag":"table","value":{"heading":["<table border=\"1\" cellpadding=\"1\" cellspacing=\"1\" style=\"width:100%\"> <tbody> <tr> <td> <p style=\"text-align:center\"><a href=\"https://consultaremedios.com.br/nitazoxanida/bula\" target=\"_blank\">Nitazoxanida</a></p> </td> <td> <p style=\"text-align:center\">500mg</p> </td> </tr> <tr> <td> <p style=\"text-align:center\">Excipientes q.s.p</p> </td> <td> <p style=\"text-align:center\">1 comprimido revestido</p> </td> </tr> </tbody> </table>"],"rows":[]}}

Excipientes:&nbsp;amido, hipromelose, sacarose, amidoglicolato de sódio, talco, estearato de magnésio, copolímero de ácido metacrílico e metacrilato de etila, dióxido de titânio, corante D&C amarelo laca nº 10, trietilcitrato e polissorbato 80.

Apresentação do&nbsp;Trinida

{"tag":"hr","value":" <p>Comprimido Revestido. Embalagem contendo 6 comprimidos revestidos.</p> <p><strong>Via de administra&#xE7;&#xE3;o: oral.</strong></p> <p><strong>Uso adulto e pedi&#xE1;trico acima de 12 anos.</strong></p> <p><strong>Medicamento similar equivalente ao medicamento de refer&#xEA;ncia.</strong></p> "}

Superdose: o que acontece se tomar uma dose do Trinida maior do que a recomendada?

No caso de uso de uma grande dose, deve-se procurar orientação médica. Os sintomas e sinais podem se limitar a dores abdominais, náusea, vômito e diarreia. Lavagem gástrica pode ser eficaz, se realizada logo após a ingestão do medicamento. Os pacientes devem ser cuidadosamente observados e receber suporte sintomático.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

Interação medicamentosa: quais os efeitos de tomar Trinida com outros remédios?

Interação medicamento-medicamento

A nitazoxanida não tem efeitos significativos na inibição do citocromo P450 e, portanto, não são esperadas interações medicamentosas. No entanto, a nitazoxanida possui alta taxa de ligação às proteínas plasmáticas e, por isso, seu médico deve ter cautela no caso de coadministração com outros fármacos com elevada taxa de ligação proteica, como os anticoagulantes cumarínicos (ex.: varfarina) e o anticonvulsivante fenitoína.

Interação medicamento-alimento

A ingestão da nitazoxanida com alimento aumenta a absorção do medicamento.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

Interação alimentícia: posso usar o Trinida com alimentos?

Nitazoxanida deve ser administrado com alimentos, o que garante uma elevada absorção do medicamento.

Efeito do alimento

Quando a nitazoxanida em comprimidos é administrada com alimento, a AUC da tizoxanida e da tizoxanida glicuronídeo no plasma aumenta quase duas vezes e a Cmax, quase 50%.

Quando a nitazoxanida em suspensão oral é administrada com alimento, a AUC da tizoxanida e tizoxanida glicuronídeo aumenta cerca de 45-50% e a Cmax, ≥10%.

Qual a ação da substância do Trinida (Nitazoxanida)?

