Eurofarma Cimaher

50mg, caixa com 4 frascos-ampolas com 10mL de solução de uso intravenoso

Princípio ativo
:
Nimotuzumabe
Classe Terapêutica
:
Anticorpos Monoclonais Antineoplásicos, EGFR
Requer Receita
:
Sim, necessita de Receita
Tipo de prescrição
:
Branca Comum (Venda Sob Prescrição Médica)
Categoria
:
Câncer
Especialidade
:
Oncologia e Pediatria

Bula do medicamento

Cimaher, para o que é indicado e para o que serve?

Cimaher (nimotuzumabe) como monoterapia está indicado para o tratamento de astrocitomas de alto grau recorrentes e/ou refratários ao tratamento cirúrgico, radioterápico e quimioterápico em crianças.

Como o Cimaher funciona?

{"tag":"hr","value":" <p>Cimaher &#xE9; o nome comercial para o nimotuzumabe, um anticorpo que inibe o crescimento das c&#xE9;lulas tumorais, pois se liga com alta afinidade a um receptor de um fator de crescimento para as c&#xE9;lulas tumorais, o Receptor do Fator de Crescimento Epid&#xE9;rmico (EGFR). Este receptor regula diversas fun&#xE7;&#xF5;es celulares, entre elas, a prolifera&#xE7;&#xE3;o, a morte das c&#xE9;lulas e sua capacidade de invadir os tecidos adjacentes.</p> "}

Quais as contraindicações do Cimaher?

Cimaher&nbsp;(nimotuzumabe) é contraindicado para pacientes com hipersensibilidade (alergia) conhecida ao nimotuzumabe, ou aos demais componentes da formulação.

Este medicamento é contraindicado para uso por crianças menores de 2 anos.

Como usar o Cimaher?

Preparo para administração

{"tag":"ol","value":" <li>O frasco n&#xE3;o deve ser agitado, pois a agita&#xE7;&#xE3;o vigorosa pode desnaturar a prote&#xED;na e afetar a atividade biol&#xF3;gica do produto.</li> <li>Verifique visualmente o produto (antes e ap&#xF3;s a dilui&#xE7;&#xE3;o), para garantir que n&#xE3;o existem part&#xED;culas, ou altera&#xE7;&#xF5;es na colora&#xE7;&#xE3;o do produto.</li> <li>Via de administra&#xE7;&#xE3;o: infus&#xE3;o intravenosa. N&#xE3;o administrar como inje&#xE7;&#xE3;o intravenosa r&#xE1;pida ou em bolus.</li> <li>Utilizando t&#xE9;cnicas de assepsia apropriadas, retirar a tampa do frasco-ampola que cont&#xE9;m Cimaher (nimotuzumabe) e limpar a parte superior do frasco-ampola com uma solu&#xE7;&#xE3;o bacteriost&#xE1;tica.</li> <li>Inserir a agulha de uma seringa est&#xE9;ril no frasco-ampola para retirada da solu&#xE7;&#xE3;o de Cimaher (nimotuzumabe).</li> <li>Dilua o volume correspondente &#xE0; dose calculada em 250 mL de solu&#xE7;&#xE3;o de <a href=\"https://consultaremedios.com.br/cloreto-de-sodio/bula\" target=\"_blank\">cloreto de s&#xF3;dio</a> a 0,9% para infus&#xE3;o.</li> <li>Administre a solu&#xE7;&#xE3;o para infus&#xE3;o em per&#xED;odo entre 30 (trinta) e 60 (sessenta) minutos. N&#xE3;o &#xE9; necess&#xE1;rio uso de equipo de infus&#xE3;o com filtro interno.</li> <li>Como n&#xE3;o h&#xE1; presen&#xE7;a de conservantes, recomenda-se que a administra&#xE7;&#xE3;o da solu&#xE7;&#xE3;o para infus&#xE3;o seja iniciada assim que poss&#xED;vel.</li> <li>A solu&#xE7;&#xE3;o de infus&#xE3;o obtida ap&#xF3;s dilui&#xE7;&#xE3;o com solu&#xE7;&#xE3;o est&#xE9;ril de cloreto de s&#xF3;dio 0,9% mant&#xE9;m-se est&#xE1;vel por 72 (setenta e duas) horas em temperatura de at&#xE9; 27&#xBA; C.</li> "}

Não estoque sobras da solução de infusão parcialmente utilizadas para uso posterior.

