Elofar Aclaf

80mg/mL + 11,4mg/mL, caixa com 1 frasco com pó para suspensão de uso oral (frasco com capacidade de 70mL) + seringa dosadora

Princípio ativo
:
Amoxicilina + Clavulanato De Potássio
Classe Terapêutica
:
Penicilinas Orais de Amplo Espectro
Requer Receita
:
Sim, necessita de Receita
Tipo de prescrição
:
Branca 2 vias (Antibiótico - Venda Sob Prescrição Médica mediante Retenção da Receita)
Categoria
:
Em Processo De Cadastro
Especialidade
:
Infectologia e Clínica Médica

Bula do medicamento

Aclaf, para o que é indicado e para o que serve?

Aclaf® é um antibiótico usado em adultos e crianças indicado para tratamento de infecções em diferentes partes do corpo que são causadas por determinados tipos de bactérias.

Quais as contraindicações do Aclaf?

Aclaf® não é indicado para pacientes com alergia a betalactâmicos, como penicilinas e cefalosporinas.

Aclaf® não é indicado para pacientes que já tiveram icterícia (acúmulo de bilirrubina, que causa coloração amarelada na pele e nos olhos) e/ou problemas de funcionamento do fígado associados ao uso de Aclaf® ou de penicilinas.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Como usar o Aclaf?

Suspensão oral

Uso oral.

Para preparar a suspensão, leia atentamente as instruções para reconstituição apresentadas abaixo.

Agite a suspensão antes de usá-la.

Aclaf® é embalado em frascos de vidro com uma tampa de polipropileno com lacre sanfonado e vedante, contendo o pó para reconstituição. A marca para reconstituição está indicada no rótulo do frasco.

Aclaf® acompanha uma seringa dosadora para medir a dosagem correta.

Verifique se o anel de vedação da tampa está intacto antes do uso.

Para o uso, o pó deve ser reconstituído para formação de uma suspensão oral conforme detalhado a seguir.

Após a reconstituição a suspensão apresenta coloração branca à amarelada, homogênea.

Instruções para reconstituição

Importante: agite o frasco antes de abri-lo até deixar o pó solto. Isso facilitará a reconstituição.

{"tag":"ol","value":" <li>Antes de abrir o frasco agite-o para dispersar o p&#xF3;, conforme figura 1.<br> <img alt=\"\" src=\"https://uploads.consultaremedios.com.br/ckeditor_assets/pictures/5fb8025d77194a002424250e/original_1.JPG?1605894749\" style=\"width:40%\"> </img></br></li> <li>Aclaf<sup>&#xAE;</sup> possui tampa de pl&#xE1;stico de perfeita veda&#xE7;&#xE3;o e seguran&#xE7;a. Para abrir gire a tampa no sentido anti-hor&#xE1;rio, conforme a figura 2.<br> <img alt=\"\" src=\"https://uploads.consultaremedios.com.br/ckeditor_assets/pictures/5fb8026b77194a0022242531/original_2.JPG?1605894763\" style=\"width:35%\"> </img></br></li> <li>Adicione &#xE1;gua filtrada at&#xE9; a marca indicada no r&#xF3;tulo (seta). Recoloque a tampa e agite o vidro at&#xE9; o p&#xF3; misturar-se totalmente. Espere a espuma baixar e verifique se a mistura atingiu a marca indicada no r&#xF3;tulo, conforme mostram as figuras 3 e 4. Isto &#xE9; importante! Caso contr&#xE1;rio, adicione mais &#xE1;gua at&#xE9; a marca e torne a agitar o l&#xED;quido, para que se forme uma suspens&#xE3;o homog&#xEA;nea. Observa&#xE7;&#xE3;o: voc&#xEA; poder&#xE1; utilizar a seringa dosadora para adicionar &#xE1;gua no frasco.<br> <img alt=\"\" src=\"https://uploads.consultaremedios.com.br/ckeditor_assets/pictures/5fb802bb77194a0022242536/original_3.JPG?1605894843\" style=\"width:40%\"><br> <img alt=\"\" src=\"https://uploads.consultaremedios.com.br/ckeditor_assets/pictures/5fb802ce77194a0022242539/original_4.JPG?1605894861\" style=\"width:40%\"> </img></br></img></br></li> <li>Abra novamente a tampa do Aclaf<sup>&#xAE;</sup>, retire a seringa dosadora da embalagem, pegue o batoque que vem acoplado na ponta da seringa dosadora e encaixe firmemente na boca do vidro, conforme mostra a figura 5 e 6. Observa&#xE7;&#xE3;o: o batoque deve estar totalmente encaixado no vidro, conforme demonstrado na figura 6, caso contr&#xE1;rio, o frasco n&#xE3;o fechar&#xE1; corretamente quando for necess&#xE1;rio.<br> <img alt=\"\" src=\"https://uploads.consultaremedios.com.br/ckeditor_assets/pictures/5ec805fe58275300230c9918/original_55.JPG?1590167037\" style=\"width:40%\"><br> <img alt=\"\" src=\"https://uploads.consultaremedios.com.br/ckeditor_assets/pictures/5ec805fe58275300230c9919/original_66.JPG?1590167038\" style=\"width:40%\"> </img></br></img></br></li> <li>Retire a tampa da seringa dosadora e encaixe-a na boca do frasco, conforme indicado na figura 7.<br> <img alt=\"\" src=\"https://uploads.consultaremedios.com.br/ckeditor_assets/pictures/5ec8063f582753002a0c98f6/original_77.JPG?1590167103\" style=\"width:40%\"> </img></br></li> <li>Segure o frasco de cabe&#xE7;a para baixo, com uma das m&#xE3;os segure o dosador e com a outra puxe o &#xEA;mbolo da seringa dosadora at&#xE9; a medida indicada no corpo do mesmo, conforme indicado na figura 8.<br> <img alt=\"\" src=\"https://uploads.consultaremedios.com.br/ckeditor_assets/pictures/5fb8032377194a002224253e/original_8.JPG?1605894947\" style=\"width:40%\"> </img></br></li> <li>Importante: As doses est&#xE3;o em mL no corpo da seringa. Para obter a dose prescrita pelo m&#xE9;dico, puxe o &#xEA;mbolo at&#xE9; que a dose esteja exatamente em linha com a base da seringa (foguete), conforme figura <strong>Ap&#xF3;s reconstitui&#xE7;&#xE3;o a suspen&#xE7;&#xE3;o apresenta colora&#xE7;&#xE3;o branca &#xE0; amarelada, homog&#xEA;nea. O medicamento n&#xE3;o deve der utilizado se apresentar colora&#xE7;&#xE3;o alaranjada ou marrom.</strong><br> <img alt=\"\" src=\"https://uploads.consultaremedios.com.br/ckeditor_assets/pictures/5ec8064058275300230c9927/original_99.JPG?1590167104\" style=\"width:40%\"> </img></br></li> <li>Insira a seringa dosadora na boca da crian&#xE7;a e pressione o &#xEA;mbolo, devagar, para que o l&#xED;quido n&#xE3;o saia com muita for&#xE7;a, conforme indicado na figura 10. Lave bem a seringa dosadora ap&#xF3;s a sua utiliza&#xE7;&#xE3;o.<br> <img alt=\"\" src=\"https://uploads.consultaremedios.com.br/ckeditor_assets/pictures/5ec806a4582753002a0c98fd/original_10.JPG?1590167204\" style=\"width:40%\"> </img></br></li> <li>Aclaf<sup>&#xAE;</sup> deve ser tomado duas vezes ao dia, de 12 em 12 horas. Lembre-se de guard&#xE1;-lo na geladeira pelo per&#xED;odo m&#xE1;ximo de sete dias.<br> <img alt=\"\" src=\"https://uploads.consultaremedios.com.br/ckeditor_assets/pictures/5fb8035d77194a0024242520/original_11.JPG?1605895005\" style=\"width:40%\"> </img></br></li> "}

Agitar o frasco e retirar o ar do dosador antes de administrar cada dose.