Resultados de Eficácia

{"tag":"hr","value":" <h3>Diarreia causada por <em>Giardia lamblia</em> em adultos e adolescentes com idade igual ou superior a 12 anos</h3> <p>Em um estudo duplo-cego controlado, conduzido em adultos e adolescentes com diarreia causada por <em>Giardia lamblia</em>, um esquema de tr&#xEA;s dias de tratamento com Nitazoxanida comprimido 500 mg, duas vezes ao dia, foi comparado com um comprimido de placebo por tr&#xEA;s dias. Um outro estudo duplo-cego controlado, conduzido em adultos e adolescentes com diarreia causada por <em>Giardia lamblia</em>, comparou comprimidos de Nitazoxanida 500 mg, duas vezes ao dia, por tr&#xEA;s dias com um comprimido de placebo.</p> <p>As taxas de resposta cl&#xED;nica, quatro a sete dias ap&#xF3;s o tratamento, foram superiores a 83% em ambos os estudos.<sup> (1)</sup></p> <h3>Diarreia causada pela <em>Giardia lamblia</em> em pacientes pedi&#xE1;tricos com 1 a 11 anos de idade</h3> <p>Em um estudo randomizado controlado, conduzido no Peru com cento e dez pacientes pedi&#xE1;tricos com diarreia causada por <em>Giardia lamblia</em>, um curso de tr&#xEA;s dias de tratamento com Nitazoxanida suspens&#xE3;o oral (100 mg, duas vezes ao dia em crian&#xE7;as de 24 a 47 meses; 200 mg, duas vezes ao dia em crian&#xE7;as de 4 a 11 anos) foi comparado com um curso de cinco dias de tratamento com <a href=\"https://consultaremedios.com.br/metronidazol/bula\" target=\"_blank\">metronidazol</a> (125 mg, duas vezes ao dia em crian&#xE7;as de 2 a 5 anos; 250 mg, duas vezes ao dia em crian&#xE7;as de 6 a 11 anos). A resposta cl&#xED;nica, avaliada tr&#xEA;s a sete dias ap&#xF3;s o in&#xED;cio do tratamento, foi de 85% no grupo Nitazoxanida <em>versus </em>80% no grupo metronidazol.<sup> (2)</sup></p> <h3>Diarreia causada por <em>Cryptosporidium parvum</em> em adultos e adolescentes com idade igual ou superior a 12 anos</h3> <p>Em um estudo duplo-cego controlado, conduzido no Egito em adultos e adolescentes com diarreia causada por <em>Cryptosporidium parvum</em>, um curso de tratamento de tr&#xEA;s dias com Nitazoxanida comprimido 500 mg, duas vezes ao dia, foi comparado a um comprimido de placebo por tr&#xEA;s dias. Um segundo grupo de pacientes recebeu, em regime aberto, uma suspens&#xE3;o oral de Nitazoxanida 500 mg/25 mL, duas vezes ao dia, por tr&#xEA;s dias. As taxas de resposta cl&#xED;nica foram 96% e 87%, respectivamente, para Nitazoxanida comprimido e suspens&#xE3;o oral, <em>versus </em>41% para o grupo que recebeu o placebo.<sup> (3)</sup></p> <h3>Diarreia causada por <em>Cryptosporidium parvum </em>em pacientes pedi&#xE1;tricos com 1 a 11 anos de idade</h3> <p>Em dois estudos duplo-cegos controlados, em pacientes pedi&#xE1;tricos com diarreia causada por <em>Cryptosporidium parvum</em>, um curso de tr&#xEA;s dias de tratamento com Nitazoxanida suspens&#xE3;o oral (100 mg, duas vezes ao dia em crian&#xE7;as de 12 a 47 meses; 200 mg, duas vezes ao dia em crian&#xE7;as de 4 a 11 anos) foi comparado com um placebo. As taxas de resposta cl&#xED;nica, tr&#xEA;s a sete dias p&#xF3;s-tratamento, foram 88% no grupo tratado com a suspens&#xE3;o oral de Nitazoxanida e 38% no grupo placebo.<sup> (4)</sup></p> <p>Em um estudo realizado em Z&#xE2;mbia com crian&#xE7;as desnutridas e internadas, com idade entre 12 a 35 meses, a taxa de resposta cl&#xED;nica &#xE0; Nitazoxanida foi de 56% <em>versus </em>23% para o grupo de pacientes tratados com placebo.