Não foram conduzidos estudos de compatibilidade física, ou bioquímica para avaliar a coadministração de Cimaher (nimotuzumabe) com outros fármacos. Não infunda concomitantemente, no mesmo equipo, outros medicamentos.

Posologia do Cimaher

{"tag":"hr","value":" <p>A dose recomendada de Cimaher (nimotuzumabe) para o tratamento de pacientes pedi&#xE1;tricos com astrocitoma de alto grau &#xE9; de 150 mg/m2, administrada uma vez por semana, durante seis semanas (per&#xED;odo de indu&#xE7;&#xE3;o), e posteriormente, uma dose de manuten&#xE7;&#xE3;o a cada 15 (quinze) dias.</p> <h2>O que devo fazer quando eu me esquecer de usar o Cimaher?</h2> <hr> <p>A utiliza&#xE7;&#xE3;o deste medicamento ser&#xE1; em ambiente hospitalar, orientado e executado por profissionais especializados e n&#xE3;o depender&#xE1; da conduta do paciente.</p> <p><strong>Em caso de d&#xFA;vidas, procure orienta&#xE7;&#xE3;o do farmac&#xEA;utico ou de seu m&#xE9;dico, ou cirurgi&#xE3;o-dentista.</strong></p> </hr>"}

Quais cuidados devo ter ao usar o Cimaher?

Este medicamento deve ser administrado com cautela a pacientes que tenham recebido tratamento prévio com anticorpo murino ior egf/r3, ou que apresentem antecedentes de hipersensibilidade (alergia) a este e/ou outros medicamentos derivados de células de mamíferos NSO. Cimaher (nimotuzumabe) deve ser administrado com cautela a pacientes com doenças crônicas em fase de descompensação, como por exemplo, doença cardíaca coronariana, diabetes mellitus, ou pressão alta.

A interação de Cimaher (nimotuzumabe) com outros fármacos quimioterápicos não foi totalmente avaliada até o momento. Foi observada potencialização da atividade antitumoral quando outros agentes inibidores do EGFR foram usados em combinação com quimioterapia. Cimaher (nimotuzumabe) foi utilizado em outros estudos, em adultos, em associação à cisplatina, potencializando seu efeito quimioterápico sem agravar o perfil de toxicidade.

Quais as reações adversas e os efeitos colaterais do Cimaher?

As principais reações adversas apresentadas após administração de Cimaher (nimotuzumabe) em crianças consistem em reações leves, ou moderadas do tipo:

  • <li>Tremores.</li> <li><a href="https://consultaremedios.com.br/dor-febre-e-contusao/c" target="_blank">Febre</a>.</li> <li>Calafrios.</li> <li>N&#xE1;useas.</li> <li><a href="https://consultaremedios.com.br/aparelho-digestivo/nauseas/c" target="_blank">V&#xF4;mitos</a>.</li> <li><a href="https://consultaremedios.com.br/dor-febre-e-contusao/dor-de-cabeca-e-enxaqueca/c" target="_blank">Dor de cabe&#xE7;a</a>.</li> <li><a href="https://minutosaudavel.com.br/cansaco/" rel="noopener" target="_blank">Cansa&#xE7;o</a>.</li>

Não houve nenhum evento adverso grave relacionado à administração do medicamento.

A administração repetida de Cimaher (nimotuzumabe) é bem tolerada e segura. A piora observada nos pacientes&nbsp;e outros eventos adversos sérios foram relacionados à progressão da doença de base, ou raramente a outra doença associada. Nenhuma alergia, toxicidade grave para a pele, ou sintomas e sinais&nbsp; relativos ao aparelho digestivo&nbsp;foram observados. Também não foi observada nenhuma alteração nos exames laboratoriais em pacientes&nbsp;pediátricos, ou alteração no exame físico, ou dos sinais vitais relacionados ao uso do Cimaher&nbsp;(nimotuzumabe).