Após 7 dias, o produto deve ser descartado.

Em caso de dúvida na preparação/administração ou para obter mais informações, entre em contato com o serviço de atendimento ao cliente por meio do 0800 600 1344.

Agite a suspensão antes de usá-la.

Dosagem

A dose depende da idade, peso e função renal do paciente e da gravidade da infecção. Seu médico irá decidir qual a dosagem correta para você.

Para reduzir desconfortos no estômago ou no intestino, tome este medicamento no início da refeição.

O tratamento não deve ser estendido por mais de 14 dias sem a revisão do médico.

Aclaf® pó para suspensão oral é apresentado em frascos que contêm uma seringa dosadora.

A dose usual diária usualmente recomendada é:
Dose baixa
  • <li>25/3,6 a 45/6,4 mg/kg/dia divididos em duas doses para infec&#xE7;&#xF5;es leves e moderadas.</li>
Dose alta
  • <li>45/6,4 a 70/10 mg/kg/dia divididos em duas doses para tratamento de infec&#xE7;&#xF5;es mais graves.</li>

Não há dados clínicos disponíveis em doses acima de 45/6,4 mg/kg/dia em crianças menores de 2 anos.

Não há dados clínicos com Aclaf® suspensão oral 400 mg + 57 mg/5 mL para recomendar uma posologia para crianças com menos de 2 meses de idade.

Insuficiência renal (dos rins)
  • <li>Para pacientes com insufici&#xEA;ncia renal leve a moderada (taxa de filtra&#xE7;&#xE3;o glomerular (TFG) &gt;30 mL/min), nenhum ajuste de dose &#xE9; necess&#xE1;rio. Para pacientes com insufici&#xEA;ncia renal grave (TFG &lt;30 mL/min), Aclaf<sup>&#xAE; </sup>n&#xE3;o &#xE9; recomend&#xE1;vel.</li>
Insuficiência hepática (do fígado)
  • <li>A esses pacientes, recomenda-se cautela no uso de Aclaf<sup>&#xAE;</sup>. O m&#xE9;dico deve monitorar a fun&#xE7;&#xE3;o hep&#xE1;tica em intervalos regulares. As evid&#xEA;ncias atuais s&#xE3;o insuficientes para servir de base para uma recomenda&#xE7;&#xE3;o de dose.</li>

Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

Comprimido

Uso oral.

Os comprimidos devem ser engolidos inteiros, sem mastigar. Se necessário, podem ser partidos pela metade e engolidos, mas não mastigados.

Para reduzir o desconforto gastrintestinal (ou seja, no estômago ou intestino), tome os comprimidos no início da refeição.

Dosagem
  • <li>Um comprimido de Aclaf<sup>&#xAE; </sup>duas vezes ao dia.</li>
Pacientes com insuficiência renal (dos rins)
  • <li>Para pacientes com comprometimento moderado do funcionamento do rim TFG &#x2265;30 mL/min, nenhum ajuste de dosagem &#xE9; necess&#xE1;rio. Para pacientes com comprometimento grave do funcionamento do rim TFG &lt;30 mL/min, o uso de Aclaf<sup>&#xAE; </sup>n&#xE3;o &#xE9; recomend&#xE1;vel.</li>
Pacientes com insuficiência hepática (do fígado)
  • <li>Quem tem problemas de f&#xED;gado deve usar Aclaf<sup>&#xAE; </sup>com cautela, e o m&#xE9;dico deve monitorar a fun&#xE7;&#xE3;o hep&#xE1;tica do paciente em intervalos regulares. No momento, os dados existentes s&#xE3;o insuficientes para servir como base de recomenda&#xE7;&#xE3;o de dosagem.</li>

A duração do tratamento deve ser apropriada para a indicação e não se deve exceder 14 dias sem revisão médica.

O tratamento pode iniciar-se por via intravenosa e continuar com uma preparação oral.

Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

Este medicamento não deve ser mastigado.

Como o Aclaf funciona?

Aclaf® é um antibiótico que age eliminando as bactérias que causam infecções. O medicamento contém duas diferentes substâncias ativas denominadas amoxicilina e ácido clavulânico.

A amoxicilina pertence à família das penicilinas. O clavulanato pode ajudar na proteção da amoxicilina.

Quais cuidados devo ter ao usar o Aclaf?

Suspensão oral / Comprimido revestido

Antes de iniciar o tratamento com Aclaf® , seu médico deve fazer uma pesquisa cuidadosa para saber se você tem ou já teve reações alérgicas a penicilinas, cefalosporinas ou a outras substâncias causadoras de alergia (alérgenos). Houve casos de reações alérgicas sérias e potencialmente fatais (incluindo reações anafiláticas e reações adversas sérias na pele) em pacientes sob tratamento com penicilina. Essas reações ocorrem com mais facilidade em pessoas que já apresentaram alergia à penicilina.

O uso prolongado de Aclaf® pode, ocasionalmente, resultar em crescimento exagerado de microrganismos não sensíveis, ou seja, resistentes à ação do antibiótico.

Foi relatada colite pseudomembranosa (inflamação no cólon) com o uso de antibióticos, que pode variar de gravidade leve até risco à vida. Se você apresentar diarreia prolongada ou significativa, ou sentir cólicas abdominais, o tratamento deve ser interrompido imediatamente e seu médico irá avaliar sua condição física.

Gravidez e Lactação (amamentação)

Caso você fique grávida durante ou logo após o tratamento com Aclaf® , suspenda a medicação e avise imediatamente seu médico. Como ocorre com todos os medicamentos, o uso de Aclaf® deve ser evitado na gravidez, especialmente durante o primeiro trimestre, a menos que o médico o considere essencial. Você pode tomar Aclaf® durante o período de amamentação. Não há efeitos nocivos conhecidos para o bebê lactente.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgiãodentista.

Efeitos sobre a capacidade de dirigir veículos e de operar máquinas

Não se observaram efeitos adversos sobre a capacidade de dirigir veículos e de operar máquinas.

Exclusivo suspensão oral

O médico deve fazer monitoramento apropriado caso haja prescrição de anticoagulantes orais ao mesmo tempo que Aclaf®. Alguns ajustes de dose dos anticoagulantes orais podem ser necessários.

Converse com seu médico caso você esteja usando esses medicamentos.

Aclaf® deve ser prescrito com cautela para pacientes que apresentam problemas de funcionamento do fígado.

Para os que têm problemas nos rins, é necessário ajustar a dosagem de Aclaf® de acordo com o grau da disfunção. O médico saberá o ajuste correto a ser feito para cada caso.

Durante a administração de altas doses de Aclaf®, é recomendável que você tome grande quantidade de líquidos para evitar cristalúria (formação de cristais na urina), relacionada ao uso da amoxicilina.

Seu médico deve considerar a possibilidade de superinfecções por fungos ou bactérias durante o tratamento.

Se ocorrer superinfecção, ele poderá recomendar a descontinuação do tratamento com Aclaf® e prescrever a terapia apropriada.

Aclaf® em suspensão oral contém 2,0 mg de aspartamo por dose de 5 mL. Como o aspartamo é fonte de fenilalanina, você deve usar este medicamento com cautela caso fenilcetonúria (doença hereditária que pode causar graves problemas neurológicos e de pele).

Atenção, fenilcetonúricos: este medicamento contém fenilalanina.