<sup> (5)</sup></p> <h3>Diarreia causada por rotav&#xED;rus</h3> <p>Um estudo cl&#xED;nico duplo-cego randomizado e controlado por placebo, em pacientes pedi&#xE1;tricos com idade de 5 meses a 7 anos (idade mediana =11 meses), internados com grave diarreia, tendo o rotav&#xED;rus como &#xFA;nico agente etiol&#xF3;gico da <a href=\"https://minutosaudavel.com.br/gastroenterite/\" rel=\"noopener\" target=\"_blank\">gastroenterite</a>, avaliou a Nitazoxanida suspens&#xE3;o oral 7,5 mg/kg e o placebo, duas vezes ao dia, por tr&#xEA;s dias. Todos os pacientes permaneceram hospitalizados por sete dias ap&#xF3;s o in&#xED;cio do tratamento. O desfecho prim&#xE1;rio foi o tempo desde a primeira dose at&#xE9; a resolu&#xE7;&#xE3;o da doen&#xE7;a, sendo usada a an&#xE1;lise por inten&#xE7;&#xE3;o-de-tratar modificada. A an&#xE1;lise de sobreviv&#xEA;ncia mostrou que o tempo mediano para a resolu&#xE7;&#xE3;o da doen&#xE7;a foi de trinta e uma horas (IQR: 22-73) para o grupo tratado com a Nitazoxanida, comparado com setenta e cinco horas (IQR; 51-124) para o grupo placebo (p=0,0137), mostrando que o curso com Nitazoxanida reduziu significativamente a dura&#xE7;&#xE3;o da doen&#xE7;a pelo rotav&#xED;rus em pacientes pedi&#xE1;tricos hospitalizados. N&#xE3;o foram relatados eventos adversos.<sup> (6)</sup></p> <h3>Diarreia causada por v&#xED;rus em adolescentes e adultos</h3> <p>Cinquenta pacientes ambulatoriais com idade igual ou superior a 12 anos (media 33,5 anos), apresentando diarreia e exame de fezes positivo (ELISA) para norov&#xED;rus, rotav&#xED;rus e adenov&#xED;rus, foram inscritos em um ensaio cl&#xED;nico duplo-cego controlado por placebo para avaliar a Nitazoxanida no tratamento de gastroenterites virais. Os pacientes foram randomicamente designados para o tratamento com Nitazoxanida comprimidos 500 mg ou placebo, duas vezes ao dia, por tr&#xEA;s dias. O desfecho prim&#xE1;rio foi o tempo, a partir da primeira dose, at&#xE9; a resolu&#xE7;&#xE3;o dos sintomas. A an&#xE1;lise foi por inten&#xE7;&#xE3;o-de tratar para quarenta e cinco pacientes, excluindo-se cinco pacientes com outros enteropat&#xF3;genos no per&#xED;odo basal. Os resultados mostraram que o tempo mediano de resolu&#xE7;&#xE3;o dos sintomas, a partir da primeira dose, foi 1,5 dias (IQR: 0.5-2,5) para os pacientes tratados com Nitazoxanida e 2,5 dias (IQR: 1,5-4,5) para o grupo placebo. Significantes redu&#xE7;&#xF5;es no tempo de resolu&#xE7;&#xE3;o dos sintomas foram observadas em todos os pacientes analisados (p&lt;0,0001) e nos subgrupos de pacientes com rotav&#xED;rus (p=0,0052) e norov&#xED;rus (p=0,0295). N&#xE3;o se observaram eventos adversos.<sup> (7)</sup></p> <h3>Infec&#xE7;&#xF5;es parasit&#xE1;rias mistas</h3> <p>Um estudo para avaliar a efic&#xE1;cia e a seguran&#xE7;a da Nitazoxanida como agente &#xFA;nico para tratamento de um amplo espectro de infec&#xE7;&#xF5;es parasit&#xE1;rias mistas por protozo&#xE1;rios e helmintos, foi conduzido no M&#xE9;xico. Tr&#xEA;s amostras fecais de 1.824 adultos e crian&#xE7;as foram rastreadas para presen&#xE7;a de oocistos, cistos, trofozo&#xED;tas, ovos ou larvas de protozo&#xE1;rios ou helmintos intestinais. Duzentos e quarenta e seis adultos e crian&#xE7;as infectadas com pelo menos um protozo&#xE1;rio e dois helmintos receberam 7,5 mg/kg de Nitazoxanida (500 mg para adultos e 200 mg para crian&#xE7;as com menos de 12 anos de idade) a cada doze horas, por tr&#xEA;s dias consecutivos. Amostras de fezes foram