Em estudos realizados em adultos para tratamento de tumores do Sistema Nervoso Central e&nbsp;para tumores de outras localizações, as principais reações adversas apresentadas após administração de&nbsp;Cimaher (nimotuzumabe) consistiram, também, em reações leves, ou moderadas do tipo:

  • <li>Tremores.</li> <li>Calafrios.</li> <li>N&#xE1;useas.</li> <li>Dor de cabe&#xE7;a.</li> <li>V&#xF4;mitos.Anemia.</li> <li>Press&#xE3;o baixa ou press&#xE3;o alta.</li>
Outras reações menos frequentes foram:
  • <li>Sonol&#xEA;ncia.</li> <li>Desorienta&#xE7;&#xE3;o.</li> <li>Dores musculares.</li> <li>Dist&#xFA;rbios da fala.</li> <li>Dificuldade para engolir.</li> <li>Boca seca.</li> <li><a href="https://consultaremedios.com.br/pele-e-mucosa/acne/c" target="_blank">Acne</a>.</li> <li>Fraqueza nos membros inferiores.</li> <li>Eleva&#xE7;&#xE3;o da creatinina plasm&#xE1;tica.</li> <li>Redu&#xE7;&#xE3;o da contagem de gl&#xF3;bulos brancos.</li> <li>Sangue na urina.</li> <li>Dor tor&#xE1;cica.</li> <li>Arroxeamento ao redor da boca.</li>

Estas reações adversas respondem ao tratamento&nbsp;com medicamentos padrão.&nbsp;

Os eventos adversos apresentados em ordem de frequência decrescente a seguir:

Comuns, > 1/100 e < 1/10 (> 1% e < 10%)
  • <li>Fraqueza.</li> <li>Press&#xE3;o alta.</li> <li>Febre.</li> <li>Dor de cabe&#xE7;a.</li> <li>Falta de apetite.</li> <li>V&#xF4;mitos.</li>
Incomuns, > 1/1.000 e < 1/100 (> 0,1% e < 1%)
  • <li>Feridas nas mucosas.</li> <li>Manchas vermelhas na pele.</li> <li>Choque anafil&#xE1;tico (rea&#xE7;&#xE3;o al&#xE9;rgica grave).</li>

Informe a seu médico, cirurgião-dentista, ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também a empresa através de seu serviço de atendimento.

Atenção: Em caso de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária - Notivisa, disponível em http://portal.anvisa.gov.br/notivisa, ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

População Especial

Gravidez e lactação

Cimaher (nimotuzumabe) não deve ser utilizado por mulheres grávidas, ou que possam ficar grávidas durante o tratamento, pois seus efeitos não são conhecidos. Estudos em animais indicam que em embriões, a falta de EGFR pode produzir imaturidade e morte pós-natal. Em mulheres com potencial para engravidar, medidas contraceptivas adequadas são recomendadas durante o tratamento e logo após seu término. Se estiver, ou suspeita que possa estar grávida, fale com seu médico antes de tomar este medicamento. Informe seu médico a ocorrência de gravidez durante o tratamento, ou após seu término.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgiãodentista.

Amamentação

Uma vez que é desconhecido se Cimaher é eliminado no leite materno, não amamente enquanto estiver tomando Cimaher (nimotuzumabe).

Informe a seu médico, ou farmacêutico se estiver amamentando.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres durante a amamentação.

Qual a composição do Cimaher?

Apresentação

Embalagem com 4 frascos-ampola de 10 mL contendo 50 mg de nimotuzumabe.

Uso intravenoso.

Uso pediátrico acima de 2 anos de idade.

Composição

Cada frasco-ampola contém:
{"tag":"table","value":{"heading":["<table border=\"1\" cellpadding=\"1\" cellspacing=\"1\" style=\"width:100%\"> <tbody> <tr> <td style=\"text-align:center; width:306px\">Nimotuzumabe (anticorpo monoclonal humanizado anti-EGFR)</td> <td style=\"text-align:center; width:302px\">50mg</td> </tr> <tr> <td style=\"text-align:center; width:306px\">Excipientes</td> <td style=\"text-align:center; width:302px\">10mL</td> </tr> </tbody> </table>"],"rows":[]}}

Excipientes:&nbsp;Fosfato de sódio dibásico, fosfato de sódio monobásico, cloreto de sódio, polissorbato 80 e água para injetáveis.

Superdose: o que acontece se tomar uma dose do Cimaher maior do que a recomendada?

Não se conhecem os efeitos de Cimaher em caso de superdose. Os pacientes devem ser observados e devem receber terapia sintomática e de suporte.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

Interação medicamentosa: quais os efeitos de tomar Cimaher com outros remédios?

Informe a seu médico, ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Não use medicamento sem o conhecimento de seu médico. Pode ser perigoso para sua saúde.