O medicamento não deve ser utilizado se apresentar coloração alaranjada ou marrom, o que pode ocorrer se o produto tiver sido exposto à umidade.

Exclusivo comprimido revestido

Seu médico deve fazer o monitoramento apropriado de possíveis reações se você precisar usar anticoagulantes orais ao mesmo tempo que Aclaf®.&nbsp;Pode ser necessário realizar alguns ajustes de dose do anticoagulante oral. Converse com seu médico caso você use esses medicamentos.

Aclaf® deve ser usado com cautela em pacientes que apresentam problemas de fígado.

Em pacientes com problemas nos rins a dosagem de Aclaf® deve ser ajustada de acordo com o grau de disfunção. Se é seu caso, consulte o médico para que ele defina o ajuste correto a fazer.

Durante a administração de altas doses de Aclaf®, é recomendável manter ingestão adequada de líquidos para evitar cristalúria (formação de cristais na urina), associada ao uso da amoxicilina.

Seu médico deve considerar a possibilidade de superinfecções por fungos ou bactérias durante o tratamento. Se ocorrer superinfecção, ele poderá recomendar a descontinuação do tratamento com Aclaf® e prescrever a terapia apropriada.

Quais as reações adversas e os efeitos colaterais do Aclaf?

Suspensão oral

As reações adversas estão listadas abaixo de acordo com a frequência.

Reação muito comum (ocorre em 10% dos pacientes que utilizam este medicamento)
  • <li>Diarreia (em adultos).</li>
Reações comuns (ocorrem entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento)
  • <li><a href="https://consultaremedios.com.br/antifungico/candidiase/c" target="_blank">Candid&#xED;ase</a> mucocut&#xE2;nea (infec&#xE7;&#xE3;o causada por fungo caracterizada pela presen&#xE7;a de les&#xF5;es esbranqui&#xE7;adas em boca e mucosas);</li> <li>Enjoo e <a href="https://consultaremedios.com.br/aparelho-digestivo/nauseas/c" target="_blank">v&#xF4;mito</a> (podem ser reduzidos tomando-se Aclaf<sup>&#xAE;</sup> no in&#xED;cio de uma refei&#xE7;&#xE3;o, em adultos);</li> <li>Diarreia (em crian&#xE7;as).</li>
Reações incomuns (ocorrem entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento)
  • <li><a href="https://minutosaudavel.com.br/tontura-o-que-pode-ser/" rel="noopener" target="_blank">Tontura</a>;</li> <li><a href="https://consultaremedios.com.br/dor-febre-e-contusao/dor-de-cabeca-e-enxaqueca/c" target="_blank">Dor de cabe&#xE7;a</a>;</li> <li>Desconforto abdominal;</li> <li>Aumento moderado de enzimas do f&#xED;gado (como AST ou ALT);</li> <li>Erup&#xE7;&#xF5;es na pele;</li> <li>Coceira e vermelhid&#xE3;o.</li>
Reações raras (ocorrem entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento)
  • <li>Falta de gl&#xF3;bulos brancos, que pode resultar em infec&#xE7;&#xF5;es frequentes, como <a href="https://consultaremedios.com.br/dor-febre-e-contusao/c" target="_blank">febre</a>, calafrios, inflama&#xE7;&#xE3;o da garganta ou &#xFA;lceras na boca;</li> <li>Baixa contagem de plaquetas, que pode resultar em sangramento ou hematomas (manchas roxas que surgem com mais facilidade que o normal);</li> <li>Eritema multiforme (les&#xF5;es das mucosas e da pele).</li>
Reações muito raras (ocorrem em menos de 0,01% dos pacientes que utilizam este medicamento)
  • <li>Altera&#xE7;&#xE3;o da coagula&#xE7;&#xE3;o (tempo de sangramento e tempo de protrombina), que pode resultar em sangramento ou hematomas (manchas roxas que surgem com mais facilidade que o normal);</li> <li>Diminui&#xE7;&#xE3;o ou aus&#xEA;ncia revers&#xED;vel de granul&#xF3;citos (c&#xE9;lulas de defesa), que pode resultar em infec&#xE7;&#xF5;es frequentes, como febre, calafrios, inflama&#xE7;&#xE3;o da garganta ou &#xFA;lceras na boca;</li> <li>Destrui&#xE7;&#xE3;o de gl&#xF3;bulos vermelhos e consequentemente <a href="https://consultaremedios.com.br/doencas-do-sangue/anemia/c" target="_blank">anemia</a>, que pode resultar em <a href="https://minutosaudavel.com.br/cansaco/" rel="noopener" target="_blank">cansa&#xE7;o</a>, dores de cabe&#xE7;a e falta de ar causada pela pr&#xE1;tica de exerc&#xED;cios f&#xED;sicos, vertigem, palidez e amarelamento da pele e/ou dos olhos;</li> <li>Sinais repentinos de alergia, tais como erup&#xE7;&#xF5;es da pele, prurido (coceira) ou <a href="https://minutosaudavel.com.br/urticaria/" rel="noopener" target="_blank">urtic&#xE1;ria</a>, incha&#xE7;o da face, dos l&#xE1;bios, da l&#xED;ngua ou de outras partes do corpo, falta de ar, respira&#xE7;&#xE3;o ofegante ou problemas para respirar. Se esses sintomas ocorrerem, pare de usar o medicamento e procure socorro m&#xE9;dico o mais r&#xE1;pido poss&#xED;vel;</li> <li>Convuls&#xF5;es podem ocorrer em pacientes com fun&#xE7;&#xE3;o renal prejudicada ou que estejam recebendo doses altas do medicamento;</li> <li>Hipercinesia (presen&#xE7;a de movimentos exacerbados e incontrol&#xE1;veis), tontura;</li> <li>Efeitos relacionados ao sistema digestivo, como diarreia grave, que tamb&#xE9;m pode conter sangue e ser acompanhada de c&#xF3;licas abdominais;</li> <li>Sua l&#xED;ngua pode mudar de cor, ficando amarela, marrom ou preta, e dar a impress&#xE3;o de ter pelos;</li> <li>Efeitos relacionados ao f&#xED;gado: esses sintomas podem manifestar-se como enjoo, v&#xF4;mito, perda de apetite, sensa&#xE7;&#xE3;o geral de mal-estar, febre, coceira, amarelamento da pele e dos olhos e escurecimento da urina. As rea&#xE7;&#xF5;es relacionadas ao f&#xED;gado podem ocorrer at&#xE9; dois meses ap&#xF3;s o in&#xED;cio do tratamento;</li> <li>Sintomas semelhantes aos da <a href="https://consultaremedios.com.br/gripes-e-resfriados/c" target="_blank">gripe</a> com erup&#xE7;&#xE3;o cut&#xE2;nea, febre, gl&#xE2;ndulas inchadas e resultados anormais de exames de sangue (incluindo o aumento dos gl&#xF3;bulos brancos (eosinofilia) e enzimas hep&#xE1;ticas) [rea&#xE7;&#xE3;o do medicamento com eosinofilia e sintomas sist&#xEA;micos (dress)].</li> <li><a href="https://consultaremedios.com.br/infectologia/meningite/c" target="_blank">Meningite</a> ass&#xE9;ptica.</li>
Outras reações adversas
  • <li><a href="https://minutosaudavel.com.br/trombocitopenia/" rel="noopener" target="_blank">Trombocitopenia</a> <a href="https://minutosaudavel.com.br/purpura/" rel="noopener" target="_blank">p&#xFA;rpura</a>;</li> <li><a href="https://consultaremedios.com.br/sistema-nervoso-central/ansiedade/c" target="_blank">Ansiedade</a>, <a href="https://consultaremedios.com.br/sistema-nervoso-central/insonia/c" target="_blank">ins&#xF4;nia</a> e confus&#xE3;o mental (relatos raros);</li> <li>Glossite (inflama&#xE7;&#xE3;o e incha&#xE7;o da l&#xED;ngua).</li>

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do serviço de atendimento.