examinadas nos dias 6, 7, 8, 13, 14 e 15 (&#xB1; 1) ap&#xF3;s o in&#xED;cio do tratamento, usando a t&#xE9;cnica de formalina-&#xE9;ter de concentra&#xE7;&#xE3;o e de Kato-Katz de contagem de ovos. O tratamento com Nitazoxanida foi eficaz em 71-100% na elimina&#xE7;&#xE3;o da evid&#xEA;ncia de infec&#xE7;&#xE3;o por <em>Entamoeba histolytica/E. d&#xED;spar, Giardia duodenalis, Bastocystis hominis, Isospora belli, Enterobius vermicularis, Ascaris lumbricoides, Trichuris trichiura</em> e <em>Hymenolepis nana</em>. Os valores qu&#xED;micos cl&#xED;nicos e hematol&#xF3;gicos obtidos antes e ap&#xF3;s o tratamento n&#xE3;o foram afetados pela Nitazoxanida. O medicamento foi bem tolerado e apenas quinze pacientes (6,1%) relataram leve dor abdominal que cedeu em menos de vintee quatro horas.<sup> (8)</sup></p> <p><strong>Refer&#xEA;ncias:</strong></p> <p><span style=\"font-size:11px\">1 &#x2013; Rossignol JF, Ayoub A, Ayers MS. Treatment of Diarrhea Caused by Giardia intestinalis and Entamoeba histolytica or E. dispar: A Randomized, Double-Blind, Placebo-Controlled Study of Nitazoxanide. Journal of Infectious Diseases. 2001; 184:381-4.<br> 2 - Ortiz JJ, Ayoub A, Gargala G, Chegne N L &amp; Favennec L. Randomized clinical study of nitazoxanide compared to metronidazole in the treatment of symptomatic giardiasis in children from Northern Peru. Aliment Pharmacol Ther 2001; 15: 1409&#xB1;1415. Aliment Pharmacol Ther 2001; 15: 1409-1415.<br> 3 - Rossignol JF, Kabil SM, El-Gohary Y and Younis AM. Effect of Nitazoxanide in Diarrhea and Enteritis Caused by Cryptosporidium Species. Clinical Gastroenterology and Hepatology 2006;4:320-324.<br> 4- Rossignol JF, Ayoub A and Ayers MS. Treatment of Diarrhea Caused by Cryptosporidium parvum: A Prospective Randomized, Double-Blind, Placebo-Controlled study of Nitazoxanide. The Journal of Infectous Diseases 2001;184:103-6.<br> 5 &#x2013; Amadi B, Mwiva M, Musuku J, Watuka A, Sianongo S, Ayoub A and Kelly P. Effect of nitazoxanide on mobility and mortality in Zambian children with cryptosporidiosis: a randomized controlled trial. Lancet 2002 Nov2;360(9343): 1375-80.<br> 6 &#x2013; Rossignol JF, Abu-Zekry M and Santoro MG. Effect of nitazoxanide for treatment of severe rotavirus diarrhea: randomized double-blind placebo-controlled trial. Lancet 2006 June 13; 368(9530):124-129.<br> 7 &#x2013; Rossignol JF and El-Gohary M. Nitazoxanide in treatment of viral gastroenteritis: a randomized double-blind placebo-controlled clinical trial. Aliment Pharmacol Ther 2006; 24: 1423-1430.<br> 8 &#x2013; Cabello RR et al. Nitazoxanide for the treatment of intestinal protozoan and helmintic infections in Mexico. Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene, 1997; 91: 701-703.</br></br></br></br></br></br></br></span></p> <h2>Caracter&#xED;sticas Farmacol&#xF3;gicas</h2> <hr> <p>A Nitazoxanida &#xE9; um antiparasit&#xE1;rio sint&#xE9;tico, de amplo espectro, derivado da nitrotiazolil-salicilamida, para administra&#xE7;&#xE3;o oral. &#xC9; um p&#xF3; cristalino amarelo brilhante, pouco sol&#xFA;vel em etanol e praticamente insol&#xFA;vel em &#xE1;gua. Quimicamente &#xE9; a 2-acetiloxi-N-(5-nitro-2-tiazolil) benzamida. A f&#xF3;rmula molecular &#xE9; C<sub>12</sub>H<sub>9</sub>N<sub>3</sub>O<sub>5</sub>S e seu peso molecular, 307,3.