Qual a ação da substância do Cimaher (Nimotuzumabe)?

Resultados de Eficácia

Nimotuzumabe é o nome comercial do nimotuzumabe, um anticorpo monoclonal humanizado que inibe o crescimento das células tumorais, pois se liga com alta afinidade ao Receptor do Fator de Crescimento Epidérmico (EGFR) que está associado à atividade de proteínas que regulam diversas funções celulares, entre elas, o ciclo celular e a morte celular programada (apoptose), controlando sua proliferação, motilidade e capacidade invasiva.

Um estudo multicêntrico, de braço único, foi delineado com o objetivo de avaliar a eficácia do tratamento em primeira linha de Nimotuzumabe associado à radioterapia em pacientes pediátricos portadores de glioma intrínseco difuso da ponte. Vinte e um pacientes com idade entre 3 (três) e 18 (dezoito) anos receberam a medicação.

Nimotuzumabe foi administrado durante 12 semanas (terapia de indução), em infusões intravenosas, na dose de 150mg/m2 , concomitantemente ao tratamento radioterápico. Em caso de resposta objetiva ao tratamento ou na presença de doença estável na semana 12, teve início a terapia de consolidação, que consistiu da administração de Nimotuzumabe a cada duas semanas, na dose de 150mg/m² (tratamento de consolidação).

Os participantes foram submetidos à avaliação por imagem (Ressonância Magnética) a cada 12 semanas. Os resultados evidenciaram uma taxa de sobrevida livre de eventos aos seis meses de 85,7%, demonstrando sua superioridade significativa em relação ao dado histórico de 50% obtido com o tratamento radioterápico isolado (p=0,001). O tempo mediano de sobrevida livre de eventos foi de 322 dias.

O&nbsp;tempo estimado de duração da resposta objetiva na população ITT foi de 277 dias e a sobrevida global dos participantes tratados com a terapia combinada foi de 392 dias. (Estudo POLARIS).

Figura 1. Curva de sobrevida de Kaplan-Meier para a sobrevida livre de eventos na população ITT

Figura 2. Curva de sobrevida de Kaplan-Meier para a sobrevida global na população ITT


&nbsp;

Estudo de fase III, multicêntrico, aberto, de braço único, foi conduzido com o objetivo primário de determinar a sobrevida livre de progressão associada ao tratamento de primeira linha com Nimotuzumabe e radioterapia convencional em casos de diagnóstico recente de glioma intrínseco difuso da ponte na população pediátrica. Consistiram objetivos secundários do estudo determinar a taxa de resposta objetiva, a duração da resposta e a sobrevida global associadas ao tratamento, bem como o perfil de toxicidade do Nimotuzumabe.

Foram incluídas no estudo crianças e adolescentes com idade entre 3 e 20 anos portadoras de glioma intrínseco difuso da ponte de diagnóstico recente, confirmado por meio de ressonância magnética. Quarenta e um (41) pacientes foram incluídos e avaliados durante o estudo.

Quanto à melhor resposta global, observou-se resposta parcial em 4 (9,8%) pacientes e doença estável em 27 (65,8%) pacientes. Observou-se sobrevida livre de progressão mediana de 5,5 ± 0,2 meses, com sobrevida global mediana de 9,6 ± 1,0 meses. Os eventos adversos relatados foram em sua maioria de intensidade leve.

Um estudo prospectivo, de braço único, multicêntrico, foi realizado para avaliar a eficácia de nimotuzumabe, no tratamento de gliomas de alto grau resistentes à quimioterapia em crianças e adolescentes, na faixa etária de 4 (quatro) a 17 (dezessete) anos. Os pacientes deveriam ter expectativa de vida de pelo menos quatro semanas, hemograma e funções renal e hepática normais e deveriam apresentar progressão radiologicamente comprovada da doença durante a terapia primária, ou a terapia para recidiva. Foram excluídos pacientes que haviam recebido quimio ou radioterapia nas três semanas anteriores à inclusão no estudo. Durante o período de indução de seis semanas (semanas 1 a 6), todos os pacientes foram tratados com 150 mg/m² uma vez por semana. Pacientes sem progressão da doença receberam quatro infusões adicionais de Nimotuzumabe na dose de 150&nbsp;mg/m² de superfície corporal, uma vez a cada três semanas (período de consolidação, semanas 9 (nove) a 18 (dezoito)).