Comprimido revestido

As reações adversas estão listadas abaixo de acordo com a frequência.

Reação muito comum (ocorre em 10% dos pacientes que utilizam este medicamento):
  • <li>Diarreia (em adultos).</li>
Reações comuns (ocorrem entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento)
  • <li>Candid&#xED;ase mucocut&#xE2;nea (infec&#xE7;&#xE3;o causada por fungo), caracterizada pela presen&#xE7;a de les&#xF5;es esbranqui&#xE7;adas em boca e mucosas;</li> <li>Diarreias, enjoo e v&#xF4;mito (essas rea&#xE7;&#xF5;es podem ser reduzidas com o uso de Aclaf<sup>&#xAE;</sup> no in&#xED;cio de uma refei&#xE7;&#xE3;o, em crian&#xE7;as).</li>
Reações incomuns (ocorrem entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento
  • <li>Tontura;</li> <li>Dor de cabe&#xE7;a;</li> <li>Desconforto abdominal;</li> <li>Aumento moderado de enzimas do f&#xED;gado (como AST ou ALT);</li> <li>Erup&#xE7;&#xF5;es na pele;</li> <li>Coceira e vermelhid&#xE3;o.</li>
Reações raras (ocorrem de 0,01% a 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento)
  • <li>Diminui&#xE7;&#xE3;o revers&#xED;vel de gl&#xF3;bulos brancos (c&#xE9;lulas de defesa) e diminui&#xE7;&#xE3;o de plaquetas (c&#xE9;lulas respons&#xE1;veis pela coagula&#xE7;&#xE3;o) do sangue;</li> <li>Eritema multiforme (les&#xF5;es das mucosas e da pele).</li>
Reações muito raras (ocorrem em menos de 0,01% dos pacientes que utilizam este medicamento)
  • <li>Falta de gl&#xF3;bulos brancos, que pode resultar em infec&#xE7;&#xF5;es frequentes, como febre, calafrios, inflama&#xE7;&#xE3;o da garganta ou &#xFA;lceras na boca;</li> <li>Baixa contagem de plaquetas, que pode resultar em sangramento ou hematomas (manchas roxas que surgem com mais facilidade que o normal);</li> <li>Destrui&#xE7;&#xE3;o de gl&#xF3;bulos vermelhos e consequentemente anemia, que pode resultar em cansa&#xE7;o, dores de cabe&#xE7;a e falta de ar causada pela pr&#xE1;tica de exerc&#xED;cios f&#xED;sicos, vertigem, palidez e amarelamento da pele e/ou dos olhos;</li> <li>Sinais repentinos de alergia, tais como erup&#xE7;&#xF5;es da pele, prurido (coceira) ou urtic&#xE1;ria, incha&#xE7;o da face, dos l&#xE1;bios, da l&#xED;ngua ou de outras partes do corpo, falta de ar, respira&#xE7;&#xE3;o ofegante ou problemas para respirar; se esses sintomas ocorrerem, pare de usar o medicamento e procure socorro m&#xE9;dico o mais r&#xE1;pido poss&#xED;vel;</li> <li>Convuls&#xF5;es podem ocorrer em pacientes com fun&#xE7;&#xE3;o renal prejudicada ou que estejam recebendo doses altas do medicamento;</li> <li>Hipercinesia (presen&#xE7;a de movimentos exacerbados e incontrol&#xE1;veis), tontura;</li> <li>Efeitos relacionados ao sistema digestivo, como diarreia grave, que tamb&#xE9;m pode conter sangue e ser acompanhada de c&#xF3;licas abdominais;</li> <li>Sua l&#xED;ngua pode mudar de cor, ficando amarela, marrom ou preta, e dar a impress&#xE3;o de ter pelos;</li> <li>Efeitos relacionados ao f&#xED;gado; esses sintomas podem manifestar-se como enjoo, v&#xF4;mito, perda de apetite, sensa&#xE7;&#xE3;o geral de mal-estar, febre, coceira, amarelamento da pele e dos olhos e escurecimento da urina. As rea&#xE7;&#xF5;es relacionadas ao f&#xED;gado podem ocorrer at&#xE9; dois meses ap&#xF3;s o in&#xED;cio do tratamento;</li> <li>Sintomas semelhantes aos da gripe com erup&#xE7;&#xE3;o cut&#xE2;nea, febre, gl&#xE2;ndulas inchadas e resultados anormais de exames de sangue (incluindo o aumento dos gl&#xF3;bulos brancos (eosinofilia) e enzimas hep&#xE1;ticas) [Rea&#xE7;&#xE3;o do medicamento com eosinofilia e sintomas sist&#xEA;micos (DRESS)];</li> <li>Meningite ass&#xE9;ptica.</li>
Outras reações adversas
  • <li>Trombocitopenia p&#xFA;rpura;</li> <li>Ansiedade, ins&#xF4;nia e confus&#xE3;o mental (relatos raros);</li> <li>Glossite (inflama&#xE7;&#xE3;o e incha&#xE7;o da l&#xED;ngua).</li>

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

O que eu devo fazer quando esquecer de usar o Aclaf?

Se você esquecer uma dose, tome-a assim que se lembrar, mas continue com o horário normal das demais. Só não tome duas doses com intervalo menor que 4 horas.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

Qual a composição do Aclaf?

Cada 5 mL de suspensão oral contém:

{"tag":"table","value":{"heading":["<table border=\"1\" cellpadding=\"1\" cellspacing=\"1\" style=\"width:100%\"> <tbody/></table>"],"rows":[]}}

Apresentações do Aclaf

Medicamento similar equivalente ao medicamento de referência.

Pó para suspensão oral 400 mg + 57 mg/5 mL

Embalagem com 1 frasco contendo 70 mL (após reconstituição) + 1 seringa dosadora

Uso oral.

Uso adulto e pediátrico acima de 2 meses de idade.

Comprimido revestido 875 mg + 125 mg

Embalagem com 14 comprimidos revestidos.

Uso oral.

Uso adulto.

875mg + 125mg, caixa com 14 comprimidos revestidos

Princípio ativo
:
Amoxicilina + Clavulanato De Potássio
Classe Terapêutica
:
Penicilinas Orais de Amplo Espectro
Requer Receita
:
Sim, necessita de Receita
Tipo de prescrição
:
Branca 2 vias (Antibiótico - Venda Sob Prescrição Médica mediante Retenção da Receita)
Categoria
:
Em Processo De Cadastro
Especialidade
:
Infectologia e Clínica Médica

Bula do medicamento

Aclaf, para o que é indicado e para o que serve?

Aclaf® é um antibiótico usado em adultos e crianças indicado para tratamento de infecções em diferentes partes do corpo que são causadas por determinados tipos de bactérias.

Quais as contraindicações do Aclaf?

Aclaf® não é indicado para pacientes com alergia a betalactâmicos, como penicilinas e cefalosporinas.

Aclaf® não é indicado para pacientes que já tiveram icterícia (acúmulo de bilirrubina, que causa coloração amarelada na pele e nos olhos) e/ou problemas de funcionamento do fígado associados ao uso de Aclaf® ou de penicilinas.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Como usar o Aclaf?

Suspensão oral

Uso oral.

Para preparar a suspensão, leia atentamente as instruções para reconstituição apresentadas abaixo.

Agite a suspensão antes de usá-la.

Aclaf® é embalado em frascos de vidro com uma tampa de polipropileno com lacre sanfonado e vedante, contendo o pó para reconstituição. A marca para reconstituição está indicada no rótulo do frasco.