</p> <h3>Farmacodin&#xE2;mica</h3> <p>Acredita-se que a atividade antiprotozo&#xE1;rio da Nitazoxanida seja devida a sua interfer&#xEA;ncia na rea&#xE7;&#xE3;o de transfer&#xEA;ncias de el&#xE9;trons dependente da enzima piruvato-ferredoxina oxidorredutase (PFOR) no parasita, a qual &#xE9; essencial para o seu metabolismo energ&#xE9;tico anaer&#xF3;bico. No entanto, &#xE9; poss&#xED;vel que este n&#xE3;o seja o &#xFA;nico meio atrav&#xE9;s do qual a Nitazoxanida exer&#xE7;a a sua atividade antiprotozo&#xE1;rio.</p> <p>O mesmo parece ocorrer em rela&#xE7;&#xE3;o aos vermes, embora outros mecanismos, ainda n&#xE3;o totalmente esclarecidos, possam estar envolvidos.</p> <p>A a&#xE7;&#xE3;o sobre v&#xED;rus se d&#xE1; atrav&#xE9;s da inibi&#xE7;&#xE3;o da s&#xED;ntese da estrutura viral, bloqueando a habilidade do v&#xED;rus em se replicar.</p> <p>O tempo m&#xE9;dio de in&#xED;cio de a&#xE7;&#xE3;o do medicamento est&#xE1; estimado entre duas a quatro horas ap&#xF3;s a sua administra&#xE7;&#xE3;o.</p> <h3>Farmacocin&#xE9;tica</h3> <h4>Absor&#xE7;&#xE3;o</h4> <p>Ap&#xF3;s administra&#xE7;&#xE3;o oral da Nitazoxanida, em comprimidos ou suspens&#xE3;o oral, as concentra&#xE7;&#xF5;es plasm&#xE1;ticas m&#xE1;ximas dos seus metab&#xF3;litos ativos tizoxanida e tizoxanida glicuron&#xED;deo s&#xE3;o observadas dentro de uma a quatro horas. Sendo assim, a Nitazoxanida n&#xE3;o &#xE9; detectada no plasma. A biodisponibilidade relativa da suspens&#xE3;o oral, comparada &#xE0; do comprimido, &#xE9; de 70%.</p> <h4>Distribui&#xE7;&#xE3;o</h4> <p>No plasma, mais de 99% da tizoxanida est&#xE3;o ligados &#xE0;s prote&#xED;nas.</p> <h4>Metabolismo</h4> <p>Ap&#xF3;s administra&#xE7;&#xE3;o oral em humanos, a Nitazoxanida &#xE9; rapidamente hidrolisada a um metab&#xF3;lito ativo, a tizoxanida (desacetil-nitazoxanida), que, ent&#xE3;o, sofre conjuga&#xE7;&#xE3;o, primariamente glicuroniza&#xE7;&#xE3;o. <em>In vitro</em>, estudos de metabolismo demonstraram que a tizoxanida n&#xE3;o tem efeito inibit&#xF3;rio significativo sobre as enzimas do sistema citocromo P450.</p> <h4>Elimina&#xE7;&#xE3;o</h4> <p>A tizoxanida &#xE9; excretada na urina, bile e fezes e a tizoxanida glicuron&#xED;deo &#xE9; excretada na urina e na bile.</p> <p>Aproximadamente dois ter&#xE7;os da dose oral de Nitazoxanida s&#xE3;o excretados nas fezes e um ter&#xE7;o, na urina.</p> <p>A farmacocin&#xE9;tica da Nitazoxanida ap&#xF3;s a sua administra&#xE7;&#xE3;o na forma de comprimidos em pacientes pedi&#xE1;tricos com menos de 12 anos de idade n&#xE3;o foi estudada. Tamb&#xE9;m n&#xE3;o se estudou a farmacocin&#xE9;tica da Nitazoxanida ap&#xF3;s a sua administra&#xE7;&#xE3;o na forma de suspens&#xE3;o oral em crian&#xE7;as com menos de 1 ano de idade.</p> </hr>"}

Como devo armazenar o Trinida?

Conservar em temperatura ambiente (entre 15 e 30°C). Proteger da umidade.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Características do medicamento

Trinida apresenta-se como comprimido revestido oblongo, amarelo, biconvexo, liso nas duas faces.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Dizeres Legais do Trinida

Registro M.S. nº 1.7817.0840

Farm. Responsável:
Luciana Lopes da Costa
CRF-GO nº 2.757.

Registrado por:
Cosmed Indústria de Cosméticos e Medicamentos S.A.
Avenida Ceci, nº 282, Módulo I - Tamboré
Barueri - SP
CEP 06460-120
C.N.P.J.: 61.082.426/0002-07
Indústria Brasileira





Fabricado por:
Althaia S.A Indústria Farmacêutica
Av. Engenheiro Heitor Antônio Eiras Garcia, 2.756, Jardim Maria Luiza
São Paulo – SP
CEP 05564-000



Venda sob prescrição médica.

Fabricante: Cosmed

© 2021 Medicamento Lab.