A tabela a seguir demonstra o número e a porcentagem de taxas de resposta e de melhor resposta global após a semana 8, com o intervalo de confiança (IC) de 95% para as porcentagens, com base na análise per protocol (n=45).

Doze pacientes (dois portadores de glioblastoma, dois portadores de astrocitoma anaplástico e oito portadores de glioma de ponte) apresentaram estabilização, ou melhora clínica após o período de indução e progrediram no tratamento para o período de consolidação.

Na semana 21, quatro desses pacientes haviam apresentado resposta parcial (três com glioma de ponte e um com astrocitoma anaplástico), dois haviam apresentado doença estabilizada (um com glioma de ponte e um com astrocitoma anaplástico) e seis pacientes apresentaram progressão da doença (dois com glioblastoma e quatro com glioma de ponte). Seis pacientes receberam terapia com Nimotuzumabe após a 21° semana (uso compassionado), sendo que um portador de astrocitoma anaplástico recebeu 34 (trinta e quatro) aplicações por 20 (vinte) meses.

O tempo mediano de sobrevida livre de progressão de todos os pacientes foi de 50 dias. O tempo mediano de sobrevida global foi de140 dias. A sobrevida global mediana para os pacientes que apresentaram resposta objetiva foi de 172 dias versus 101 dias para os pacientes que não apresentaram resposta objetiva (p=0,001).

A figura abaixo mostra a estimativa de Kaplan-Meier para a curva de sobrevida global.

Curva do tempo de sobrevida global

Figura 3. Gráfico de probabilidade de sobrevida global versus sobrevida global após início da terapia em pacientes com glioma difuso de ponte. Linha tracejada: pacientes que não apresentaram resposta. Linha contínua: pacientes que apresentaram resposta ao tratamento.Long rank test p=0,001

Os resultados de eficácia foram globalmente melhores no subgrupo de pacientes com glioma de tronco cerebral (ponte). A sobrevida mediana dos pacientes com esse tipo tumoral que responderam ao tratamento foi de 272 (duzentos e setenta e dois) dias versus 109 (cento e nove) dias para os pacientes não respondedores (p=0,001).

As aplicações repetidas de Nimotuzumabe foram bem toleradas e não foram observados eventos adversos hematológicos e não hematológicos graves.

Em um outro estudo aberto não controlado, com pacientes pediátricos entre 3 e 18 anos com diagnóstico de tumor cerebral em progressão de doença ou recidivado, e expectativa de vida de pelo menos 4 semanas.

Os pacientes receberam Nimotuzumabe semanal por 6 semanas e após esse período manteve-se a terapia de consolidação com a administração a cada 2 semanas até que o paciente não apresentasse mais condições clínicas de receber a medicação.

Quatorze (14) entre os de vinte e dois pacientes (22) apresentaram estabilização da doença por mais de 6 meses (64%). Três pacientes apresentaram resposta completa do tumor. A sobrevida foi de 82% em 6 meses e 64% em 1 ano e a sobrevida mediana foi de 19 meses.

Características Farmacológicas

Descrição

Nimotuzumabe é um anticorpo monoclonal (MAb) humanizado recombinante que reconhece com alta afinidade o Receptor do Fator de Crescimento Epidérmico (EGFR) humano. É obtido pela inserção das regiões hipervariáveis (ou regiões determinantes de complementaridade) do anticorpo murino ior egf/r3 em sítios&nbsp;apropriados da imunoglobulina humana, resultando em um anticorpo com as regiões constantes das cadeias leves e pesadas de origem humana. Pertence à subclasse IgG 1 e tem um peso molecular aproximado de 150 kD. Nimotuzumabe é produzido pelo cultivo de células não secretoras de mamíferos bem caracterizado (NSO).

Farmacodinâmica

Mecanismo de ação

O Receptor do Fator de Crescimento Epidérmico (EGFR) é uma glicoproteína de membrana de 170 kD cuja atividade intracelular está associada à atividade proteína tirosina-quinase específica. Sua superexpressão pelas células tumorais altera a regulação do ciclo celular (aumentando sua proliferação), bloqueia a apoptose, promove a angiogenêse, aumenta a motilidade, a adesividade e a capacidade invasiva. Nimotuzumabe liga-se ao EGFR, bloqueando a ligação de seu ligante natural, e inibindo o crescimento das células tumorais de origem epitelial in vitro e in vivo.