Aclaf® acompanha uma seringa dosadora para medir a dosagem correta.

Verifique se o anel de vedação da tampa está intacto antes do uso.

Para o uso, o pó deve ser reconstituído para formação de uma suspensão oral conforme detalhado a seguir.

Após a reconstituição a suspensão apresenta coloração branca à amarelada, homogênea.

Instruções para reconstituição

Importante:&nbsp;agite o frasco antes de abri-lo até deixar o pó solto. Isso facilitará a reconstituição.

{"tag":"ol","value":" <li>Antes de abrir o frasco agite-o para dispersar o p&#xF3;, conforme figura 1.<br> <img alt=\"\" src=\"https://uploads.consultaremedios.com.br/ckeditor_assets/pictures/5fb8025d77194a002424250e/original_1.JPG?1605894749\" style=\"width:40%\"> </img></br></li> <li>Aclaf<sup>&#xAE;</sup> possui tampa de pl&#xE1;stico de perfeita veda&#xE7;&#xE3;o e seguran&#xE7;a. Para abrir gire a tampa no sentido anti-hor&#xE1;rio, conforme a figura 2.<br> <img alt=\"\" src=\"https://uploads.consultaremedios.com.br/ckeditor_assets/pictures/5fb8026b77194a0022242531/original_2.JPG?1605894763\" style=\"width:35%\"> </img></br></li> <li>Adicione &#xE1;gua filtrada at&#xE9; a marca indicada no r&#xF3;tulo (seta). Recoloque a tampa e agite o vidro at&#xE9; o p&#xF3; misturar-se totalmente. Espere a espuma baixar e verifique se a mistura atingiu a marca indicada no r&#xF3;tulo, conforme mostram as figuras 3 e 4. Isto &#xE9; importante! Caso contr&#xE1;rio, adicione mais &#xE1;gua at&#xE9; a marca e torne a agitar o l&#xED;quido, para que se forme uma suspens&#xE3;o homog&#xEA;nea. Observa&#xE7;&#xE3;o: voc&#xEA; poder&#xE1; utilizar a seringa dosadora para adicionar &#xE1;gua no frasco.<br> <img alt=\"\" src=\"https://uploads.consultaremedios.com.br/ckeditor_assets/pictures/5fb802bb77194a0022242536/original_3.JPG?1605894843\" style=\"width:40%\"><br> <img alt=\"\" src=\"https://uploads.consultaremedios.com.br/ckeditor_assets/pictures/5fb802ce77194a0022242539/original_4.JPG?1605894861\" style=\"width:40%\"> </img></br></img></br></li> <li>Abra novamente a tampa do Aclaf<sup>&#xAE;</sup>, retire a seringa dosadora da embalagem, pegue o batoque que vem acoplado na ponta da seringa dosadora e encaixe firmemente na boca do vidro, conforme mostra a figura 5 e 6. Observa&#xE7;&#xE3;o: o batoque deve estar totalmente encaixado no vidro, conforme demonstrado na figura 6, caso contr&#xE1;rio, o frasco n&#xE3;o fechar&#xE1; corretamente quando for necess&#xE1;rio.<br> <img alt=\"\" src=\"https://uploads.consultaremedios.com.br/ckeditor_assets/pictures/5ec805fe58275300230c9918/original_55.JPG?1590167037\" style=\"width:40%\"><br> <img alt=\"\" src=\"https://uploads.consultaremedios.com.br/ckeditor_assets/pictures/5ec805fe58275300230c9919/original_66.JPG?1590167038\" style=\"width:40%\"> </img></br></img></br></li> <li>Retire a tampa da seringa dosadora e encaixe-a na boca do frasco, conforme indicado na figura 7.<br> <img alt=\"\" src=\"https://uploads.consultaremedios.com.br/ckeditor_assets/pictures/5ec8063f582753002a0c98f6/original_77.JPG?1590167103\" style=\"width:40%\"> </img></br></li> <li>Segure o frasco de cabe&#xE7;a para baixo, com uma das m&#xE3;os segure o dosador e com a outra puxe o &#xEA;mbolo da seringa dosadora at&#xE9; a medida indicada no corpo do mesmo, conforme indicado na figura 8.<br> <img alt=\"\" src=\"https://uploads.consultaremedios.com.br/ckeditor_assets/pictures/5fb8032377194a002224253e/original_8.JPG?1605894947\" style=\"width:40%\"> </img></br></li> <li>Importante: As doses est&#xE3;o em mL no corpo da seringa. Para obter a dose prescrita pelo m&#xE9;dico, puxe o &#xEA;mbolo at&#xE9; que a dose esteja exatamente em linha com a base da seringa (foguete), conforme figura <strong>Ap&#xF3;s reconstitui&#xE7;&#xE3;o a suspen&#xE7;&#xE3;o apresenta colora&#xE7;&#xE3;o branca &#xE0; amarelada, homog&#xEA;nea. O medicamento n&#xE3;o deve der utilizado se apresentar colora&#xE7;&#xE3;o alaranjada ou marrom.</strong><br> <img alt=\"\" src=\"https://uploads.consultaremedios.com.br/ckeditor_assets/pictures/5ec8064058275300230c9927/original_99.JPG?1590167104\" style=\"width:40%\"> </img></br></li> <li>Insira a seringa dosadora na boca da crian&#xE7;a e pressione o &#xEA;mbolo, devagar, para que o l&#xED;quido n&#xE3;o saia com muita for&#xE7;a, conforme indicado na figura 10. Lave bem a seringa dosadora ap&#xF3;s a sua utiliza&#xE7;&#xE3;o.<br> <img alt=\"\" src=\"https://uploads.consultaremedios.com.br/ckeditor_assets/pictures/5ec806a4582753002a0c98fd/original_10.JPG?1590167204\" style=\"width:40%\"> </img></br></li> <li>Aclaf<sup>&#xAE;</sup> deve ser tomado duas vezes ao dia, de 12 em 12 horas. Lembre-se de guard&#xE1;-lo na geladeira pelo per&#xED;odo m&#xE1;ximo de sete dias.<br> <img alt=\"\" src=\"https://uploads.consultaremedios.com.br/ckeditor_assets/pictures/5fb8035d77194a0024242520/original_11.JPG?1605895005\" style=\"width:40%\"> </img></br></li> "}

Agitar o frasco e retirar o ar do dosador antes de administrar cada dose.

Após 7 dias, o produto deve ser descartado.

Em caso de dúvida na preparação/administração ou para obter mais informações, entre em contato com o serviço de atendimento ao cliente por meio do 0800 600 1344.

Agite a suspensão antes de usá-la.

Dosagem

A dose depende da idade, peso e função renal do paciente e da gravidade da infecção. Seu médico irá decidir qual a dosagem correta para você.

Para reduzir desconfortos no estômago ou no intestino, tome este medicamento no início da refeição.

O tratamento não deve ser estendido por mais de 14 dias sem a revisão do médico.

Aclaf® pó para suspensão oral é apresentado em frascos que contêm uma seringa dosadora.

A dose usual diária usualmente recomendada é:
Dose baixa
  • <li>25/3,6 a 45/6,4 mg/kg/dia divididos em duas doses para infec&#xE7;&#xF5;es leves e moderadas.</li>
Dose alta
  • <li>45/6,4 a 70/10 mg/kg/dia divididos em duas doses para tratamento de infec&#xE7;&#xF5;es mais graves.</li>

Não há dados clínicos disponíveis em doses acima de 45/6,4 mg/kg/dia em crianças menores de 2 anos.

Não há dados clínicos com Aclaf® suspensão oral 400 mg + 57 mg/5 mL para recomendar uma posologia para crianças com menos de 2 meses de idade.

Insuficiência renal (dos rins)
  • <li>Para pacientes com insufici&#xEA;ncia renal leve a moderada (taxa de filtra&#xE7;&#xE3;o glomerular (TFG) &gt;30 mL/min), nenhum ajuste de dose &#xE9; necess&#xE1;rio. Para pacientes com insufici&#xEA;ncia renal grave (TFG &lt;30 mL/min), Aclaf<sup>&#xAE; </sup>n&#xE3;o &#xE9; recomend&#xE1;vel.</li>
Insuficiência hepática (do fígado)
  • <li>A esses pacientes, recomenda-se cautela no uso de Aclaf<sup>&#xAE;</sup>. O m&#xE9;dico deve monitorar a fun&#xE7;&#xE3;o hep&#xE1;tica em intervalos regulares. As evid&#xEA;ncias atuais s&#xE3;o insuficientes para servir de base para uma recomenda&#xE7;&#xE3;o de dose.</li>

Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

Comprimido

Uso oral.

Os comprimidos devem ser engolidos inteiros, sem mastigar. Se necessário, podem ser partidos pela metade e engolidos, mas não mastigados.

Para reduzir o desconforto gastrintestinal (ou seja, no estômago ou intestino), tome os comprimidos no início da refeição.

Dosagem
  • <li>Um comprimido de Aclaf<sup>&#xAE; </sup>duas vezes ao dia.</li>
Pacientes com insuficiência renal (dos rins)
  • <li>Para pacientes com comprometimento moderado do funcionamento do rim TFG &#x2265;30 mL/min, nenhum ajuste de dosagem &#xE9; necess&#xE1;rio. Para pacientes com comprometimento grave do funcionamento do rim TFG &lt;30 mL/min, o uso de Aclaf<sup>&#xAE; </sup>n&#xE3;o &#xE9; recomend&#xE1;vel.</li>
Pacientes com insuficiência hepática (do fígado)
  • <li>Quem tem problemas de f&#xED;gado deve usar Aclaf<sup>&#xAE; </sup>com cautela, e o m&#xE9;dico deve monitorar a fun&#xE7;&#xE3;o hep&#xE1;tica do paciente em intervalos regulares. No momento, os dados existentes s&#xE3;o insuficientes para servir como base de recomenda&#xE7;&#xE3;o de dosagem.</li>

A duração do tratamento deve ser apropriada para a indicação e não se deve exceder 14 dias sem revisão médica.

O tratamento pode iniciar-se por via intravenosa e continuar com uma preparação oral.

Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

Este medicamento não deve ser mastigado.

Como o Aclaf funciona?

Aclaf® é um antibiótico que age eliminando as bactérias que causam infecções. O medicamento contém duas diferentes substâncias ativas denominadas amoxicilina e ácido clavulânico.

A amoxicilina pertence à família das penicilinas. O clavulanato pode ajudar na proteção da amoxicilina.

Quais cuidados devo ter ao usar o Aclaf?

Suspensão oral / Comprimido revestido

Antes de iniciar o tratamento com Aclaf® , seu médico deve fazer uma pesquisa cuidadosa para saber se você tem ou já teve reações alérgicas a penicilinas, cefalosporinas ou a outras substâncias causadoras de alergia (alérgenos). Houve casos de reações alérgicas sérias e potencialmente fatais (incluindo reações anafiláticas e reações adversas sérias na pele) em pacientes sob tratamento com penicilina. Essas reações ocorrem com mais facilidade em pessoas que já apresentaram alergia à penicilina.

O uso prolongado de Aclaf® pode, ocasionalmente, resultar em crescimento exagerado de microrganismos não sensíveis, ou seja, resistentes à ação do antibiótico.

Foi relatada colite pseudomembranosa (inflamação no cólon) com o uso de antibióticos, que pode variar de gravidade leve até risco à vida. Se você apresentar diarreia prolongada ou significativa, ou sentir cólicas abdominais, o tratamento deve ser interrompido imediatamente e seu médico irá avaliar sua condição física.

Gravidez e Lactação (amamentação)

Caso você fique grávida durante ou logo após o tratamento com Aclaf® , suspenda a medicação e avise imediatamente seu médico. Como ocorre com todos os medicamentos, o uso de Aclaf® deve ser evitado na gravidez, especialmente durante o primeiro trimestre, a menos que o médico o considere essencial. Você pode tomar Aclaf® durante o período de amamentação. Não há efeitos nocivos conhecidos para o bebê lactente.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgiãodentista.

Efeitos sobre a capacidade de dirigir veículos e de operar máquinas

Não se observaram efeitos adversos sobre a capacidade de dirigir veículos e de operar máquinas.

Exclusivo suspensão oral

O médico deve fazer monitoramento apropriado caso haja prescrição de anticoagulantes orais ao mesmo tempo que Aclaf®. Alguns ajustes de dose dos anticoagulantes orais podem ser necessários.

Converse com seu médico caso você esteja usando esses medicamentos.

Aclaf® deve ser prescrito com cautela para pacientes que apresentam problemas de funcionamento do fígado.

Para os que têm problemas nos rins, é necessário ajustar a dosagem de Aclaf® de acordo com o grau da disfunção. O médico saberá o ajuste correto a ser feito para cada caso.

Durante a administração de altas doses de Aclaf®, é recomendável que você tome grande quantidade de líquidos para evitar cristalúria (formação de cristais na urina), relacionada ao uso da amoxicilina.

Seu médico deve considerar a possibilidade de superinfecções por fungos ou bactérias durante o tratamento.

Se ocorrer superinfecção, ele poderá recomendar a descontinuação do tratamento com Aclaf® e prescrever a terapia apropriada.

Aclaf® em suspensão oral contém 2,0 mg de aspartamo por dose de 5 mL. Como o aspartamo é fonte de fenilalanina, você deve usar este medicamento com cautela caso fenilcetonúria (doença hereditária que pode causar graves problemas neurológicos e de pele).

Atenção, fenilcetonúricos: este medicamento contém fenilalanina.

O medicamento não deve ser utilizado se apresentar coloração alaranjada ou marrom, o que pode ocorrer se o produto tiver sido exposto à umidade.

Exclusivo comprimido revestido

Seu médico deve fazer o monitoramento apropriado de possíveis reações se você precisar usar anticoagulantes orais ao mesmo tempo que Aclaf®.&nbsp;Pode ser necessário realizar alguns ajustes de dose do anticoagulante oral. Converse com seu médico caso você use esses medicamentos.

Aclaf® deve ser usado com cautela em pacientes que apresentam problemas de fígado.

Em pacientes com problemas nos rins a dosagem de Aclaf® deve ser ajustada de acordo com o grau de disfunção. Se é seu caso, consulte o médico para que ele defina o ajuste correto a fazer.

Durante a administração de altas doses de Aclaf®, é recomendável manter ingestão adequada de líquidos para evitar cristalúria (formação de cristais na urina), associada ao uso da amoxicilina.

Seu médico deve considerar a possibilidade de superinfecções por fungos ou bactérias durante o tratamento. Se ocorrer superinfecção, ele poderá recomendar a descontinuação do tratamento com Aclaf® e prescrever a terapia apropriada.

Quais as reações adversas e os efeitos colaterais do Aclaf?

Suspensão oral

As reações adversas estão listadas abaixo de acordo com a frequência.