Dessa forma, Nimotuzumabe possui efeito antiangiogênico, antiproliferativo e pró-apoptótico em tumores que superexpressam o EGFR.

Dados pré-clínicos

Citotoxicidade

Estudos avaliaram a citotoxicidade mediada por células anticorpo-dependente – Antibody Dependent Cell Mediated Cytotoxicity (ADCC) – e a citotoxicidade complemento-dependentes – Complement Dependent Cytotoxicity (CDC). A capacidade de CDC do Nimotuzumabe foi demonstrada numa prova de liberação de 51Cr, usando-se, como alvo, a linhagem celular de adenocarcinoma de pulmão humano H- 125. O Nimotuzumabe foi capaz de se fixar, ativar e induzir a lise das células marcadas quando foi utilizada uma fonte de complemento humano.

Atividade antiproliferativa

Nimotuzumabe demonstrou ação antiproliferativa em linhagens tumorais e em células tumorais implantadas em camundongos, por bloqueio do EGFR. O Nimotuzumabe mostrou-se especialmente ativo in vitro, em culturas tridimensionais.

Atividade antiangiogênica

Nimotuzumabe apresentou propriedades antiangiogênicas pela inibição da produção dos fatores de crescimento pró-angiogênicos, como o fator de crescimento do endotélio vascular (VEGF). Testes in vivo, avaliando a atividade antitumoral do Nimotuzumabe, revelaram uma diminuição significativa na vascularização das amostras tratadas.

Toxicologia aguda e toxicologia subaguda de doses repetidas em roedores&nbsp;

Foram realizados estudos, utilizando o Nimotuzumabe, em doses de até 20 (vinte) vezes a dose humana máxima proposta. Não foi observado qualquer sinal de toxicidade em nenhum dos estudos de dose única, ou de doses repetidas.

Toxicidade de doses repetidas (6 (seis) meses) em primatas

Foi realizado um estudo em macacos (Cercopithecus aethiops) nos quais foram administradas doses intravenosas de 1x e 10x a dose humana ótima, de 200mg (2,86 mg/kg), e solução fisiológica a três grupos de seis animais, cada grupo contendo três animais de cada sexo. A administração da substância em estudo foi feita uma vez por semana durante 26 (vinte e seis) semanas. Não foi observado qualquer efeito toxicológico que pudesse ser interpretado como sinal de efeitos farmacológicos secundários indesejados.

Mutagenicidade/Carcinogenicidade

Não foram realizados estudos para avaliar o potencial carcinogênico e mutagênico de Nimotuzumabe.

Toxicidade reprodutiva

Não foram realizados estudos específicos em animais, para avaliar o efeito de Nimotuzumabe, sobre a fertilidade.

Reatividade cruzada

Nimotuzumabe foi estudado em várias amostras de cortes histológicos de uma série de tecidos humanos, sendo capaz de ligar-se essencialmente ao tecido epitelial, especialmente pele, que foi incluída como controle positivo. Não há reatividade cruzada com tecidos de órgãos vitais (coração, vasos sanguíneos, rim, encéfalo e pulmão) e a ligação ao tecido epitelial normal não foi considerada um problema potencial.

Ligação Seletiva

Estudos demonstraram diferentes graus de positividade imuno-histoquímica e distribuição do Nimotuzumabe em diferentes tipos de tumores, dependendo do nível de expressão do receptor. Os tumores estudados incluíram gliomas, meningeomas, histiocitoma fibroso maligno, neurofibrossarcoma e neoplasias malignas da mama, neoplasias malignas da cabeça, face e pescoço e neoplasias malignas dos órgãos genitais femininos.

Tumores não epiteliais não demonstraram qualquer reatividade com este anticorpo monoclonal.

Biodistribuição

Nimotuzumabe foi avaliado para sua utilização diagnóstica. O produto foi marcado com 99mTc (roedores) ou 188Re (babuínos). Alguns testes foram feitos em ratos com xenoenxertos de células tumorais H-125 ou A431. O Nimotuzumabe é depurado rapidamente da circulação, diminuindo a captação radioativa inespecífica em tecidos normais, como fígado, pulmões e rins. Nos&nbsp;camundongos com implantes, o Nimotuzumabe marcado mostrou índices tumor/não tumor fortemente positivos.