Reação muito comum (ocorre em 10% dos pacientes que utilizam este medicamento)
  • <li>Diarreia (em adultos).</li>
Reações comuns (ocorrem entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento)
  • <li><a href="https://consultaremedios.com.br/antifungico/candidiase/c" target="_blank">Candid&#xED;ase</a> mucocut&#xE2;nea (infec&#xE7;&#xE3;o causada por fungo caracterizada pela presen&#xE7;a de les&#xF5;es esbranqui&#xE7;adas em boca e mucosas);</li> <li>Enjoo e <a href="https://consultaremedios.com.br/aparelho-digestivo/nauseas/c" target="_blank">v&#xF4;mito</a> (podem ser reduzidos tomando-se Aclaf<sup>&#xAE;</sup> no in&#xED;cio de uma refei&#xE7;&#xE3;o, em adultos);</li> <li>Diarreia (em crian&#xE7;as).</li>
Reações incomuns (ocorrem entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento)
  • <li><a href="https://minutosaudavel.com.br/tontura-o-que-pode-ser/" rel="noopener" target="_blank">Tontura</a>;</li> <li><a href="https://consultaremedios.com.br/dor-febre-e-contusao/dor-de-cabeca-e-enxaqueca/c" target="_blank">Dor de cabe&#xE7;a</a>;</li> <li>Desconforto abdominal;</li> <li>Aumento moderado de enzimas do f&#xED;gado (como AST ou ALT);</li> <li>Erup&#xE7;&#xF5;es na pele;</li> <li>Coceira e vermelhid&#xE3;o.</li>
Reações raras (ocorrem entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento)
  • <li>Falta de gl&#xF3;bulos brancos, que pode resultar em infec&#xE7;&#xF5;es frequentes, como <a href="https://consultaremedios.com.br/dor-febre-e-contusao/c" target="_blank">febre</a>, calafrios, inflama&#xE7;&#xE3;o da garganta ou &#xFA;lceras na boca;</li> <li>Baixa contagem de plaquetas, que pode resultar em sangramento ou hematomas (manchas roxas que surgem com mais facilidade que o normal);</li> <li>Eritema multiforme (les&#xF5;es das mucosas e da pele).</li>
Reações muito raras (ocorrem em menos de 0,01% dos pacientes que utilizam este medicamento)
  • <li>Altera&#xE7;&#xE3;o da coagula&#xE7;&#xE3;o (tempo de sangramento e tempo de protrombina), que pode resultar em sangramento ou hematomas (manchas roxas que surgem com mais facilidade que o normal);</li> <li>Diminui&#xE7;&#xE3;o ou aus&#xEA;ncia revers&#xED;vel de granul&#xF3;citos (c&#xE9;lulas de defesa), que pode resultar em infec&#xE7;&#xF5;es frequentes, como febre, calafrios, inflama&#xE7;&#xE3;o da garganta ou &#xFA;lceras na boca;</li> <li>Destrui&#xE7;&#xE3;o de gl&#xF3;bulos vermelhos e consequentemente <a href="https://consultaremedios.com.br/doencas-do-sangue/anemia/c" target="_blank">anemia</a>, que pode resultar em <a href="https://minutosaudavel.com.br/cansaco/" rel="noopener" target="_blank">cansa&#xE7;o</a>, dores de cabe&#xE7;a e falta de ar causada pela pr&#xE1;tica de exerc&#xED;cios f&#xED;sicos, vertigem, palidez e amarelamento da pele e/ou dos olhos;</li> <li>Sinais repentinos de alergia, tais como erup&#xE7;&#xF5;es da pele, prurido (coceira) ou <a href="https://minutosaudavel.com.br/urticaria/" rel="noopener" target="_blank">urtic&#xE1;ria</a>, incha&#xE7;o da face, dos l&#xE1;bios, da l&#xED;ngua ou de outras partes do corpo, falta de ar, respira&#xE7;&#xE3;o ofegante ou problemas para respirar. Se esses sintomas ocorrerem, pare de usar o medicamento e procure socorro m&#xE9;dico o mais r&#xE1;pido poss&#xED;vel;</li> <li>Convuls&#xF5;es podem ocorrer em pacientes com fun&#xE7;&#xE3;o renal prejudicada ou que estejam recebendo doses altas do medicamento;</li> <li>Hipercinesia (presen&#xE7;a de movimentos exacerbados e incontrol&#xE1;veis), tontura;</li> <li>Efeitos relacionados ao sistema digestivo, como diarreia grave, que tamb&#xE9;m pode conter sangue e ser acompanhada de c&#xF3;licas abdominais;</li> <li>Sua l&#xED;ngua pode mudar de cor, ficando amarela, marrom ou preta, e dar a impress&#xE3;o de ter pelos;</li> <li>Efeitos relacionados ao f&#xED;gado: esses sintomas podem manifestar-se como enjoo, v&#xF4;mito, perda de apetite, sensa&#xE7;&#xE3;o geral de mal-estar, febre, coceira, amarelamento da pele e dos olhos e escurecimento da urina. As rea&#xE7;&#xF5;es relacionadas ao f&#xED;gado podem ocorrer at&#xE9; dois meses ap&#xF3;s o in&#xED;cio do tratamento;</li> <li>Sintomas semelhantes aos da <a href="https://consultaremedios.com.br/gripes-e-resfriados/c" target="_blank">gripe</a> com erup&#xE7;&#xE3;o cut&#xE2;nea, febre, gl&#xE2;ndulas inchadas e resultados anormais de exames de sangue (incluindo o aumento dos gl&#xF3;bulos brancos (eosinofilia) e enzimas hep&#xE1;ticas) [rea&#xE7;&#xE3;o do medicamento com eosinofilia e sintomas sist&#xEA;micos (dress)].</li> <li><a href="https://consultaremedios.com.br/infectologia/meningite/c" target="_blank">Meningite</a> ass&#xE9;ptica.</li>
Outras reações adversas
  • <li><a href="https://minutosaudavel.com.br/trombocitopenia/" rel="noopener" target="_blank">Trombocitopenia</a> <a href="https://minutosaudavel.com.br/purpura/" rel="noopener" target="_blank">p&#xFA;rpura</a>;</li> <li><a href="https://consultaremedios.com.br/sistema-nervoso-central/ansiedade/c" target="_blank">Ansiedade</a>, <a href="https://consultaremedios.com.br/sistema-nervoso-central/insonia/c" target="_blank">ins&#xF4;nia</a> e confus&#xE3;o mental (relatos raros);</li> <li>Glossite (inflama&#xE7;&#xE3;o e incha&#xE7;o da l&#xED;ngua).</li>

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do serviço de atendimento.

Comprimido revestido

As reações adversas estão listadas abaixo de acordo com a frequência.