Farmacocinética – Estudos Clínicos
Eliminação

No estudo clínico de fase I aberto, de doses crescentes, em portadores de com tumores avançados derivados do tecido epitelial, a farmacocinética foi avaliada em 10 (dez) pacientes. As curvas de desaparecimento plasmático de Nimotuzumabe ajustaram-se melhor por equação exponencial com meia-vida de eliminação (t1/2 β) de 62,91 h; 82,60 h; 302,95 h e 304,51 h para as doses de 50, 100, 200 e 400 mg, respectivamente. A área sob a curva (AUC) de tempo-concentração foi 45/458, 145/931, 573/612 e 635/275 ng/mL/min e o pico de concentração máxima (Cmax) foi 27/790, 36/612, 52/713, 57/117 ng/mL para as doses de 50, 100, 200 e 400 mg, respectivamente.

O volume aparente do compartimento central (Vc) foi 2.321,96; 2.823,67; 4.279,71 e 7.173,99 mL e o clearance total de eliminação (Cl) foi 1,08; 0,67; 0,34 e 0,76 (mL/h/kg) para as doses de 50, 100, 200 e 400 mg, respectivamente. Não foram encontradas diferenças estatisticamente significantes no clearance, para os quatro níveis de dose (p = 0,095, teste de Kruskal-Wallis).

As principais vias de eliminação em humanos são rins, bexiga e trato gastrintestinal. Em 24 (vinte e quatro) horas, a excreção urinária média foi de aproximadamente 22%.

Biodistribuição

Os dados revelaram uma meia-vida efetiva de 2,93 h para o coração, 3,94 h para o fígado, 3,20 h para o baço e 4,96 h para o restante do organismo. Imagens positivas de tumor foram vistas em quatro de 10 (dez) pacientes. As variáveis laboratoriais (antes e 24 horas após a injeção) não sofreram alterações significantes, exceto para a glicemia, que se apresentou elevada em um paciente após 24 (vinte e quatro) horas. O fígado foi evidenciado como órgão-alvo, com pico de captação 1 (uma) h após a injeção. Fígado, vesícula biliar e baço apresentaram os valores mais altos de absorção.

Saturação dos receptores de EGFR

Desde as fases iniciais dos estudos com as doses diagnósticas e terapêuticas de Nimotuzumabe, a droga revelou perfil de segurança muito favorável em doses de até 400 mg (5,71 mg/kg). A biodistribuição nas doses diagnósticas e nas doses terapêuticas revela os mesmos órgãos-alvo e as mesmas características farmacocinéticas. A análise farmacocinética dos estudos terapêuticos iniciais indica que a saturação dos receptores é obtida com doses iniciais acima de 200 mg e mantida com doses de 200 mg de Nimotuzumabe.

Como devo armazenar o Cimaher?

Antes de aberto, conservar Cimaher (nimotuzumabe) sob refrigeração entre 2°C e 8 °C. Proteger da luz.

Cuidados de conservação da solução para infusão, contendo o produto diluído:

{"tag":"ol","value":" <li>A solu&#xE7;&#xE3;o para infus&#xE3;o (solu&#xE7;&#xE3;o para infus&#xE3;o de cloreto de s&#xF3;dio a 0,9%), contendo o produto dilu&#xED;do &#xE9; est&#xE1;vel f&#xED;sica e quimicamente por 72 (setenta e duas) horas, em temperatura de at&#xE9; 27&#xBA;C.</li> <li>Do ponto de vista microbiol&#xF3;gico, a solu&#xE7;&#xE3;o para infus&#xE3;o deve ser imediatamente usada.</li> "}

Não congelar.

Não agitar.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Característica do produto

Cimaher (nimotuzumabe) em seu frasco-ampola original é uma solução incolor, transparente e livre de material particulado.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Dizeres Legais do Cimaher

MS – 1.0043.1015

Responsável Técnica.:
Dra. Maria Benedita Pereira
CRF-SP n.º: 30.378

Fabricado por:
Centro de Inmunología Molecular
Calle 216 Esq. 15, Playa, Ciudad de La Habana, Cuba

Registrado e importado por:
Eurofarma Laboratórios s.a.
Av. Vereador José Diniz, 3465 - São Paulo - SP
CNPJ: 61.190.096/0001-92
Indústria Brasileira



Venda sob precrição médica.

Fabricante: Eurofarma

© 2021 Medicamento Lab.