Reação muito comum (ocorre em 10% dos pacientes que utilizam este medicamento):
  • <li>Diarreia (em adultos).</li>
Reações comuns (ocorrem entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento)
  • <li>Candid&#xED;ase mucocut&#xE2;nea (infec&#xE7;&#xE3;o causada por fungo), caracterizada pela presen&#xE7;a de les&#xF5;es esbranqui&#xE7;adas em boca e mucosas;</li> <li>Diarreias, enjoo e v&#xF4;mito (essas rea&#xE7;&#xF5;es podem ser reduzidas com o uso de Aclaf<sup>&#xAE;</sup> no in&#xED;cio de uma refei&#xE7;&#xE3;o, em crian&#xE7;as).</li>
Reações incomuns (ocorrem entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento
  • <li>Tontura;</li> <li>Dor de cabe&#xE7;a;</li> <li>Desconforto abdominal;</li> <li>Aumento moderado de enzimas do f&#xED;gado (como AST ou ALT);</li> <li>Erup&#xE7;&#xF5;es na pele;</li> <li>Coceira e vermelhid&#xE3;o.</li>
Reações raras (ocorrem de 0,01% a 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento)
  • <li>Diminui&#xE7;&#xE3;o revers&#xED;vel de gl&#xF3;bulos brancos (c&#xE9;lulas de defesa) e diminui&#xE7;&#xE3;o de plaquetas (c&#xE9;lulas respons&#xE1;veis pela coagula&#xE7;&#xE3;o) do sangue;</li> <li>Eritema multiforme (les&#xF5;es das mucosas e da pele).</li>
Reações muito raras (ocorrem em menos de 0,01% dos pacientes que utilizam este medicamento)
  • <li>Falta de gl&#xF3;bulos brancos, que pode resultar em infec&#xE7;&#xF5;es frequentes, como febre, calafrios, inflama&#xE7;&#xE3;o da garganta ou &#xFA;lceras na boca;</li> <li>Baixa contagem de plaquetas, que pode resultar em sangramento ou hematomas (manchas roxas que surgem com mais facilidade que o normal);</li> <li>Destrui&#xE7;&#xE3;o de gl&#xF3;bulos vermelhos e consequentemente anemia, que pode resultar em cansa&#xE7;o, dores de cabe&#xE7;a e falta de ar causada pela pr&#xE1;tica de exerc&#xED;cios f&#xED;sicos, vertigem, palidez e amarelamento da pele e/ou dos olhos;</li> <li>Sinais repentinos de alergia, tais como erup&#xE7;&#xF5;es da pele, prurido (coceira) ou urtic&#xE1;ria, incha&#xE7;o da face, dos l&#xE1;bios, da l&#xED;ngua ou de outras partes do corpo, falta de ar, respira&#xE7;&#xE3;o ofegante ou problemas para respirar; se esses sintomas ocorrerem, pare de usar o medicamento e procure socorro m&#xE9;dico o mais r&#xE1;pido poss&#xED;vel;</li> <li>Convuls&#xF5;es podem ocorrer em pacientes com fun&#xE7;&#xE3;o renal prejudicada ou que estejam recebendo doses altas do medicamento;</li> <li>Hipercinesia (presen&#xE7;a de movimentos exacerbados e incontrol&#xE1;veis), tontura;</li> <li>Efeitos relacionados ao sistema digestivo, como diarreia grave, que tamb&#xE9;m pode conter sangue e ser acompanhada de c&#xF3;licas abdominais;</li> <li>Sua l&#xED;ngua pode mudar de cor, ficando amarela, marrom ou preta, e dar a impress&#xE3;o de ter pelos;</li> <li>Efeitos relacionados ao f&#xED;gado; esses sintomas podem manifestar-se como enjoo, v&#xF4;mito, perda de apetite, sensa&#xE7;&#xE3;o geral de mal-estar, febre, coceira, amarelamento da pele e dos olhos e escurecimento da urina. As rea&#xE7;&#xF5;es relacionadas ao f&#xED;gado podem ocorrer at&#xE9; dois meses ap&#xF3;s o in&#xED;cio do tratamento;</li> <li>Sintomas semelhantes aos da gripe com erup&#xE7;&#xE3;o cut&#xE2;nea, febre, gl&#xE2;ndulas inchadas e resultados anormais de exames de sangue (incluindo o aumento dos gl&#xF3;bulos brancos (eosinofilia) e enzimas hep&#xE1;ticas) [Rea&#xE7;&#xE3;o do medicamento com eosinofilia e sintomas sist&#xEA;micos (DRESS)];</li> <li>Meningite ass&#xE9;ptica.</li>
Outras reações adversas
  • <li>Trombocitopenia p&#xFA;rpura;</li> <li>Ansiedade, ins&#xF4;nia e confus&#xE3;o mental (relatos raros);</li> <li>Glossite (inflama&#xE7;&#xE3;o e incha&#xE7;o da l&#xED;ngua).</li>

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

O que eu devo fazer quando esquecer de usar o Aclaf?

Se você esquecer uma dose, tome-a assim que se lembrar, mas continue com o horário normal das demais. Só não tome duas doses com intervalo menor que 4 horas.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

Qual a composição do Aclaf?

Cada 5 mL de suspensão oral contém:

{"tag":"table","value":{"heading":["<table border=\"1\" cellpadding=\"1\" cellspacing=\"1\" style=\"width:100%\"> <tbody> <tr> <td style=\"width:256px\"> <p style=\"text-align:center\">Amoxicilina (sob a forma de tri-hidratada)*</p> </td> <td style=\"width:242px\"> <p style=\"text-align:center\">400 mg</p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:256px\"> <p style=\"text-align:center\">&#xC1;cido clavul&#xE2;nico (sob a forma de clavulanato de pot&#xE1;ssio)</p> </td> <td style=\"width:242px\"> <p style=\"text-align:center\">57 mg</p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:256px\"> <p style=\"text-align:center\">Ve&#xED;culo*** q.s.p.</p> </td> <td style=\"width:242px\"> <p style=\"text-align:center\">5 mL</p> </td> </tr> </tbody> </table>"],"rows":[]}}

*Cada 1,148 mg de amoxicilina tri-hidratada equivalem a 1 mg de amoxicilina anidra.
**Cada 1,191 mg de clavulanato de potássio equivalem a 1 mg de ácido clavulânico.
***Veículo: dióxido de silício, goma xantana, ácido succínico, aspartamo, aroma de morango, aroma de baunilha, hipromelose, maltodextrina, poloxâmer, butil-hidroxitolueno.

Cada comprimido revestido contém:

{"tag":"table","value":{"heading":["<table border=\"1\" cellpadding=\"1\" cellspacing=\"1\" style=\"width:100%\"> <tbody> <tr> <td style=\"width:256px\"> <p style=\"text-align:center\">Amoxicilina tri-hidratada*</p> </td> <td style=\"width:242px\"> <p style=\"text-align:center\">1004,5 mg*</p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:256px\"> <p style=\"text-align:center\">Clavulanato de pot&#xE1;ssio**</p> </td> <td style=\"width:242px\"> <p style=\"text-align:center\">148,87 mg**</p> </td> </tr> <tr> <td style=\"width:256px\"> <p style=\"text-align:center\">Excipientes*** q.s.p.</p> </td> <td style=\"width:242px\"> <p style=\"text-align:center\">1 comprimido</p> </td> </tr> </tbody> </table>"],"rows":[]}}

*Cada 1004,5 mg de amoxicilina tri-hidratada equivale a 875 mg de amoxicilina anidra.
**Cada 148,87 mg de clavulanato de potássio equivale a 125 mg de ácido clavulânico.
***Excipientes: dióxido de silício, estearato de magnésio, povidona, celulose microcristalina, dióxido de titânio, hipromelose e macrogol.

Superdose: o que acontece se tomar uma dose do Aclaf maior do que a recomendada?

É pouco provável que ocorram problemas em caso de superdosagem de Aclaf®. Se houver efeitos gastrintestinais evidentes, como enjoo, vômito e diarreia, procure seu médico para que os sintomas sejam tratados.

Aclaf® pode ser removido da circulação por hemodiálise.

Observou-se a formação de cristais na urina após o uso da amoxicilina.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

Interação medicamentosa: quais os efeitos de tomar Aclaf com outros remédios?

Converse com seu médico antes de iniciar o tratamento com Aclaf

Apresentações do Aclaf

Medicamento similar equivalente ao medicamento de referência.

Pó para suspensão oral 400 mg + 57 mg/5 mL

Embalagem com 1 frasco contendo 70 mL (após reconstituição) + 1 seringa dosadora

Uso oral.

Uso adulto e pediátrico acima de 2 meses de idade.

Comprimido revestido 875 mg + 125 mg

Embalagem com 14 comprimidos revestidos.

Uso oral.

Uso adulto.

Fabricante: Elofar

© 2021 Medicamento Lab.